Bahia

E. C. Bahia


Com 'reforço' de Madson, time B do Bahia tem 13 afastados

O elenco do Bahia está inchado. Na tarde desta terça-feira (22), dia de reapresentação do elenco tricolor, o técnico Marquinhos Santos comandou uma atividade com a presença de 30 jogadores, enquanto outros, dois deles no departamento médico, não participaram.

Veja mais

Vitoria

E. C. Vitória


João Paulo deixa divisão de base e assume coordenação de futebol profissional do Vitória

A diretoria do Vitória confirmou nesta terça-feira (22) a promoção de João Paulo Sampaio para o cargo de coordenador de futebol. Antes, ele coordenava as divisões de base, função que exercia desde 2007.

Veja mais

Entrevistas

Presidente da FBF quer dupla Ba-Vi de volta na 1ª fase do Baiano e não descarta 4ª reeleição

Na última sexta-feira (11), o presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, esteve na redação do Bahia Notícias, onde concedeu uma longa entrevista para debater diversos assuntos ligados ao futebol estadual e nacional. Rodrigues antecipou que deve propor uma nova fórmula para o campeonato baiano em 2015, com o retorno da participação de Bahia e Vitória desde a primeira fase da disputa. “Os clubes entendem que sem a dupla Ba-Vi fica uma competição sem brilho, sem atrativo para seu torcedor”, diz o dirigente sobre as reclamações das outras equipes da elite estadual pela ausência das duas maiores forças locais no início do Baianão. O mandatário da FBF também considerou justas as demandas do movimento Bom Senso F.C. por mudanças no calendário futebolístico, mas criticou a “falta de diálogo com as federações”, dando como exemplo a Bahia. “Não há interlocutor local”. O presidente ainda alertou os clubes menores para se desprenderem da ‘dependência de Bahia e Vitória’ e promete maior rigor na cobrança por melhores gramados nos estádios em 2015. “Não depende só da federação o avanço do futebol baiano”, disparou. No comando da FBF desde 2001, Ednaldo não descartou tentar a reeleição em abril de 2015, quando termina o seu atual terceiro mandato. “A maioria dos associados do colégio eleitoral que vota para presidente da federação respalda e confia na diretoria e pede que nós possamos continuar fazendo o nosso trabalho. Mas é muito cedo para se discutir isso”. Leia abaixo a íntegra da entrevista:

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Terça, 22 de Abril de 2014 - 17:38

Com 'reforço' de Madson, time B do Bahia tem 13 afastados

por Felipe Santana

Com 'reforço' de Madson, time B do Bahia tem 13 afastados
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O elenco do Bahia está inchado. Na tarde desta terça-feira (22), dia de reapresentação do elenco tricolor, o técnico Marquinhos Santos comandou uma atividade com a presença de 30 jogadores, enquanto outros três (Ávine, Diego Macedo e Fahel), dois deles no departamento médico, não participaram.
 
No entanto, o problema do tricolor baiano não está nos atletas que fazem parte da equipe principal. Porque, de acordo com o clube, treze jogadores estão afastados e treinando em turno oposto ao grupo principal.

Os mais novos integrantes da equipe B são: Madson, Marcão, que vai deixar o clube no fim do mês, o goleiro Renan, o volante Anderson Melo e o jovem atacante Zé Roberto.

Os cincos se juntam aos demais sete componentes do ‘time’ de atletas afastados que não fazem parte dos planos da comissão técnica de Marquinhos Santos: Wangler, Jussandro, Rafael, Serjão, Nadson, Ítalo Melo, Ângulo e Neto.

Alguns deixarão o clube até o meio do ano, enquanto no caso de outros, que têm contratos mais longos com o Bahia, o departamento de futebol está buscando a rescisão contratual ou até mesmo o empréstimo.

Lista de afastados:

Goleiro:
Renan
Laterais: Madson, Ângulo, Neto e Jussandro
Zagueiro: Serjão
Volante: Anderson Melo
Meia: Wangler
Atacantes: Nadson, Rafael, Marcão, Ítalo Melo e Zé Roberto

Comentar

   

Terça, 22 de Abril de 2014 - 17:30

Bahia se reapresenta com treino tático; Fahel e Diego Macedo ausentes

por Felipe Santana

Bahia se reapresenta com treino tático; Fahel e Diego Macedo ausentes
Foto: Arquivo | Divulgação
O elenco do Bahia voltou a treinar na tarde desta terça-feira (22). Em campo, na primeira atividade com bola da semana, o técnico Marquinhos Santos comandou um trabalho tático, mas sem a presença de dois jogadores considerados titulares: Fahel e Diego Macedo.

