Empresa cria 'biblioteca de orgasmos'; site reúne áudios de pessoas gozando

A marca de acessórios eróticos Bijoux Indiscrets criou a "Orgasm Sound Library" (biblioteca de orgasmos), site que reúne áudios de pessoas tendo orgasmos, enviados anonimamente por internautas (acesse). Quando reproduzidos, os áudios são acompanhados por imagens psicodélicas que representam as ondas sonoras e trazem hashtags que descrevem o momento. Segundo o IG, a ideia do site é mostrar que, ao contrário do que alguns pensam, nem todo mundo se comporta da mesma forma, fala as mesmas coisas ou emite os mesmos sons durante o prazer. De acordo com a criadora da marca, Elsa Viegas, o objetivo da biblioteca é mostrar às pessoas que a única preocupação delas deve ser aproveitar a experiência. "É importante incentivar mulheres a aproveitarem suas vidas sexuais e esquecer como ela "deveria ser" ou "deveria soar", explicou. Segundo especialistas, além de ajudar a "orientar" o parceiro ou a parceira, gemidos e outras reações sonoras ao prazer podem deixar a outra pessoa ainda mais excitada durante o ato sexual.

Leia mais

Ginecologista diz ter criado cirurgia que aumenta sensibilidade do ponto G

Um ginecologista norte-americano diz ter criado uma cirurgia capaz de aumentar a sensibilidade do chamado ponto G em mulheres. Criada por Adam Ostrzenski e batizada de G-spotplasty, a operação consiste em retirar uma pequena parte da parede interior da vagina e suturar a incisão. Dessa forma, o tecido fica retesado, o que supostamente deixa o ponto G mais evidente. Segundo a revista Super Interessante, o médico aplicou a técnica em três pacientes que haviam perdido a capacidade de ter orgasmos. Após a cirurgia, elas recuperaram a capacidade de ter orgasmos vaginais, ou seja, sem a estimulação do clitóris. No entanto, os resultados do médico são controversos, já que a própria existência do ponto G não é um consenso entre cientistas. Supostamente, ele fica 5 a 8 cm dentro da vagina.

Leia mais

Homem instaura sensor no corpo durante sexo com parceira e transforma em notas musicais

Um artista japonês, chamado Rory Viner, instaurou sensores de movimento no corpo e no da parceira durante uma relação sexual para transformar os movimentos em notas musicais. Segundo o Catraca Livre, os sinais dos movimentos do sexo foram transformados em softwares programados para responder com notas de sintetizador, ao vivo. Ainda de acordo com a nota, a intenção era explorar a forma como o som pode dilatar a proximidade emocional. Quanto mais contato físico for gerado durante a relação sexual, mais rápido os sensores responderão. Confira:

Leia mais

Pesquisa desenvolve contraceptivo masculino que impede o espermatozoide de nadar

Um estudo publicado na revista Plos One revelou que pesquisadores americanos estão desenvolvendo um anticoncepcional masculino que vai impedir o espermatozoide de nadar. Será utilizado um composto químico que torna o esperma mais lento e, portanto, menos propenso de chegar ao óvulo. No estudo, os pesquisadores injetaram doses altas e baixas do composto em macacos. Após seis horas, a mobilidade do espermatozoide dos animais caiu em 20%. De acordo com o Ig, o professor aposentado da Faculdade de Medicina de Chapel Hill, na Carolina do Norte, Michael O'Rand, explica que mesmo em doses baixas, o composto químico, denominado EP055, reduz a capacidade do espermatozoide de se locomover e torna a concepção pouco provável. "Simplificando, o composto desliga a capacidade do espermatozoide de nadar, limitando significativamente a capacidade de fertilização", diz O'Rand.

Leia mais

Estudo diz que os casais ficarão sem sexo em 2030 por causa da internet

De acordo com um estudo na Universidade de Cambridge, os casais ficarão sem sexo em 2030. Para o professor e estatístico David Spiegelhalter, responsável pela pesquisa, o resultado tem a ver com o tempo que as pessoas passam conectadas a internet. Para dar andamento ao estudo, foram realizadas entrevistas com casais entre 16 e 64 anos, que responderam quantas vezes fazem sexo por mês. Segundo o Ig, a média em 1990 foi de cinco vezes ao mês. Em 2000, o número caiu para quatro. Já em 2010, o número diminiu para três. Com isso, segundo o estudo, em 2030 ninguém mais fará sexo. "Uma das causas de uma baixa libido são as séries que muitas vezes assistimos sem parar durante horas e horas. Por isso, constantemente trocamos nossos parceiros pelo novo episódio de 'Game of Thrones' ou 'Stranger Things' e ficamos sem sexo", afirmou o pesquisador. Para os especialistas, a solução é saber a hora de se desligar de tudo e voltar às origens.

