Entrevistas

Tiago Real fala sobre boa fase e realidade do Bahia: 'Cumpre com o que prometeu'

Tiago Real foi uma das contratações do Bahia para disputa da temporada de 2015. Paranaense, o meia do tricolor baiano, que já atuou como segundo atacante no Joinville, hoje desempenha um função bem diferente no esquadrão. Mas, ainda assim, ele é só alegria pelo momento que passa no clube, mesmo atuando como volante. Tiago Real, o atleta que mais corre durante os jogos, falou sobre o atual momento financeiro do Bahia, modo de trabalhar do técnico Sérgio Soares e sobre a qualidade do elenco visando o acesso à primeira divisão.

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Terça, 10 de Dezembro de 2013 - 09:00

Vasco entra com recurso no STJD para conseguir pontos de jogo contra Atlético-PR

Vasco entra com recurso no STJD para conseguir pontos de jogo contra Atlético-PR
Foto: Giuliano Gomes / Gazeta Press
O Vasco ainda tenta se salvar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Se não há mais possibilidade dentro de campo, o time carioca busca na Justiça conseguir os três pontos da partida contra o Atlético-PR, no último domingo (8). A partida ficou parada por 77min por conta de uma briga generalizada entre os torcedores dos dois times na arquibancada da Arena Joinville. Por isso, o Alvinegro se baseará no artigo 9 do regulamento geral de competições, que prevê até 60 minutos de espera antes de um jogo ser cancelado, para entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).
 
O vice-presidente de futebol do Vasco, Ercolino de Luca, destacou que a ideia é ter a equipe carioca como vencedor da partida, com 3 a 0 no placar, e afirmou que, pela cúpula do clube, a partida não teria continuado. O duelo terminou 5 a 1 para os rubro-negros. 
 
"O jurídico já analisou tudo e vamos entrar com recurso nesta terça-feira. O recurso é porque o árbitro recomeçou o jogo após mais de uma hora. Na verdade, uma hora e dezessete minutos. Então a ideia é que o Atlético, como mandante, perca os pontos e o Vasco ganhe, como uma vitória de 3 a 0", disse.

Caso consiga a vitória na Justiça, o Vasco somaria 47 pontos e, com isso, ultrapassaria o Fluminense e o Criciúma. Dessa forma, o time catarinense seria rebaixado no lugar do clube cruzmaltino. Já o Atlético-PR voltaria para 61 pontos e cairia para o quarto lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, sem vaga direta na próxima Copa Libertadores.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

O Vitória deve decidir pelo seu presidente através das eleições diretas?