O primeiro, com dores no pé, realizou tratamento médico e depois um trabalho na sala de musculação do clube. O lateral-direito, com incômodo na coxa direita, desceu para o campo e apenas assistiu ao treinamento.

Marquinhos Santos entregou os coletes amarelos e separou aqueles que pretende colocar em campo contra o Figueirense, quanto a parte defensiva: Roniery, Demerson, Titi e Pará; Uelliton e Pittoni.

Em campo reduzido, o comandante orientou os jogadores durante um treinamento tático, no qual deu ênfase às jogadas com o quarteto ofensivo (Maxi Biancucchi, Lincoln, Rhayner; Talisca) e os laterais. Ele repetiu situações de jogos por diversas vezes e alternou, em alguns momentos, três homens do ataque: Maxi Biancucchi/Erick – Lincoln/Branquinho – Rhayner/Rafinha.

O volante Feijão, um pouco acima do peso, treinou em separado com outros jogadores do elenco profissional como Diego Felipe, Potita e Robson. Outra boa notícia do dia envolveu o lateral-esquerdo Guilherme Santos.

O jogador, recuperado de lesão, desceu para o campo e realizou um trabalho técnico ao lado do preparador Vitor Gonçalves.

O atacante Rhayner sentiu dores na panturrilha esquerda nos minutos finais do treinamento e, após ser atendido pelo médico do clube, deixou o treinamento mais cedo. Inicialmente, o jogador não é preocupação para partida diante da equipe catarinense, no próximo final de semana.

Comentar

   
Bahia aguarda documentação do Paraná e Botafogo para anunciar oficialmente reforços
Foto Arena
Desde a última semana, o lateral-direito Roniery e o atacante Henrique estão treinando normalmente com os novos companheiros do Bahia, no Fazendão. Os dois jogadores, no entanto, ainda não foram anunciados oficialmente pelo tricolor baiano.
 
O motivo? Faltam documentos. O Bahia, que acertou a contratação do atacante Henrique por empréstimo, espera que o Botafogo, clube detentor dos direitos federativos do atleta, envie os papéis necessários.

Entretanto, um impasse entre o alvinegro carioca e a Federação Carioca de Futebol está impedindo o Botafogo de enviar a documentação necessária para assinatura de contrato de Henrique com o Bahia.

A situação não é tão complicada no caso de Roniery. O Bahia aguarda apenas os documentos do Paraná, o que deve acontecer até no máximo quinta-feira  (24), quando o esquadrão deve confirmar oficialmente a contratação do lateral-direito.

Se regularizados, os dois atletas devem estar entre os concentrados para partida contra o Figueirense, no próximo domingo (27), na Arena Barueri.

Comentar

   

Terça, 22 de Abril de 2014 - 11:13

Guilherme está recuperado, mas retorno só deve acontecer na 3ª rodada

por Felipe Santana

Guilherme está recuperado, mas retorno só deve acontecer na 3ª rodada
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
 O departamento médico do Bahia está ficando vazio. De fora das últimas duas partidas, incluindo Campeonato Baiano e Campeonato Brasileiro, por causa de uma lesão muscular, o lateral-esquerdo Guilherme Santos está liberado.
 
O jogador, titular da equipe até então, foi liberado pelos médicos do clube para voltar a treinar na sala de musculação e gradativamente no campo. O jogador, porém, dificilmente, deve atuar na segunda rodada do Brasileirão.

Em entrevista ao Correio*, o médico do clube Márcio Santana considera muito cedo afirmar que Guilherme Santos estará à disposição do técnico Marquinhos Santos para o jogo deste domingo (27), contra o Figueirense, na Arena Barueri.

“Ainda é cedo para falar em retorno. Ele está retomando a parte de transição física e acredito que é mais seguro falar em retorno na próxima semana”, contou.

Guilherme Santos sofreu a terceira lesão muscular desde que foi contratado pelo Bahia no início da temporada. Caso seja vetado mais uma vez, o jovem Pará, muito elogiado no jogo contra o Cruzeiro, seguirá como dono camisa 6.

