Vacina mostra eficácia em resposta contra Sars-CoV-2 na 1ª fase de estudo em humanos 
Foto: Reprodução/Pixabay

Pesquisadores chineses constataram bons resultados na primeira fase de testes de uma vacina contra a Covid-19. A imunização se mostrou segura e capaz de gerar uma resposta imunológica rápida contra o Sars-CoV-2 em humanos. O resultado dos testes do medicamento, realizado em 108 adultos saudáveis, foi compartilhado nesta sexta-feira (22) no veículo especializado The Lancet.

 

O estudo em questão avaliou a vacina Ad5-nCoV. Participaram desta fase voluntários com idades entre 18 e 60 anos que não tiveram infecção por Sars-CoV-2. 

 

No processo os pacientes voluntários foram divididos em três grupos que receberam uma única injeção intramuscular em dose baixa, média ou alta, e realizaram exames de acompanhamento nas semanas após a aplicação. As informações constam em reportagem da revista Galileu. 

 

Os especialistas avaliam que a vacina foi bem tolerada em todas as doses, sem causar eventos adversos graves nos primeiros 28 dias após sua aplicação. 

 

Entre os efeitos colaterais percebidos no uso do medicamento estão dor leve no local da injeção, febre, fadiga, dor de cabeça e dor muscular. Um único participante que recebeu a dose mais alta da vacina relatou sintomas mais graves, incluindo falta de ar. A reportagem destaca que essas reações adversas persistiram por menos de 48 horas.

 

Após 28 dias da aplicação do medicamento, a maior parte dos voluntários tinha gerado respostas de anticorpos e células T para se defender contra Sars-CoV-2.

Histórico de Conteúdo