Segunda, 31 de Julho de 2017 - 10:45

De Chapa: Ernst & Young pode ser contratada para auxiliar na gestão do Vitória

por Glauber Guerra (glauberguerra@bahianoticias.com.br)

De Chapa: Ernst & Young pode ser contratada para auxiliar na gestão do Vitória
Arte: Paulo Victor Nadal/ Bahia Notícias
A Ernst & Young (EY), multinacional que oferece serviços de auditoria, impostos, consultoria e transações corporativas, foi uma das empresas sondadas pela diretoria do Vitória para implantar a profissionalização do clube e definir o melhor modelo de gestão. O martelo pode ser batido nos próximos dias.

Vitória quer anunciar CEO nesta semana
O Vitória fez uma sabatina com quatro candidatos para ser CEO do clube. A tendência é que o nome seja anunciado ainda nesta semana. Ele será responsável pela governança corporativa da agremiação.

Bahia segue se 'espalhando' na Arena
Depois de inaugurar a sua sede administrativa, o Bahia vai seguindo o seu processo de "espalhamento" dentro da Arena Fonte Nova. No último domingo (30), foi lançada a Central de Atendimento ao Sócio na praça esportiva. O objetivo é facilitar ainda mais a ligação entre o clube e o associado. A loja oficial e a rede de fast-food, que foram promessas da atual gestão, ainda seguem na pauta. Dá tempo?

Oposição do Vitória consegue assinaturas para AGE
A oposição conseguiu reunir assinaturas para a convocação da Assembleia Geral Extraordinária. Mais de 900 pessoas assinaram o documento, mas aproximadamente 500 são válidas. A tendência é que a papelada seja autenticada no cartório até terça-feira (1º) e entregue para Paulo Catharino Gordilho Filho, presidente do Conselho Deliberativo, no mesmo dia. Após receber o documento, o dirigente tem até oito dias para convocar a AGE. Na petição, a oposição quer a destituição do presidente licenciado Ivã de Almeida e todo o Conselho Diretor. A alegação é de “gestão temerária” (saiba mais aqui). Para que Ivã deixe o cargo, é preciso de necessária a aprovação de 3/5 (três quintos) dos sócios presentes.

Petkovic diminuiu comissões de empresários
Petkovic deixou muitos empresários de cabelo em pé. O sérvio estabeleceu um teto para comissões em no máximo 5% da transação. Antes, os agentes levavam até 10%. No entanto, durante sua curta passagem no Vitória ele nunca chegou a pagar o teto. Ainda não sabe se Cleber Giglio, sucessor de Pet, irá manter essa doutrina.

Júnior pode voltar a ser chamado de Todinho
O atacante Júnior, que é conhecido como Todinho, tinha abdicado do seu apelido.  O Vitória chegou a informar que o próprio jogador tinha pedido para não ser mais chamado pela alcunha. No entanto, a proibição foi de Petkovic, ex-gestor de futebol do clube, que não gostava do apelido. Agora, com a saída do dirigente, o atacante já pensa em voltar a usar a alcunha. “Me chamam de Todinho desde criança. Não vejo nada demais no apelido. Acho que o apelido vai voltar”, disse o atleta, em rápida conversa com a Coluna.

Cabo eleitoral na Arena Fonte Nova
A eleição para presidente do Bahia vai ganhando força a cada final de semana que passa. No jogo contra o Sport, realizado no último domingo (30), o lateral-esquerdo Ávine, considerado um ídolo do clube, apareceu na Arena Fonte Nova com a camisa do grupo Mais um, Bahêa! (MUB). Por onde passou, o jogador foi requisitado pelos torcedores para fotos.

Ávine faz campanha na Arena| Foto: Leitor/ BN
 
Colaborou: Ulisses Gama (ulissesgama@bahianoticias.com.br)

Histórico de Conteúdo