Bahia

E. C. Bahia


Sem vida política, ex-presidentes do Bahia planejam retorno ao clube

Segundo informações da coluna Bate-Pronto, do jornal Correio, os ex-presidentes do Bahia Marcelo Guimarães Filho e Paulo Maracajá planejam retornar a vida do clube tricolor. Com eleições marcadas para o dia 13 ou 14 de dezembro, os dois ex-cartolas se articulam de maneira independente para a criação de chapas ou apoios na briga pela gestão do Esquadrão de Aço.

Veja mais

Vitoria

E. C. Vitória


Ney Franco revela que irá utilizar time misto do Vitória contra o Sport

O técnico Ney Franco, do Vitória, admitiu que irá escalar uma equipe mista no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira (3), contra o Sport, no Barradão. O objetivo é poupar os jogadores da equipe titular para o duelo do próximo sábado (6), contra o Santos, fora de casa e assim tentar sair da lanterna do Campeonato Brasileiro. Em 18 rodadas, o time Rubro-Negro conquistou apenas 15 pontos.

Veja mais

Entrevistas

Ricardo Silva fala do Jacuipense e diz que Vitória tem que se acostumar a 'nova grama' do Barradão

Na liderança do Grupo 3 da Série D do Campeonato Brasileiro, o Jacuipense pode ser o representante da Bahia na segunda fase do torneio. Na luta pela classificação, os comandados do técnico Ricardo Silva se preparam para enfrentar o Central, em Caruaru (PE), neste domingo (31) e manter a liderança isolada na chave. O treinador, que tem passagens por Vitória, Botafogo-BA, ASA de Arapiraca, Feira de Santana e Galícia, falou com o Bahia Notícias sobre as dificuldades de manter a boa campanha no Brasileirão e as expectativas para os próximos desafios. Apesar do Jacuipense ter a fama de possuir um aplicativo para que os torcedores escalem o time, o comandante do Leão do Sisal pede para a torcida ajudar a equipe de outro jeito. "O que eu falo para o torcedor é que eles têm que ter um aplicativo para me ajudar com o jogador fora de campo. Se estiver até tarde na rua, se estiver bebendo, aí eles me ajudam", explicou Ricardo Silva. O técnico, que é o treinador com mais vitórias pelo Vitória jogando no Barradão, ainda falou sobre a atual fase do rubro-negro baiano e disse que o novo gramado do estádio pode estar atrapalhando o desempenho do time. "O Barradão antigamente tinha uma grama diferenciada. A gente treinava naquela grama antiga e ela era pesada, muitos times sentiam. Hoje a grama é padrão Fifa, igual para todo o mundo. O Vitória vai demorar um pouco para se acostumar, porque essa grama que está hoje ficou nivelada". Leia a entrevista completa.

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Sábado, 05 de Novembro de 2011 - 03:05

Bahia e São Paulo duelam para dar fim a jejum de triunfos

por Felipe Santana

Bahia e São Paulo duelam para dar fim a jejum de triunfos
Foto: Agência Estado
De um lado um jejum de cinco partidas consecutivas sem saber o que é vencer. Do outro a mesma seca, porém com uma série de jogos sem vitórias ainda maior: oito. Bahia e São Paulo, ambos necessitados do resultado positivo, se enfrentam na noite deste sábado (5), às 19h, no Estádio de Pituaçu, para dar um ponto final nas sequências negativas e quem sabe engrenar na reta final da competição.

Bahia
Pelo lado do tricolor baiano, o treinador Joel Santana ficará sem a presença do meia Carlos Alberto pela sétima partida consecutiva. O jogador, que se queixou de dores no púbis no início da semana, participou apenas de um treinamento e só deve retornar ao time contra o Atlético-GO, dia 13. Quem também está fora é o meia Ricardinho, com dores no tendão de aquiles. Por outro lado Joel contará com a volta do lateral-direito Marcos, recuperado de uma lesão muscular, e do volante Fahel que cumpriu suspensão automática. Para surpreender o time paulista e voltar a ganhar, o técnico do esquadrão fez mudanças táticas na equipe. Hélder perdeu posição para Diones, enquanto Camacho foi sacado do time. Contudo, ainda não se sabe quem será o quarto homem do setor de criação. Magno e Nikão disputam a vaga.

