Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 14 de Abril de 2021 - 09:40

Covid-19: Médicos terão que cadastrar pacientes com comorbidades em sistema

por Bruno Luiz / Jade Coelho

Covid-19: Médicos terão que cadastrar pacientes com comorbidades em sistema
Foto: Secom/Prefeitura de Salvador

A prefeitura de Salvador planeja iniciar a fase três da vacinação contra a Covid-19 na semana que vem. Nesta etapa, as pessoas com comorbidades e doenças crônicas serão imunizadas (lembre aqui). Para ter acesso ao imunizante o paciente terá que estar incluído no banco de dados da Secretaria Municipal da Saúde através de um cadastro feito por um médico.

 

As pessoas atendidas no SUS já tem dados computados no sistema da SMS não terão que fazer novos cadastros.

 

Já aqueles atendidos na rede privada, o médico que acompanha deve acessar o site (disponível aqui) com o login e a senha de acesso ao site do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) para registrar que atesta a comorbidade do paciente.

 

No site, o médico deve preencher dados profissionais e em seguida do paciente (CPF, data de nascimento, nome do paciente e nome da mãe). O passo seguinte é selecionar as comorbidades do pacientes, de acordo com as definições do Ministério da Saúde.

 

“O médico vai lançar as informações do paciente, lançar o relatório do histórico desse paciente, e se responsabilizar pelas informações que estão sendo fornecidas. Feito isso, o paciente está cadastrado”, explicou o prefeito Bruno Reis (DEM) nesta quarta-feira (14) durante lançamento da plataforma.

Histórico de Conteúdo