Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Reuniões familiares em festas de fim de ano não são aposta segura, afirma OMS
Foto: Christopher Black / OMS

Reuniões familiares nas festas de fim de ano, como natal e ano novo, não são a aposta mais segura para as famílias, se quiserem impedir a disseminação do novo coronavírus. Foi o que recomendou nesta terça-feira (24) a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

 

"Em algumas situações, a difícil decisão de não ter uma reunião familiar é a aposta mais segura", disse a líder técnica da OMS, Maria Van Kerkhove. 

 

Vale lembrar que o Brasil já possui mais de 6 milhões de casos do novo coronavírus, enquanto a Europa vivencia uma segunda onda da doença. 

 

Também nesta segunda, Soumya Swaminathan, cientista-chefe da organização afirmou que as notícias sobre os resultados da vacina contra o novo coronavírus produzida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório britânico AstraZeneca são encorajadoras. "Esperamos ver os dados, como fazemos com outros resultados promissores das últimas semanas", afirmou. 

 

O imunizante pode ser cerca de 90% eficaz, anunciou a AstraZeneca, além de ser mais fácil de distribuir e ser armazenado do que as produzidas por outros laboratórios. 

 

Histórico de Conteúdo