Guto diz que fará oração ao Sr. do Bonfim para que arbitragem não erre contra o Bahia
Foto: Max Haack/Ag Haack/Bahia Notícias

O Bahia fez 3 a 0 no Fluminense de Feira, neste domingo (16), no Joia da Princesa, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano. Apesar do placar elástico, o técnico Guto Ferreira ficou insatisfeito com a arbitragem, que teria anulado um gol legal tricolor durante a partida. “Era pra ter sido 4 a 0. O lance que o Juninho bateu na bola, o Éder não estava impedido. É a arbitragem que estamos convivendo. Fazer o que? (...) Não é só nessa competição. Na Copa do Nordeste tivemos gols anulados também. Acho que vou no Senhor do Bonfim essa semana fazer acender uma vela e fazer uma oração em prol da arbitragem, para que eles deixem de anular gols legítimos do Bahia. Se não me engano, é o quarto ou quinto gol mal anulado na temporada (...) E aí você é o burro, o incompetente, o retranqueiro. A gente fica quieto”, disse, em entrevista coletiva. Com uma vantagem considerável dentro de campo, o treinador do Bahia não considera que a equipe já esteja classificada para a final do estadual. “Vantagem importante, mas não definitiva. Temos 90 minutos. Nós temos que respeitar bastante o adversário, fazer um grande jogo em Salvador, com o apoio do nosso torcedor. Buscar e conseguir mais um resultado. Aí sim a gente vai estar classificado. Antes disso, não tem nada classificado. Todo respeito é pouco e respeitamos muito o trabalho do Arnaldo Lira e do grupo do Fluminense”, ponderou. A partida de volta será realizada no próximo sábado (22), às 16h, na Fonte Nova. Para avançar à final, o Bahia poderá perder por até três gols de diferença.

Histórico de Conteúdo