Comentar

   

Terça, 22 de Abril de 2014 - 10:00

Feijão se reapresenta nesta terça no Fazendão

por Felipe Santana

Feijão se reapresenta nesta terça no Fazendão
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
De volta ao clube após um período de empréstimo no Flamengo, retornando sete meses antes do previsto, o volante Feijão já deve ficar à disposição do treinador Marquinhos Santos para segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.
 
O jogador, que estava treinando normalmente no rubro-negro carioca,  se reapresenta na tarde desta terça-feira (22), no Fazendão, assim como todos os demais jogadores do elenco profissional. Será o primeiro trabalho com bola da semana.

Com o retorno de Feijão, o treinador Marquinhos Santos ganha mais uma opção para o setor de marcação do meio de campo que já conta com Rafael Miranda, Hélder, Diego Felipe, Fahel, Uelliton, Além de Wilson Pittoni.

A última vez que o jovem volante entrou em campo, ainda com defendendo as cores do Flamengo, foi no dia 23 de março, há um mês, quando o time carioca enfrentou a Cabofriense, pelo Campeonato Carioca.

Na ocasião, Feijão ficou em campo durante os 90 minutos.

Comentar

   

Terça, 22 de Abril de 2014 - 08:59

Bahia x Cruzeiro: Copo jogado no campo é relatado na súmula

por Felipe Santana

Bahia x Cruzeiro: Copo jogado no campo é relatado na súmula
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Como se não bastasse a derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, a estreia do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série A vai render ao tricolor baiano um novo capítulo, desta vez, no tribunal.
 
O árbitro Luiz Flavio de Oliveira, de São Paulo, relatou na súmula que um torcedor, no segundo tempo da partida, atirou no gramado copos de cerveja em direção ao auxiliar Lorival Candido Flores.

Oliveira, na narração do foto, escreveu que o torcedor foi identificado pelos responsáveis da segurança no estádio.

O comportamento do torcedor deve levar o Bahia a julgamento, de acordo com o Art. 213 do Código Desportivo Brasileiro, que prevê punição por lançamento de objetos no gramado por parte da torcida, com multa até R$ 100 mil ou perda do mando de campo.

Por outro lado, o fato de ter identificado o torcedor e retirado do local será essencial para defesa tricolor. O § 3º do Art. 213 garante que, em casos semelhantes ao do Bahia, a detenção do responsável e o registro do boletim de ocorrência exime a agremiação de culpa pelo incidente.

Comentar

   

Segunda, 21 de Abril de 2014 - 11:33

Marquinhos terá reforços e semana completa de treinamentos

por Felipe Santana

Marquinhos terá reforços e semana completa de treinamentos
Os jogadores do Bahia, após a derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, foram liberados pela comissão técnica do clube e só voltam a treinar na tarde desta terça-feira (22), às 15h30, no Fazendão.
 
Até o segundo jogo no Brasileirão, contra o Figueirense, na Arena Barueri, o treinador Marquinhos Santos terá mais uma semana completa de preparação para realizar ajustes na equipe considerada titular.

Para partida contra equipe catarinense, no próximo domingo (27), às 18h30, o comandante tricolor contará com o retorno do volante Uelliton que, na estreia, desfalcou o Bahia por questões contratuais.

Além dele, o atacante Henrique e o lateral-direito Roniery, que já estão treinando, mas sem anúncio oficial do clube, devem ser regularizados e ficar à disposição de Marquinhos Santos.

Comentar

   

Segunda, 21 de Abril de 2014 - 10:00

Bahia, após retornar à elite, segue sem vencer em estreias

por Felipe Santana

Bahia, após retornar à elite, segue sem vencer em estreias
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia não só perdeu para o Cruzeiro, na estreia do Campeonato Brasileiro da Série A, como manteve uma escrita negativa: nunca venceu no primeiro da Série A desde que retornou à elite do futebol brasileiro em 2011.

São quatro partidas e nenhum triunfo. Em 2011, após sete anos fora da primeira divisão, o esquadrão foi derrotado para o América Mineiro por 2 a 1, atuando no Estádio de Sete Lagoas, em Minas Gerais.

