Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ministério da Saúde abre consulta pública sobre inclusão de tratamento com canabidiol no SUS
Foto: 123RF

O Ministério da Saúde abriu uma consulta pública para recolher opiniões sobre a inclusão do canabidiol entre as substâncias adotadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no tratamento de crianças e adolescentes com epilepsia refratária. 

 

A sociedade tem até o dia 15 de março para contribuir nessa pesquisa, aberta pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), ajudando a confirmar ou modificar a avaliação do órgão, cujos técnicos deram parecer contrário.

 

Segundo o Conitec, o parecer contra a recomendação do Canabidiol Prati-Donaduzzi  se deu porque 30% dos pacientes com epilepsia são considerados resistentes aos medicamentos. “As evidências científicas existentes incluíram poucos pacientes, apresentaram benefício questionável, aumento importante de eventos adversos e descontinuação do tratamento, com resultados de custo-efetividade e impacto orçamentário elevados”, justificou. 

 

Com a consulta pública, o órgão diz ter expectativa de que “sejam trazidas informações relacionadas ao uso da tecnologia em avaliação, sejam como relatos de experiência ou evidências científicas, que possam contribuir para recomendação final da Comissão”.

Histórico de Conteúdo