Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

OMS sugere que países se preparem 'para algo que pode ser ainda mais grave'
Foto: Tony Winston/Ministério da Saúde

O mundo precisa estar preparado para algo pior que a pandemia da Covid-19. Esse foi o alerta do diretor de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, nesta segunda-feira (28). 

 

De acordo com ryan, a crise sanitária causada pelo coronavírus não é, necessariamente, a "grande" pandemia. 

 

"Essa pandemia foi muito grave. Se espalhou ao redor do mundo extremamente rápido, afetou cada canto do planeta. Mas essa não é necessariamente a 'grande' [pandemia]", disse o diretor durante coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça. As informações são do portal Bem Estar. 

 

"Esse vírus é muito transmissível, mata, e tirou entes queridos de muitas pessoas. Mas a taxa de letalidade é razoavelmente baixa comparada a outras doenças emergentes. Isso é um alerta. O planeta é frágil. Essas ameaças vão continuar", continuou Ryan.

 

Ele destacou que se tem uma coisa que  essa pandemia ensinou é a necessidade de organização. "Temos que nos preparar para algo que pode ser ainda mais grave no futuro", completou. 

 

De acordo com a reportagem, no sábado (26), o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, também alertou que a pandemia de Covid-19 não seria a última que o mundo enfrentaria.

 

Ryan lembrou, ainda, que é provável que o novo coronavírus (Sars-CoV-2) se torne endêmico – isto é, que nunca venha a desaparecer. Esse alerta já havia sido feito pelo diretor em maio.

Histórico de Conteúdo