No ano seguinte, em Pituaçu, o Bahia enfrentou o time reserva do Santos debaixo de muita chuva. Tricolor e alvinegro não conseguiram tirar o zero do placar e estrearam na Série A com empate em 0 a 0.

O Bahia continuou sem vencer na estreia do Campeonato Brasileiro em 2013. Em Santa Catarina, o time comandado por Cristóvão Borges perdeu para o time da casa por 3 a 1.

E, neste domingo (20), na Arena Fonte Nova, a história se repetiu. O esquadrão perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 segue sem vencer na estreia da competição nacional desde que voltou. São quatro anos e quatro partidas sem conquistar o triunfo.

Comentar

   

Segunda, 21 de Abril de 2014 - 08:16

Demerson sobre estreia: 'Merecíamos coisa melhor'

por Felipe Santana

Demerson sobre estreia: 'Merecíamos coisa melhor'
Foto: Divulgação
O Bahia, em dois lances muito parecidos, após cobrança de escanteio, levou dois gols do Cruzeiro e foi derrotado na estreia do Campeonato Brasileiro da Série A, jogando na Arena Fonte Nova. O resultado para o zagueiro Demerson foi injusto.
 
Pelo que time jogou, principalmente na segunda etapa, o defensor tricolor acredita que sair de campo derrotado não foi merecido.

“Nós, pelo que criamos no segundo tempo, merecíamos coisa melhor. Mas, com certeza, vamos buscar consertar os erros e trabalhar forte para recuperar os pontos perdidos dentro de casa”, comentou.

Demerson evitou apontar em culpados para os dois gols sofridos do Cruzeiro, ambos de cabeça, e alertou para o equilíbrio no Brasileirão. 

“Campeonato Brasileiro é muito equilibrado, definido em detalhes. Infelizmente, neste jogo, o detalhe foi a favor do Cruzeiro. Não adianta buscar culpados porque, quando se perde, o grupo todo errou”, defendeu.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 19:09

Veja os gols de Bahia 1 X 2 Cruzeiro


Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 18:31

Após derrota, Marquinhos reconhece que time errou na jogada aérea

por Felipe Santana

Após derrota, Marquinhos reconhece que time errou na jogada aérea
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Errou de posicionamento, cobertura e  marcação. Na entrevista coletiva após estrear com derrota para Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro da Série A, na Arena Fonte Nova, o técnico Marquinhos Santos reconheceu que a defesa tricolor errou nos dois gols sofridos.
 
De acordo com o treinador, durante a semana de preparação da equipe, os jogadores foram alertados sobre a qualidade do Cruzeiro em lances de jogadas aéreas, coincidentemente como saíram dos gols do triunfo sobre o Bahia, neste domingo (20).

“Foram dois gols de bola parada, uma jogada forte deles. Dois gols em situações muito semelhantes. Alertamos aos jogadores, eles sabiam, mas o Cruzeiro foi feliz”, avaliou.

Marquinhos Santos, que durante a semana não contou com Fahel e Maxi nos treinamentos, não concorda que os dois foram apagados. Os defendeu quanto a parte tática e alegou ter modificado a equipe, tirando o argentino e Maxi Biancucchi, para dar mais velocidade.

Ele, no momento, acreditava que o time poderia explorar os espaços proporcionados pela equipe mineira. Ideia que não deu certo, na prática, já que o Bahia perdeu a partida por 2 a 1.

“O primeiro tempo foi muito tático, pouco jogado e mais estudado. O segundo tempo foi mais movimentado, com mais volume de jogo.
Quando senti a necessidade de mudar, para dar mais velocidade ao time, assim fiz”, justificou.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 18:10

Jeam lamenta gol no fim: 'Deixamos Marcelo Moreno livre'

por Felipe Santana

Jeam lamenta gol no fim: 'Deixamos Marcelo Moreno livre'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
No primeiro gol sofrido, o volante Nilson fugiu da marcação do zagueiro Demerson e cabeceou para abrir o placar. Foi uma jogada idêntica. Aos 45 minutos, em outro escanteio, foi a vez do centroavante Marcelo Moreno sacramentar o triunfo do Cruzeiro sobre o Bahia, neste domingo (20), na Arena Fonte Nova.
 
O garoto Jeam, que entrou na etapa final, reconheceu que o time errou no momento crucial da partida e levou o gol quando, segundo ele, não poderia.

