Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Anvisa cobra do Butantan dados sobre anticorpos da vacina CoronaVac
Foto: Mateus Pereira / GOVBA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou, nesta terça-feira (27), uma reunião com o Instituto Butantan para discutir a apresentação dos dados de imunogenicidade - capacidade da vacina estimular produção de anticorpos - da vacina CoronaVac.

 

O Butantan é o produtor brasileiro da vacina CoronaVac. O Instituto informou que ainda está definindo a metodologia dos testes que serão utilizados e que deve apresentar os resultados no menor prazo possível, porém não houve definição de data.

 

Segundo a Anvisa, os testes de imunogenicidade servem para avaliar a capacidade da vacina de estimular a produção de anticorpos no organismo das pessoas vacinadas durante o estudo, além de verificar por quanto tempo esses anticorpos permanecem ativos.

 

A apresentação dos dados de imunogenicidade é parte do Termo de Compromisso assumido pelo Instituto Butantan na ocasião em que a Anvisa autorizou o uso emergencial da vacina no Brasil. Os dados em questão estão previstos nos processos de registro e de uso emergencial de vacinas.

Histórico de Conteúdo