Colunistas

Elane Varjão

01/08/2014 - 09:30

Giro: César Romero expõe na 3ª Bienal da Bahia

Artista plástico apresenta peças nunca expostas no estado, juntamente com as obras do escritor catarinense Harry Laus

31/07/2014 - 11:00

Giro: Meninas em tratamento de saúde ganham festa de debutante

Projeto ‘Sonho de Menina’contempla garotas que estão passando por tratamento oncológico, cardiológico ou em situação de vulnerabilidade social

Veja mais

Marcos Preto

29/07/2014 - 09:28

RelP: Looks de Beyoncé vão parar no museu

As roupas mais famosas da cantora Beyoncé ganham espaço em exposição nos Estados Unidos

24/07/2014 - 18:17

RelP:Mês de agosto repleto de atividades para estimular a conseguir o corpo dos sonhos

Workshop sobre nutrição esportiva e série de reportagens com foco em hábitos saudáveis serão ótimos aliados para quem busca uma silhueta magra e saudável.

Veja mais

Savana Caldas

31/07/2014 - 09:02

Gourmet - Outback revela surpresa para o Dia dos Pais

O Outback Steakhouse, em parceria com a Coca-Cola, preparou uma surpresa especial para o Dia dos Pais. Em todos os restaurantes da rede no domingo, 10 de agosto, os pais que forem comemorar a data no restaurante também receberão...

23/07/2014 - 18:55

Gourmet - Torre de Pizza anuncia nova unidade

Com mais de 30 anos de tradição, a Torre de Pizza ganhará a mais uma unidade de sua reconhecida rede de pizzarias. Em clima de ‘soft opening’, a inauguração acontece em agosto, na Praia de Buraquinho.

Veja mais

Literatura

Seca, o eterno drama de um povo

Neste poema, o jornalista e escritor José de Jesus Barreto retrata com sensibilidade a mais intensa, um drama que há seculos teima em castigar milhões de brasileiros habitantes do semi-árido nordestino, forçando-os a migrar para não sucumbir à falta de água e de alimento. A primeira "providência" para enfrentar a estiagem foi do Imperador Pedro II, que prometeu uma vez vender "a última jóia da coroa" para amenizar o sofrimento na região. Seguiram-se outras promessas, outras providências e o problema continua. Recentemente, vimos o estrago social e econômico que uma prolongada ausência de chuvas causou à Bahia.

 

O Deslize

O jornalista, professor e escritor Elieser César é o autor do conto que publicamos esta semana o qual aborda, de forma irônica e crítica, o poder, a hierarquia e o relacionamento no serviço público, em especial entre chefes e subordinados, e, principalmente, a moralidade. Leia a íntegra do texto na coluna Literatura.

Veja mais

Resenha BN

Ivete faz participação especial em show de Djavan em Salvador; veja vídeo do encontro

A (boa) surpresa da noite foi a participação especial de Ivete Sangalo, chamada de “Rainha do Brasil” pelo anfitrião. Ela foi anunciada por ele como “uma nova revelação da música baiana”. “Vamos ver se ela é afinada”, brincou. Quando Ivete entrou no palco, cantando “Meu Bem Querer”, o público vibrou. Veja o vídeo e leia mais sobre o encontro das estrelas da MPB em Salvador.

Veja mais

Entrevistas

'Um maremoto atrás do outro', diz Pitty sobre temas de composições do novo disco

Em 2003 Priscilla Novaes Leone, também conhecida como Pitty, estourou no mundo do rock nacional com o CD "Admirável Chip Novo", que apresentou ao público sucessos como "Máscara", "Teto de Vidro" e "Equalize". As próximas produções da baiana foram "Anacrônico", de 2005, "Chiaroscuro", de 2009, e além de dois discos ao vivo. Este ano, Pitty chega ao seu sexto álbum com o lançamento de "Sete Vidas". Um disco que fala sobre transformação e mudanças chegou à carreira da cantora em um momento de retorno às suas origens. Desde o lançamento de "Chiaroscuro", em 2009, Pitty não lançava novas músicas com sua banda de rock. No período, o Agridoce entrou em cena. Junto ao guitarrista Martin, a roqueira desenvolveu um projeto um pouco diferente do que seus fãs estavam acostumados, com músicas no estilo folk. Ao Bahia Notícias, Pitty contou como foi o processo de composição das novas músicas, sua relação com assuntos que ainda a afetam bastante e sobre sua visão do atual rock baiano.

Veja mais

Quinta, 14 de Maio de 2009 - 00:45

Cenas de filme sobre relação incestuosa entre irmãos caem na internet

por Ana Paula Macedo

Caiu na net e já está causando a maior polêmica, o vídeo promocional com quatro minutos do filme “Do começo ao fim”, de Aluizio Abranches, que fez “Um copo de cólera” e “As três marias”. O longa-metragem deve chegar aos cinemas em agosto e traz a relação incestuosa entre dois irmãos, filhos da mesma mãe e de pais diferentes que são criados juntos e acabam se envolvendo amorosamente. O filme é estrelado pelos atores Fábio Assunção e Julia Lemmertz. Segundo informações da imprensa nacional, o diretor não foi encontrado para comentar o assunto. Confira o trailer!



Comentar

   

Histórico de Conteudo

Agosto / 2014

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Ildázio Tavares Jr.

Ildázio Tavares Jr.: Um novo carnaval, uma nova proposta e uma nova cidade!

18/07/2014 17:10

Em sua nova coluna, Ildázio Tavares Jr. conta uma novidade dos bastidores da música baiana: uma proposta de novo circuito do Carnaval no Centro Administrativo da Bahia, o CAB. "Soube em uma destas tantas conversas que 16 empresários, produtoras e empresas, enfim, o trade do movimento musical que reinou por aqui, irá debandar de uma vez, mandar as favas os circuitos da Avenida e Barra e firmar um novo circuito no CAB". Segundo o colunista, a criação do que chama de 'axezódromo' será boa para a festa soteropolitana. "Sem corda, a violência vai diminuir. O flagelo do cordeiro acaba, a população vai se sentir prestigiada em ter novamente uma festa feita e pensada para ela. Turistas virão e gastarão grana". Leia o texto completo na coluna Cultura.

Ildázio Tavares Jr.: O modelo de negócio banda

23/06/2014 15:40

Em sua nova coluna, Ildázio critica a organização do mercado musical baiana que, segundo o colunista, gira em torno do "modelo de negócio banda". "O Axé music foi vendido como um movimento musical, mas a real é que a arte e a cultura ficaram sempre em décimo plano. O primordial foi, e sempre será, matar o cachê da banda! Tenho convicção que esse foi um dos grandes motivos para nunca ter se edificado uma ou mais casas de shows decentes aqui." Ildázio ainda diz que tal organização dos "empresários e dono de banda" acabaram destruindo carreiras de vários artistas. "Onde anda o Araketu? Ou o Terra Samba, que teve o disco mais vendido do axé music ao vivo em BH ?!?! E Ninha, Xéxeu e Patricia? Márcia Freire? Entupiram as rádios, com seu poder de jabá, das mais diversas imbecilidades musicais. É só lembrar de “Maria Joaquina de Amaral Pereira Goés, você contribói para o meu viver!”. Leia o texto completo na coluna Cultura.

Veja mais