“Infelizmente nosso time bobeou no final. Deixamos Marcelo Moreno sozinho e ele fez gol”, comentou.

Jeam, assim como Diego Macedo, espera que a semana de treinamentos seja produtiva e capaz de preparar time em busca do primeiro triunfo na Série A, contra o Figueirense, no próximo domingo (27).

“Temos, agora, que levantar a cabeça e trabalhar forte pensando no próximo jogo”, alertou.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 18:05

Diego Macedo atribui derrota aos erros defensivos

por Felipe Santana

Diego Macedo atribui derrota aos erros defensivos
Foto: Romildo de Jesus / Estadão Conteúdo
O lateral-direito Diego Macedo, assim como todos os torcedores do Bahia, deixou a Arena Fonte Nova com o sentimento de frustração com a derrota para o Cruzeiro, no primeiro jogo do Campeonato Brasileiro da Série A, na tarde deste domingo (20).
 
Para o camisa 2, o Bahia foi penalizado por cometer erros defensivos que até então não havia apresentados nos jogos da temporada.

“Levamos dois gols em bola parada, lances de escanteio”, lamentou.

Diego Macedo, porém, não acredita que o resultado negativo vai abalar o elenco tricolor para o restante da competição até a pausa para realização da Copa do Mundo. Já no próximo domingo (27), contra o Figueirense, ele acredita na reabilitação tricolor.

“Infelizmente, hoje, nosso time não venceu. Vamos trabalhar e esperar para domingo recuperar os pontos perdidos”, disse.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 17:53

Bahia estreia com pé esquerdo e perde para o Cruzeiro

por Felipe Santana

Bahia estreia com pé esquerdo e perde para o Cruzeiro
Foto: Romildo de Jesus / Estadão Conteúdo
Nas duas partidas da final estadual a jogada aérea foi uma arma fundamental para o Bahia chegar ao título. Foi. Porque, neste domingo (20), na estreia do Campeonato Brasileiro da Série A, a defesa tricolor falhou em dois lances idênticos, levou dois gols de cabeça e perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1, na Arena Fonte Nova. Os gols da equipe mineira foram marcados por Nilton e Marcelo Moreno, enquanto Anderson Talisca descontou  para o Bahia.

O Bahia terá uma semana de preparação até a próxima rodada, quando enfrenta o Figueirense no próximo domingo (27), às 18h30, na Arena Barueri.

Jogo
Enfim, depois duas competições (Copa do Nordeste e Campeonato Baiano), o treinador Marquinhos Santos conseguiu repetir a escalação da equipe de um jogo para outro. Maxi Biancucchi e Fahel, que eram dúvidas durante a semana, começaram o jogo deste domingo (20), contra o Cruzeiro.

Quando a bola rolou foi o time mineiro que criou a primeira chance de abrir o placar. Aos 5, após passe de Egídio, o goleiro Marcelo Lomba precisou sair do gol e desviar de soco para escanteio, depois de dividir a bola com William.
 
O Bahia nos primeiros 20 minutos não conseguiu levar perigo ao goleiro Fábio. Estava bem posicionado, mas, na hora da finalização, o time não encaixava o último passe. O Cruzeiro, então, aproveitava para explorar o contra-ataque, e assim fez aos 19. De novo pela esquerda, Egídio cruzou e encontrou William sozinho. O atacante, para sorte tricolor, pegou errado na bola e mandou para fora.

45 minutos sem muitas emoções
O goleiro tricolor levou outro susto aos 29 minutos. Souza cobrou falta com categoria, enquanto Marcelo Lomba ficou parado, a bola pegou na rede pelo lado de fora. O lance serviu para acordar o tricolor que criou o primeiro lance ofensivo, no minuto seguinte. Talisca arriscou de fora e a bola pegou na defesa. Rhayner pegou a sobre, entrou na área, mas o arremeta saiu sem direção. 

A oportunidade mais clara de gol, pelo lado baiano, saiu aos 39 minutos. Rhayner roubou a bola do lateral Egídio e puxou o contra-ataque, tocando para Lincoln. O meia viu Maxi Biancucchi pelo lado esquerdo e tocou para o argentino, que cortou para o meio e finalizou. Fábio estava bem posicionado e realizou boa defesa.

