Bahia

E. C. Bahia


Pressionados, Inter e Bahia lutam por objetivos distintos no Beira-Rio

Com a possibilidade de deixar a zona do rebaixamento, mas sem vencer há cinco rodadas, o Bahia entra em campo para mais um jogo de fundamental importância na tentativa de permanecer mais um ano na elite do futebol brasileiro, na noite deste sábado (25), às 20h (horário da Bahia), diante do Internacional, no Estádio Beira-Rio.

Veja mais

Vitoria

E. C. Vitória


Edno alerta: 'Não podemos mais vacilar'

Faltam oito jogos para o término do Campeonato Brasileiro. E cada duelo do Vitória é tratado como uma final, já que ocupa a 17ª posição no Campeonato Brasileiro com apenas 31 pontos e luta contra a degola. O atacante Edno reconheceu que o desempenho do time está abaixo das expectativas, mas acredita que a equipe voltará a trilhar nos caminhos do triunfo.

Veja mais

Entrevistas

Luiz Gustavo se mostra otimista com fuga da degola: 'Vamos lutar até o fim'

Zagueiro, volante ou até lateral-direito. Não importa a posição. O polivalente Luiz Gustavo, do Vitória, diz não ter preferência e sempre se coloca à disposição. Em entrevista ao Bahia Notícias, o atleta demonstra otimismo e acredita que o Leão irá escapar da degola. Atualmente, o time Rubro-Negro ocupa a 16ª colocação no Campeonato Brasileiro com 31 pontos. “Estamos confiantes. Sabemos do potencial que a equipe e que não merecemos estar onde estamos. Vamos lutar até o fim e falo por todos do grupo. Garanto que determinação e empenho não vão faltar”

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Sábado, 05 de Novembro de 2011 - 03:05

Bahia e São Paulo duelam para dar fim a jejum de triunfos

por Felipe Santana

Bahia e São Paulo duelam para dar fim a jejum de triunfos
Foto: Agência Estado
De um lado um jejum de cinco partidas consecutivas sem saber o que é vencer. Do outro a mesma seca, porém com uma série de jogos sem vitórias ainda maior: oito. Bahia e São Paulo, ambos necessitados do resultado positivo, se enfrentam na noite deste sábado (5), às 19h, no Estádio de Pituaçu, para dar um ponto final nas sequências negativas e quem sabe engrenar na reta final da competição.

Bahia
Pelo lado do tricolor baiano, o treinador Joel Santana ficará sem a presença do meia Carlos Alberto pela sétima partida consecutiva. O jogador, que se queixou de dores no púbis no início da semana, participou apenas de um treinamento e só deve retornar ao time contra o Atlético-GO, dia 13. Quem também está fora é o meia Ricardinho, com dores no tendão de aquiles. Por outro lado Joel contará com a volta do lateral-direito Marcos, recuperado de uma lesão muscular, e do volante Fahel que cumpriu suspensão automática. Para surpreender o time paulista e voltar a ganhar, o técnico do esquadrão fez mudanças táticas na equipe. Hélder perdeu posição para Diones, enquanto Camacho foi sacado do time. Contudo, ainda não se sabe quem será o quarto homem do setor de criação. Magno e Nikão disputam a vaga.

São Paulo
Sem vencer o Bahia em Salvador há 40 anos, já que o único triunfo na capital baiana aconteceu em 1971, o São Paulo terá algumas mudanças para o duelo. Dagoberto e Luis Fabiano, recuperados de lesão, retornam ao time e estão confirmados no sistema ofensivo montado pelo técnico Leão. O zagueiro Xandão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído pelo jovem Luis Eduardo. O goleiro artilheiro Rogério Ceni se queixou de dores no tornozelo e sequer embarcou para Salvador. Dênis permanece no gol. A única mudança por opção técnica e tática realizado por Emerson Leão foi a entrada do meia Cícero no lugar de Juan, improvisado na lateral-esquerda.
 
BAHIA X SÃO PAULO
Data: 05/11/2011 
Local: Pituaçu, em Salvador
Horário: 19h00
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho e José Carlos Dias , todos do Paraná.
 
Bahia: Marcelo Lomba, Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fahel, Fabinho, Diones e Magno (Nikão); Gabriel e Souza. Técnico: Joel Santana.
 
São Paulo: Dênis;João Filipe, Rhodolfo e Luiz Eduardo; Piris, Wellington, Carlinhos Paraíba, Lucas e Cícero; Dagoberto e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

Qual será o desfecho da dupla Ba-Vi no Brasileirão?