Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Número de casos de Covid-19 na China é o maior desde julho; Hebei é epicentro
Foto: Divulgação

A autoridade de saúde da China anunciou, nesta segunda-feira (11), que o país registrou o maior número diário de novos infectados pela Covid-19 emmais de 5 meses. De acordo com o portal Bem Estar, do G1, o avanço se dá por causa do alto índice de contaminações na província de Hebei, que fica próxima a Pequim. 

 

Ao todo, a província contabilizou 82 casos. De acordo com a Cmissão Nacional de Saúde (NHC, na sigla Inglês), foram vistos outros dois em Liaoning, um em Pequim e 18 importados do exterior. Além disso, 76 pessoas ficaram assintomáticas.  

 

Desde o início da pandemia, a China possui 87.536 casos do novo coronavírus, que resultaram em 4.634 mortes. Porém, o país contabiliza apenas pessoas que têm diagnóstico positivo e demonstram sintomas da doença. 

 

Para evitar uma nova onda de infecções, o governo da China promove medidas de restrição na província de Hebei. Ainda segundo o G1, pessoas e veículos são sendo impedidos de deixar a cidade e o transporte público foi interrompido.

 

A capital de Hebei, Shijiazhuang, registrou 77 dos 82 novos casos de Covid-19 e todos os 49 novos casos assintomáticos relatados na província. 

 

Vale lembrar que uma equipe da Organização Mundial da Sáude (OMS) será enviada, na próxima quinta-feira (14), à China para investigar a origem da pandemia (lembre aqui). 

 

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, criticou a demora do país em liberar a viagem. O itinerário da equipe também não foi revelado pelo NHC. Desde o início da pandemia, a China é acusada de encobrir o surto inicialmente e permitir que o vírus se espalhasse pelo mundo. A doença surgiu na cidade de Wuhan, em dezembro de 2019. 
 

Histórico de Conteúdo