São Paulo
Sem vencer o Bahia em Salvador há 40 anos, já que o único triunfo na capital baiana aconteceu em 1971, o São Paulo terá algumas mudanças para o duelo. Dagoberto e Luis Fabiano, recuperados de lesão, retornam ao time e estão confirmados no sistema ofensivo montado pelo técnico Leão. O zagueiro Xandão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído pelo jovem Luis Eduardo. O goleiro artilheiro Rogério Ceni se queixou de dores no tornozelo e sequer embarcou para Salvador. Dênis permanece no gol. A única mudança por opção técnica e tática realizado por Emerson Leão foi a entrada do meia Cícero no lugar de Juan, improvisado na lateral-esquerda.
 
BAHIA X SÃO PAULO
Data: 05/11/2011 
Local: Pituaçu, em Salvador
Horário: 19h00
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho e José Carlos Dias , todos do Paraná.
 
Bahia: Marcelo Lomba, Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fahel, Fabinho, Diones e Magno (Nikão); Gabriel e Souza. Técnico: Joel Santana.
 
São Paulo: Dênis;João Filipe, Rhodolfo e Luiz Eduardo; Piris, Wellington, Carlinhos Paraíba, Lucas e Cícero; Dagoberto e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Setembro / 2014

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Multimídia

Enquete

O que você achou da primeira convocação de Dunga em seu retorno a Seleção?

Fala Torcedor!

Patrick Vieira e Mazinho: Bahia aguarda resposta por contratação até quarta

Quem é Aparecido Roberto Freitas, o Cidão?

01/09/2014 - 14:35

NEIDSON CRUZ SANTOS

Vitória desperdiça penalidade e sofre mais uma derrota no Campeonato Brasileiro

CARTA ABERTA A TORCIDA RUBRO-NEGRA - Todos nós sabemos e lamentamos muito a atual situação do Vitóra no Brasileirão que ooupa no momento a humilhante e vergonha 20a. posição da competição. No ano passado fizemos uma grande campanha com um elenco considerado muito inferior ao dese ano e ficamos em 5o. lugar, lutando até a última rodada por uma vaga na Libertadores e por pouco não chegamos ao nosso objetivo. Só que nessa temporada o grupo não é o mesmo, pois, mesmo consideramos que continuamos com a base da equipe, perdemos o Maxi, o Vitor Ramo, o Cadu que só podemos contar a partir do segundo semestre e o nosso craque e principal jogador o Escudero que sofreu grave contusão no jogo contra o Ceará na Copa do Nordeste e passou seis meses sem jogar. A verdade é que desde o início da temporada é que o time não conseguiu encaixar em nenhum momento: começamos sendo desclassificados vergonhosamente da Copa do Nordeste tomando um vergonhosa goleada de 5x1 para o Ceará, perdemo um Campeonato Baiano para o Bahia e porque nós tínhamos vantagem todo mundo já achava que já éramo campeões, mas, infelizmente o Bahia reverteu a vantagem e tornou-se campeão, fomos eliminados na Copa do Brasil logo na fase de grupos pelo desconhecido J. Malluceli e por fim estamos fazendo um péssimo Brasileirão com muito mais baixos o que altos e o torcedor tem toda razão de etá chateado e desesperado porque o Vitória, há mais de vinte anos, que se tornou a hegemonia do futebol do Norte e Nordeste Brasileiro. Estamos com esses pífios quinze pontos já se aproximando da 19a. rodada e vamos dar a volta por cima e o que é dar a volta por cima? Na atual circunstância, é se livrar do rebaixamento que a cada rodada nos ameaça e preparar um grande time para ser campeão do Brasileirão do próximo ano.

01/09/2014 - 12:41

NEY FRANCO S. JÚNIOR

Veja mais