Com solidariedade em meio a dor, família de Alagoinhas autoriza doação de órgãos
Foto: Divulgação/Sesab

Uma família de Alagoinhas, no Agreste Baiano, transformou a dor da perda de um ente querido em solidariedade ao autorizar a doação de órgãos de um jovem de 17 anos. A captação dos múltiplos órgãos foi realizada pela equipe do Hospital Regional Dantas Bião neste domingo (16), após diagnóstico de cerebral e realização de  testes.

 

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a equipe médica captou o fígado, os rins e as córneas.

 

A enfermeira Monique Carmo da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HRDB, destacou que a família já havia ouvido falar sobre a doação de órgãos e transplantes, então decidiu doar.

 

“O contato e a conversa com os familiares é essencial para que a autorização seja dada e assim realizada a captação. Sabemos que é um momento de dor, respeitamos e buscamos dar o máximo de orientação à família. Eles estavam muito abalados com a perda, mas decidiram autorizar a doação. Foi emocionante e agradecemos a todos eles por salvar outras vidas”, explica Monique Carmo.

 

De acordo com dados da Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes (Coset), da Sesab, o número de pessoas que resistem a autorizar o transplante de órgãos de parentes na Bahia ainda é considerado alto. De cada 10 famílias baianas, apenas três autorizam o procedimento após o falecimento do parente, enquanto a fila de quem depende deste procedimento tem crescido nos últimos anos.

Histórico de Conteúdo