Mulher tem alta de hospital de câncer após um ano internada com leucemia  
Foto: Reprodução / G1

Após um ano internada para se tratar de uma leucemia mieloide aguda no BCC Oncologia, o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer, em São Paulo, a mineira Roberta Tardelli recebeu alta. De acordo com o G1 ela foi diagnosticada em setembro de 2017 com esse câncer que acomete a medula óssea.  

  

Em 2018, ela passou por um por um transplante de medula óssea doada pelo seu próprio filho, Felipe, que era um doador compatível, porém teve complicações logo após cirurgia e sofreu três paradas cardíacas. Por isso, foi internada várias vezes.  

  

No final de janeiro do ano passado, Roberta teve o diagnóstico da Doença do Enxerto Contra o Hospedeiro, condição em que as células da medula óssea do doador atacam o organismo do receptor. Em março passou a apresentar confusão mental e precisou ser internada na UTI, em que ficou por um mês. Contudo, seguiu internada, pois além da recuperação da doença, ela também havia perdido os movimentos do corpo e precisava passar por fisioterapia intensiva. 

Histórico de Conteúdo