Instituto do Câncer emite alerta sobre uso de cigarros eletrônicos para fumantes
Foto: Reprodução/ElPeriodico

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) fez um alerta sobre o uso de cigarros eletrônicos. A entidade chamou a atenção dos brasileiros para o uso dos dispositivos que funcionam com bateria,  possuem diferentes formas e mecanismos, e que contenham substâncias tóxicas, na maioria aditivos com sabores de nicotina. A droga causa dependência química.

 

O Inca apontou na publicação que esses dispositivos eletrônicos também são responsáveis por acidentes, a exemplo de explosões de baterias que provocam queimaduras, perda de partes do corpo e até morte.

 

O líquido utilizado nos cigarros eletrônicos também foi condenado pelo Inca. De acordo com a Agência Brasil, o produto que contém nicotina pode provocar princípios de incêndio em residências e doença pulmonar severa quando inalado, principalmente por crianças. Estudos científicos demonstram que a chance de um jovem começar a fumar cigarros convencionais quadruplica com o uso dos dispositivos eletrônicos.

Histórico de Conteúdo