Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Outubro Rosa: Todas as 10 mil mamografias oferecidas pela Sesab foram agendadas
Foto: Divulgação

Todas as 10 mil mamografias disponibilizadas pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para as mulheres de 40 a 69 anos, residentes em Salvador, até 13 de novembro, já foram agendadas. 

 

A ação faz parte da programação do órgão para o Outubro Rosa, que enfatiza a importância do rastramento do Câncer de mama, por meio da detecção precoce. “A principal causa de morte por câncer entre mulheres se dá pelo câncer de mama e o diagnóstico precoce pode levar à cura. Além disso, quando precocemente descoberto pode-se evitar o procedimento cirúrgico de retirar a mama por completo, o que, para algumas mulheres, é como uma mutilação, ou ainda evitar procedimentos complementares como quimioterapia ou radioterapia, aumentando a sobrevida dessas pacientes e reduzindo a morbidade”, afirma o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

 

Para as mulheres que ainda pretendem fazer a mamografia e não agendaram o exame nas unidades móveis disponibilizadas pela Sesab, a recomendação é que busquem a secretaria municipal de saúde, que tem o dever de ofertar o serviço em diversas unidades durante o ano inteiro.

 

Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que, em 2020, serão 3.460 novos casos de câncer de mama na Bahia. Destes, 1.180 em Salvador. O Inca explica que o câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente.

 

Especialistas do Inca explicam que diversos fatores estão envolvidos na etiologia do câncer de mama: idade da primeira menstruação (menor do que 12 anos); menopausa após os 55 anos; mulheres que nunca engravidaram ou nunca tiveram filhos (nuliparidade); primeira gravidez após os 30 anos; uso de alguns anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal (TRH) na menopausa, especialmente se por tempo prolongado; exposição à radiação ionizante; consumo de bebidas alcoólicas; dietas hipercalóricas; sedentarismo e predisposição genética.

 

A mamografia bienal para as mulheres na faixa etária estabelecida é a estratégia de rastreio indicada, enquanto o diagnóstico precoce é formado pelo tripé: população alerta para os sinais e sintomas suspeitos; profissionais de saúde capacitados para avaliar os casos suspeitos; e sistemas e serviços de saúde preparados para garantir a confirmação diagnóstica oportuna e com qualidade.

 

Quando a doença é diagnosticada no início, o tratamento tem maior potencial curativo. No caso de a doença já possuir metástases (quando o câncer se espalhou para outros órgãos), o tratamento busca prolongar a sobrevida e melhorar a qualidade de vida.

Histórico de Conteúdo