Carnaval de Salvador terá unidade móvel para atender mulheres vítimas de violência
Foto: Divulgação

Uma Unidade Móvel com equipe multidisciplinar para acolhimento e atendimento de mulheres em situação de violência nos circuitos do Carnaval, em Salvador, será montada na Avenida Adhemar de Barros neste ano.

 

A Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres Expostas à Violência Sexual (AME) atuará a partir da quinta-feira (20), das 17h às 22h e irá ofertar acompanhamento realizado por psicóloga, assistente social e advogada, com encaminhamento de ocorrências médicas para o Hospital da Mulher.

 

Mulheres, adolescentes e trans expostas a situações de abusos e violência sexual poderão ser acolhidas no centro, que dispõe de equipe multiprofissional com médicas ginecologistas, enfermeiras, assistentes sociais, psicólogas e farmacêuticas.

 

Assim como nas demais datas, durante o Carnaval, as pacientes poderão ser atendidas através de demanda espontânea – também chamada porta aberta –, sem necessidade de agendamento prévio. O encaminhamento também poderá ser feito pela rede de enfrentamento à violência contra a mulher, através de órgão judicial e policial, Instituto Médico Legal (IML), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Delegacia Especial de Atenção à Mulher (DEAM’s), Unidade de Pronto Atendimento (UPA’s) ou Central Estadual de Regulação da Bahia (CER-BA).

 

Ao dar entrada na unidade, a paciente realiza exames laboratoriais sorológicos, profilaxia para HIV e IST’s, contracepção de emergência e exame médico pericial em parceria com o IML, além de, quando do desejo da mulher, dispõe de acompanhamento à delegacia especializada para registro da ocorrência.


A iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) ocorre e parceria com o Hospital da Mulher. 

Histórico de Conteúdo