Programa Criança Feliz deve chegar a 1 milhão de crianças neste ano, diz ministro
Foto: Agência Brasil

Representantes de 24 estados e do Distrito Federal se comprometeram nesta terça-feira (12) a da continuidade ao programa Criança Feliz, voltado para crianças de até seis anos. O documento foi assinado durante o Seminário Internacional da Primeira Infância e não inclui apenas os estados de Minas Gerais e Santa Catarina, que estão em processo de adesão.

 

O programa Criança Feliz atende atualmente 519 mil crianças e gestantes do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Segundo a Agência Brasil, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, acredita que o número deve chegar a 1 milhão até o fim de 2019.

 

“O programa Criança Feliz vai na casa, orientar a família, dar suporte à família, a como estimular a criança de forma adequada. Vai ver a situação que a criança está vivendo, as dificuldades que têm e o que pode ser feito de política pública para a família”, afirmou. O objetivo, ao final dos quatro anos de governo, em 2022, é chegar a 3 milhões de crianças beneficiadas.

 

Lançado em 2016, o programa integra as áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos. Nas visitas semanais, técnicos capacitados orientam sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos beneficiárias do Bolsa Família e de até seis anos que recebem o BPC. As gestantes também recebem atendimento.

Histórico de Conteúdo