Segundo tempo
A primeira chance da etapa final saiu mais uma vez pelo lado esquerdo de ataque do Cruzeiro. Egídio foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Borges, que cabeceou por cima do gol de Marcelo Lomba. O Bahia, ainda que timidamente, chegou aos 11. Talisca um pouco de longe chutou de fora e o goleiro Fábio encaixou. No minuto seguinte, Diego Macedo arrancou pela direita, aplicou um lindo drible em Egídio e tocou para área. Maxi Biancucchi demorou e quando chutou acertou o zagueiro Léo. 

Aos 15, o Cruzeiro quase abriu o placar. Souza bateu de fora e acertou o poste direito.

Gol do Cruzeiro
E não é que o Bahia falhou na jogada em que mais obteve sucesso na decisão estadual? Em lance de bola parada, no escanteio cobrado por Marlone, o volante Nilton apareceu sem marcação e cabeceou no canto direito, sem chances para Marcelo Lomba: Cruzeiro 1 a 0.

Rafinha, que havia entrado no lugar de Lincoln, tentou dar início a reação do Bahia. Aos 19, em chute despretensioso, fez com que Fábio soltasse a bola. No rebote, Rhayner tocou por cima, mas o arqueiro desviou para escanteio. E o time mineiro, mesmo com a vantagem do placar, era mais perigoso.

Aos 26, no último lance antes de ser substituído, Borges recebeu na área e finalizou por cima do gol. Aos 30, o jovem Alisson entrou na área e obrigou Marcelo Lomba fazer boa defesa, após arremate cruzado.

Bahia deixa tudo igual
Aos 34 minutos, Talisca iniciou o lance com um belo lançamento para Diego Macedo. O lateral fez boa jogada, arrancou e tocou para Rhayner, que driblou Nilson e foi derrubado na grande área. Pênalti marcado. Anderson Talisca deslocou Fábio e deixou tudo igual na Fonte Nova: 1x1. O gol incendiou o estádio. Dois minutos depois, Rhayner teve a chance de virar, mas mandou por cima da meta.

O Cruzeiro não sentiu o golpe. Aos 40, após o corte errado de Demerson, o atacante Alisson cabeceou para o chão e levou muito perigo. A cabeçada passou muito próxima ao poste esquerdo.

Cruzeiro na frente de novo
Parecia replay. Aos 45, como no primeiro gol, Marlone cruzou na área e encontrou um companheiro sem qualquer marcação. Marcelo Moreno cabeceou no alto, sem chances para Lomba, recolocando o time mineiro na frente do placar. Cruzeiro 2 a 1.
 
FICHA TÉCNICA:
Série A - 1ª rodada
Bahia x Cruzeiro
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 20/04/2014
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Flavio Gomes Barroca (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
Cartões amarelos: Fahel, Pará, Titi, Rhayner (Bahia) / Nilton, William Farias, Tinga, William (Cruzeiro)
Gols:  Talisca (Bahia) / Nilton e Marcelo Moreno (Cruzeiro)
Público: 11.093
Renda: R$ 271.678,50
 
Bahia: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Titi, Demerson e Pará; Fahel, Rafael Miranda (Pittoni),  Lincoln (Rafinha), Rhayner e Maxi Biancucchi (Jeam); Talisca. Técnico: Marquinhos Santos.
 
Cruzeiro: Fábio; Mayke, Léo, Wallace e Egídio; Souza, Nilton, Tinga (William Farias) e Marlone, Willian (Alisson) e Borges (Marcelo Moreno). Técnico: Marcelo Oliveira.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 15:33

Bahia libera e Hugo vai defender o Joinville na Série B

por Felipe Santana

Bahia libera e Hugo vai defender o Joinville na Série B
Foto: Divulgação
Oficialmente o Bahia já conseguiu negociar um dos jogadores que estava na lista de disponíveis para deixar o clube. O atacante Hugo, que tinha contrato até o fim do ano, foi emprestado para o Joinville.
 
O jogador teve uma rápida passagem pelo tricolor baiano sem deixar saudade. Foram três partidas, entrando no segundo tempo, que não convenceram à comissão técnica, muito menos aos torcedores. Não é à toa que Hugo, nos quatro meses em que esteve em Salvador, chamou a atenção apenas por um acontecimento extra-campo.