Leia mais

'Boca é para comer, não para sexo': Presidente da Uganda proíbe sexo oral

O Presidente de Uganda, Yoweri Museveni, conhecido por criminalizar a homossexualidade, criando leis anti-LGBT, proibiu a prática do sexo oral no país. De acordo com o Correio da Manhã, Meseveni culpa os estrangeiros pela banalização da prática e revelou que está preparando uma campanha, com cartazes e anúncios de televisão, contra o sexo oral. "A boca é para comer, não é para fazer sexo. Nós sabemos qual é a 'morada' do sexo, sabemos onde é que deve ir", defendeu o presidente em discurso. Em 2014, ano em que introduziu a lei anti-homossexual, Meseveni defendeu publicamente que a prática de sexo oral causava lombrigas e outros parasitas. Yoweri Museveni está à frente do país há mais de 30 anos.

Leia mais

Anticoncepcional masculino apresenta bons resultados no primeiro mês de testes

Um novo anticoncepcional masculino tem apresentado bons resultados no primeiro mês de testes clínicos. Em forma de cápsula, o medicamento precisa ser tomado uma vez por dia e modula a quantidade de testosterona presente no corpo para evitar a produção de espermatozoides. Segundo a revista Super Interessante, a pílula foi chamada de DMAU (undecanoato de nandrolona) e recentemente completou 30 dias de testes clínicos, com 83 homens saudáveis de 18 a 50 anos. Como efeitos colaterais, o medicamento apresentou apenas leve ganho de peso e pequena redução do HDL, o chamado colesterol bom. Foram testadas três doses diferentes do composto desenvolvido pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA. No entanto, ainda não há informações sobre o motivo de 17 desistências registradas na fase de testes.

Leia mais

Lubrificantes de maconha prometem orgasmos intensos, prolongados e múltiplos

Um lubrificante à base de óleo de Cannabis e óleo de coco está sendo produzido nos Estados Unidos e tem seduzido mulheres com a promessa de orgasmos mais intensos, prolongados e até múltiplos. Sua produção é oficial nos estados que legalizaram o mercado comercial da erva nos EUA, é tolerada no Uruguai e clandestina no Brasil. "Sei que posso ser presa, mas não tenho medo", diz Joana (nome fictício), produtora do óleo e que diz ter mais de cem clientes regulares entre Pernambuco, Rio e São Paulo. A Anvisa informou que a importação à base de canabidiol e outros canabinoides é autorizada para fins exclusivos de tratamento de sáude de pessoa física e mediante prescrição médica. Nos demais casos, a importação pode ser enquadrada nos crimes de porte ou tráfico de drogas, segundo informações da Polícia Federal.

Leia mais

Estudo aponta relação entre uso de antialérgicos e infertilidade masculina

O uso excessivo de antialérgicos-histamínicos pode afetar a fertilidade masculina, apontou estudo desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Biologia e Medicina Experimental da Argentina. A equipe concluiu foi de que o uso afeta a produção de hormônios masculinos, o que altera a quantidade e mobilidade dos espermatozoides. Segundo o jornal O Globo, o estudo foi feito a partir da revisão de pesquisas sobre efeitos adversos do medicamento e fertilidade das últimas quatro décadas. "Mais testes de larga escala são necessários para avaliar os possíveis efeitos negativos dos anti-histamínicos na saúde sexual e reprodutiva. Isso pode levar a novos tratamentos para os sintomas da alergia sem comprometer a fertilidade", afirmou Carolina Mondillo, uma das cientistas envolvidas. "Os dados compilados nesta revisão indicam o envolvimento crucial da histamina na orquestração das funções testiculares, mas ainda há muito a aprender sobre os mecanismos implicados". Os especialistas ressaltaram que o alerta é voltado para a comunidade científica, que deve avaliar a relação entre o uso de anti-histamínicos e a saúde sexual. Para pacientes, segue a recomendação de consultar médicos.

Leia mais

Mulher morre após marido usar bomba-morteiro como brinquedo sexual

Um homem foi preso nesta semana sob a acusação de matar sua esposa com o uso de uma bomba-morteiro como brinquedo sexual. Ruben Valera Cornejo afirmou, em interrogatório, que ele e a esposa haviam consumido muita bebida alcoólica no dia anterior. Durante o ato sexual, a mulher teria pedido que ele utilizasse os objetos da casa, localizada em Arequipa, Peru, como consolos. Ruben só percebeu a morte na manhã do dia seguinte. Segundo o jornal Extra, agentes encontraram sangue e pelos pubianos na bomba-morteiro, que estava em uma bolsa com vibradores do casal. O chefe da polícia de Arequipa, Javier Arana, acrescentou que o morteiro estava inativo e servia apenas como decoração. A causa mais provável da morte é hemorragia interna. Considerada uma arma leve de artilharia, a bomba-morteiro  tem 40,6 cm de comprimento e 5 cm de largura.

Leia mais

Histórico de Conteúdo