Fesf comemora dez anos com programas para desenvolvimento do SUS na Bahia
Foto: Divulgação

Autoridades, médicos e profissionais da área de saúde se reuniram, nesta sexta-feira (25), para celebrar os dez anos da Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf), em um evento realizado no prédio da Antiga Faculdade de Medicina da Ufba, em Salvador. Durante a cerimônia, a Fundação homenageou funcionários e apresentou seus programas, em parceria com o Governo do Estado, voltados para o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia.

 

Para o desenvolvimento de novas ferramentas de atendimento, a Fesf conta com o suporte da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Para a titular da pasta, Adélia Pinheiro, a parceria  ajuda a fomentar o desenvolvimento da Bahia. "Nós temos uma unidade da Fundação instalada no Parque Tecnológico da Bahia com o objetivo de gerar inovações sociais e tecnologias que agregam qualidades da atenção prestada aos pacientes. São ideias como essas que trazem o avanço e têm o poder de mudar a vida das pessoas", afirmou a secretária.

 

"Nos últimos dez anos temos apoiado o desenvolvimento do SUS na Bahia para melhorar cada vez mais a atenção básica à saúde. Nosso objetivo é dar continuidade a essa história e, para isso, temos o apoio do Governo da Bahia em diversos projetos, como a implementação da Política Nacional de Humanização Hospitalar, o Programa de Qualificação do Parto Natural Humanizado e as Centrais de Regulação de Leitos e ações do Programa Primeiro Emprego. É assim que queremos continuar para dar mais força ao atendimento gratuito para os baianos", comentou o diretor geral da Fesf, Carlos Alberto Trindade.

 

MANIFESTO
Durante o evento, os ex-ministros da saúde José Agenor Alvares da Silva, José Saraiva Felipe, Arthur Chioro e José Gomes Temporão assinaram um documento em defesa do SUS, que foi lançado em Brasília, durante a 16ª Conferência Nacional de Saúde.


"Aproveitamos uma data importante de celebração dessa iniciativa maravilhosa que é a Fesf para fazer a assinatura de um manifesto ressaltando a importância de proteger a saúde pública no Brasil. E nada mais justo que estar fazendo uma leitura pública desse documento aqui na Bahia, que é uma referência nacional no compromisso de aprimoramento do SUS", afirmou o ex-ministro Arthur Chioro.

Histórico de Conteúdo