Na viagem da equipe para Vitória da Conquista, o atacante perdeu o voo para colocar créditos no aparelho celular, e sequer ficou no banco de reservas.

O jogador já iniciou os treinamentos físicos no novo clube, na manhã deste domingo (20), e será oficialmente apresentado pelo Joinville na tarde desta segunda-feira (21), às 14h30, na Arena Joinville.

Antes do Joinville e Bahia, Hugo defendeu o Vitória da Conquista, Bangu, América-RJ, Americano e Náutico.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 10:04

Bahia tenta quebrar sequência negativa contra o Cruzeiro jogando em Salvador

por Felipe Santana

Bahia tenta quebrar sequência negativa contra o Cruzeiro jogando em Salvador
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O torcedor está curioso para saber como vai ser comportar o ‘novo’ time do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série A. O primeiro desafio, neste domingo (20), será o Cruzeiro, um time que não traz boas lembranças aos tricolores em jogos na capital baiana.
 
Do time que venceu a equipe mineira na penúltima rodada do Brasileirão 2013, quando o tricolor sacramentou a permanência na Série A, apenas seis jogadores estarão em campo na estreia deste domingo (20), na Arena Fonte Nova: Marcelo Lomba, Rafael Miranda, Demerson, Titi, Fahel e Talisca. Praticamente o Bahia terá uma nova equipe.

E acreditando nas novas peças, incluindo o treinador, que os tricolores esperam encerrar o jejum de triunfos diante do Cruzeiro, quando o assunto é jogar dentro de casa. Desde que voltou à primeira divisão em 2011, o tricolor ainda não derrotou a raposa.

Em 2011, sob comando de Joel Santana, Bahia e Cruzeiro ficaram no empate sem gols, no Estádio de Pituaçu. No ano  seguinte, já comandado por Caio Júnior, o esquadrão perdeu por 1 a 0, jogando no mesmo local.

A última partida entre as duas equipes, em Salvador, não deixou saudade. Na Arena Fonte Nova, o líder cruzeiro, que meses depois seria consagrado campeão nacional, derrotou o time baiano por 3 a 1.

Mas, daquele time que venceu o Bahia, apenas quatro estarão como titulares: Fábio, Egídio, Souza e Borges.

Comentar

   

Domingo, 20 de Abril de 2014 - 09:38

Empolgado, Bahia encara o Cruzeiro na estreia da Série A

por Felipe Santana

Empolgado, Bahia encara o Cruzeiro na estreia da Série A
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Chegou o momento tão esperado pelos torcedores: Campeonato Brasileiro da Série A. Único clube nordestino a disputar o Brasileirão por quatro temporadas consecutivas na elite, o Bahia estreia neste domingo (20), às 16h, na principal competição nacional. O primeiro desafio não será nada fácil. Na Arena Fonte Nova, o adversário tricolor será nada mais, nada menos, que o atual campeão brasileiro e mineiro: Cruzeiro.
 
O treinador Marquinhos Santos tem dois desfalques para partida deste domingo (20). O primeiro só deve ficar à disposição comandante na terceira rodada, por conta de uma lesão muscular, que é o lateral-esquerdo Guilherme Santos. O jovem Pará, como no segundo jogo da decisão estadual, segue entre os titulares.

O segundo desfalque está no meio de campo. Uelliton, por estar emprestado pela equipe mineira, não pode enfrentar o Cruzeiro por questões contratuais. O Bahia, caso quisesse contar com o jogador, pode efetuar o pagamento da cláusula, o que não vai acontecer.

O substituto dele, porém, não foi confirmado. Três jogadores brigam por uma vaga no meio de campo tricolor, com maiores chances para o primeiro: Rafael Miranda, Hélder e Wilson Pittoni.

O volante Fahel, com dores no pé, e o atacante Maxi Biancucchi, com incômodo na panturrilha, participaram integralmente apenas do último treino com bola, realizado neste sábado (19), mas devem começar o jogo entre os onze titulares.

Série A - 1ª rodada
Bahia x Cruzeiro
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 20/04/2014
Horário: 16h00
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Flavio Gomes Barroca (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
 
Bahia: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Titi, Demerson e Pará; Fahel, Rafael Miranda (Pittoni), Lincoln, Rhayner e Rafinha; Talisca. Técnico: Marquinhos Santos.

