Gemidos e respiração forte estão entre sons sexuais preferidos no Brasil, revela pesquisa
As frases e sons que os brasileiros tanto adoram quanto detestam na hora do sexo foram identificadas em uma pesquisa feita pelo site adulto Vivalocal. Os resultados mostram que o ruído preferido é o dos gemidos para 34% das mulheres e 32% dos homens. Em seguida aparece a respiração pesada, citada por 20% das mulheres entrevistas e por 18% dos homens. 

Leia mais

Produtora lança filmes pornôs com 'narração' e 'legenda' para cegos e surdos
A narração (voz de mulher) conta um trecho de "Desejo proibido" – e não vem ao caso descrever as interações futuras do casal: o filme é uma das duas primeiras produções do Sexy Hot, maior canal adulto do Brasil, a oferecer recurso de audiodescrição (para cegos) e legendas descritivas (para surdos), em iniciativa alegadamente pioneira no mercado nacional do segmento.

Leia mais

Pesquisa americana constata que mulheres que fumam maconha gozam mais e melhor
Um estudo da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, identificou que mulheres que fumam maconha regularmente relatam ter orgasmos maiores e melhores. Essas mulheres também possuem um nível mais alto de excitação e satisfação sexual.

Leia mais

'Baby boom': Indonésia estima 500 mil nascimentos acima da média após quarentena
Com as recomendações para que as pessoas fiquem em casa por causa da pandemia do coronavírus, a Indonésia passou a se preocupar com um dos efeitos disso: o crescimento no número de bebês nos próximos nove meses. O país é o quarto mais populoso do mundo, e o setor d eplanejamento familiar do governo tem se preocupado com o "baby boom". 

Leia mais

Austrália tem alta de casos de Covid após sexo entre pacientes e funcionários de hotel

A Austrália, considerada um sucesso no combate a pandemia do novo coronavírus, nesta semana registrou um alto número de novos casos da doença. As entidades de Saúde identificaram 77 novos casos e atribuíram a nova onda de infecção a um único local na cidade Melbourne: um hotel em que as pessoas eram mantidas sob quarentena. Reportagem do portal Metrópoles explica que funcionários do local fizeram sexo com os pacientes, e por isso o número de infectados disparou. 

 

Os seguranças do hotel admitiram que, durante os 14 dias em que os pacientes estiveram hospedados nos quartos cinco estrelas do Stamford Plaza, eles fizeram sexo. 

 

Segundo reportagem do Herald Sun, os 77 novos casos do novo coronavírus registrados na última quarta-feira (1º), foi o número  mais alto contabilizado desde 31 de março. Para as autoridades, esse aumento tem relação com os episódios ocorridos no hotel. Em toda semana, 289 pessoas foram contaminadas com Covid-19.

 

Em comparação a diversos países, a Austrália é um exemplo no controle da pandemia: são 8 mil casos e 104 mortes. Porém, o caso de Melbourne alertou o estado de Victoria, onde fica a cidade, para a possibilidade de uma segunda onda do novo coronavírus que pode se espalhar pelo país.

Leia mais

Terça, 02 de Junho de 2020 - 19:40

Regra que 'proíbe sexo' com quem não mora junto vira piada no Reino Unido

por Folhapress

Regra que 'proíbe sexo' com quem não mora junto vira piada no Reino Unido
Um pacote de medidas contra a propagação do novo coronavírus anunciado pelo governo do Reino Unido virou motivo de chacota na imprensa local e na internet porque uma das regras -a impossibilidade de encontrar qualquer pessoa que não more na mesma casa em um local fechado- está sendo classificada como uma "proibição ao sexo".

Leia mais

Coronavírus: Argentina recomenda sexo virtual como medida de isolamento social

O Ministério da Saúde da Argentina fez algumas recomendações para que os cidadãos argentinos possam ter sexo seguro em tempos do novo coronavírus. Nesta sexta-feira (17), as autoridades locais recomendaram o sexo virtual como uma alternativa para manter o distanciamento social.

 

"O distanciamento social é a medida mais efetiva de prevenção ao coronavírus. Então, quando falamos de distanciamento é importante evitar o contato cara a cara e isso inclui encontros sexuais com pessoas que não convivemos", disse o médico infectologista José Barletta, segundo o G1. 

 

“Existem muitos aplicativos para conhecer pessoas que podem continuar a serem utilizados mas neste momento, é melhor evitar encontrar pessoalmente", completou. 

 

Barletta também pontuou que até o momento só se sabe que o coronavírus se transmite pelas gotículas que expelimos quando falamos, tossimos ou espirramos e salientou que ainda não há muita informação se a transmissão pode ocorrer pelo sêmen. 

 

"Há poucas informações se o vírus é eliminado pelo sêmen ou pelas secreções da vagina ou do ânus. Sim, pode-se transmitir com os beijos e é muito provável que também seja transmitido via sexo oral ou anal".

 

O médico também recomendou o uso de preservativos e a higienização após o ato. " Lavar as mãos é uma maneira eficiente de evitar ser contaminado. É importante fazer depois da masturbação, das relações sexuais e do sexo virtual. Também é recomendável a limpeza dos teclados, celulares e brinquedos sexuais, mesmo que não tenha sido partilhado com outras pessoas", concluiu Barletta. 

Leia mais

ONU faz alerta sobre riscos de falta de camisinhas durante a pandemia
Em meio à pandemia do novo coronavírus a população poderá sofrer com a escassez de preservativos. O alerta foi feito pela Organização das Nações Unidas (ONU). A entidade afirmou que o desabastecimento pode acontecer devido à paralisação de fábricas e circuitos de distribuição.

Leia mais

Coronavírus: Espanhol é condenado por furar quarentena para transar com namorada
Um homem de 53 anos foi condenado por furar a quarentena na Espanha. O motivo? Saiu de casa na madrugada de quarta-feira (25) para matar a saudade da namorada. No entanto, o rapaz, identificado como Joaquín, foi pego pelas autoridades policiais do município de Las Palmas de Gran Canaria. Ele acabou confessando que saiu de casa porque queria transar com sua companheira. 

Leia mais

Sexta, 20 de Março de 2020 - 19:20

Sex shop dá vibradores de graça para mulheres em quarentena na América do Norte

por Gabriel Rios

Sex shop dá vibradores de graça para mulheres em quarentena na América do Norte
Por conta do surto do novo coronavírus, a recomendação é de que as pessoas fiquem em casa de quarentena. Com isso, cada um tem se virado da maneira que pode para combater a crise. Nos Estados Unidos, a Label Bellesa está dando um jeito para ajudar quem está em isolamento voluntário. A marca americana de sex-shop para mulheres anunciou que irá enviar vibradores de graça para quem está na América do Norte. 

Leia mais

Histórico de Conteúdo