Segunda, 04 de Fevereiro de 2013 - 16:30

Stand-up paddle: Baiana bi-campeã brasileira ameaçada de não disputar brasileiro e mundial

por Márcio Junior

Stand-up paddle: Baiana bi-campeã brasileira ameaçada de não disputar brasileiro e mundial
Foto: Divulgação
Barbara Brazil, bi-campeã brasileira de stand-up paddle – uma forma antiga de surf que usa remo –, pode ficar de fora do campeonato nacional e da etapa mundial, no Peru, por falta de investimento. Em entrevista ao Bahia Notícias, ela disse que dinheiro investido no esporte ainda é pouco e que se mantém tirando dinheiro do próprio bolso para conseguir competir.
 
- O problema é o recurso para viagens, transporte dos equipamentos (prancha e remo), alimentação e hospedagem. Sem contar a parte de suplementação e nutrição e o preço dos equipamentos - disse.
 
Barbara, que é formada em música pela Ufba e faz doutorado em flauta, contou ainda que a única forma de se manter competindo é tirando dinheiro do próprio bolso.
 
- Eu me sustento e pago minhas viagens para competir com o dinheiro da minha escola de stand-paddle, meu patrocinador sou eu - disse a bi-campeã.
 
Segundo ela, o dinheiro que ganha com as aulas da escola de stand-paddle e as premiações das competições que concorre é suficiente para o circuito nacional, que é disputado em várias etapas em vários estados diferentes, mas ainda assim corre risco de não competir, por falta de investimento. 
 
A atleta corre risco de não participar do campeonato mundial da categoria, em Waikiki, no Peru.
 
- Se manter para o circuito nacional é mais fácil, já que as passagens e hospedagens são mais baratas, mas o mundial é difícil. Foi cortada a verba da hospedagem entre o trecho Salvador/São Paulo e eu tô cogitando em não participar - completou.
 
O campeonato mundial acontecerá entre os dias 24 de fevereiro a 2 de março.

Histórico de Conteúdo