Cruzeiro:Fábio; Mayke, Léo, Wallace e Egídio; Souza, Nilton, Tinga e Marlone, Willian e Borges. Técnico: Marcelo Oliveira.

Comentar

   

Sábado, 19 de Abril de 2014 - 16:02

Fahel deve enfrentar o Cruzeiro; Biancucchi é dúvida

por Felipe Santana

Fahel deve enfrentar o Cruzeiro; Biancucchi é dúvida
Foto: Divulgação
Depois da conquista do título estadual, com adiamento do jogo contra o Vila Nova-MG, pela Copa do Brasil, o treinador Marquinhos Santos ganhou uma semana para preparar o time que estreia neste domingo (20), contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro. No entanto, dois jogadores não participaram das atividades.
 
Maxi Biancucchi, com dores na panturrilha, não apareceu em campo. Fez tratamento intensivo no departamento médico, mas ainda assim está entre os 21 relacionados para o jogo contra equipe mineira. Chances são pequenas, mas o atleta não foi vetado pelo departamento médico. Ele treinou neste sabado e pode ser a surpresa da equipe.

Caso o argentino possa jogar, o atacante Rafinha volta para o banco de reservas.

Outro que virou motivo de preocupação foi o volante Fahel. Com dores no pé, ele participou apenas de uma parte do treinamento desta sexta-
feira (18) e depois deu continuidade ao tratamento contra o incômodo.

Fahel, no entanto, preocupa menos. Mesmo tratado pelo clube como dúvida ele deve começar a partida deste domingo (20) como titular da equipe.

O Bahia deve encarar o Cruzeiro com Marcelo Lomba; Diego Macedo, Titi, Demerson e Pará; Fahel, Rafael Miranda (Pittoni), Lincoln, Rhayner e Rafinha; Talisca.

Comentar

   

Sábado, 19 de Abril de 2014 - 14:01

Rhayner mostra confiança no triunfo tricolor contra o Cruzeiro

por Felipe Santana

Rhayner mostra confiança no triunfo tricolor contra o Cruzeiro
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia logo na estreia do Campeonato Brasileiro da Série A, neste domingo (20), na Arena Fonte Nova, terá como adversário o atual campeão nacional, Cruzeiro, que conquistou recentemente o título estadual e está disputando às oitavas de final da Taça Libertadores. 
 
O adversário é difícil? É. Mas, para o atacante Rhayner, é um bom momento para que o elenco do Bahia mostre que está preparado para disputa da Série A e quer brigar para ficar entre os dez primeiros após as 38 rodadas.

“Gosto de começar encarando dificuldade porque mostra logo a força do nosso grupo”, destacou.

Além do primeiro título da carreira, o Campeonato Baiano foi especial para Rhayner. Como se não bastasse do troféu de campeão estadual
ele recebeu de forma inédita um prêmio individual, sendo eleito um dos dois melhores atacantes do torneio.

Rhayner dedicou a premiação ao modo como foi recebido pelos companheiros no Fazendão.

“Minha primeira premiação e o meu primeiro título. Devo isso tudo aos meus companheiros que sempre me ajudaram e deram muito apoio”, disse.

Comentar

   

Sábado, 19 de Abril de 2014 - 12:04

Programa oficial do Bahia estreia neste domingo no PFC

por Felipe Santana

Programa oficial do Bahia estreia neste domingo no PFC
Neste domingo (20), os torcedores tricolores que optarem por acompanhar ao jogo entre Bahia e Cruzeiro pela televisão, em casa ou em qualquer estabelecimento, terão um motivo a mais para ligar o aparelho mais cedo. Porque, às 15h30, será exibido o primeiro programa da TV Bahêa no PFC.
 
O programa oficial do Esporte Clube Bahia, com duração de 25 minutos, a partir deste Brasileirão será exibido sempre antes dos jogos do tricolor na competição, no mesmo canal já programado pela Premiere Futebol Clube (PFC) para transmissão da partida.

No primeiro programa, que tem como supervisores o gerente de marketing Lênin Franco e a consultora do departamento de futebol, Priscila Ulbrich, o assunto principal será os bastidores da conquista do Campeonato Baiano de 2014.

O programa da TV Bahêa tem como produtores Andre Santos, Antonio Muniz e Bruno de Pádua.

Comentar

   
Carregando...

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

Quem será o campeão baiano de 2014?