Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Devido a remédio para calvície, jovem fica com pênis 'menor do que quando era criança'
Foto: Shutterstock
Após ser diagnosticado com calvície, um homem de 25 anos passou a utilizar uma combinação de minoxidil e finasterida, receitados por uma dermatologista. O jovem, que preferiu não se identificar, tomou o medicamento por cerca de 100 dias, entre abril e junho de 2014, e interrompeu o uso. A partir deste momento, ele passou a sofrer com problemas relatados anonimamente por diversas pessoas em redes sociais. Em entrevista ao site R7, ele contou que passou a ter impotência, diminuição da libido, perda de sensibilidade e retração dos órgãos genitais, além de irritabilidade. "Durante o uso, eu quase não notei nada. Lembro que uma vez, ainda no primeiro período de uso da droga, eu cheguei a olhar meu pênis ereto e achar que ele estava um pouco menos cheio. Mas achei que era coisa da minha cabeça, afinal eu não estava no topo da excitação sexual. O que eu não percebia era que o próprio fato de não atingir esse máximo de excitação tinha a ver com a finasterida, já que ela corta a libido. No segundo período de uso, em dezembro, tive extrema irritabilidade", disse. Em um dia de abril, bruscamente, segundo ele, o jovem passou perdeu a sensibilidade no pênis, que ainda "encolheu". Outros sintomas como queimação, formigamento e insônia também o incomodaram por cerca de três semanas. "A insônia foi horrível, eu dormia muito pouco por noite e o sono era péssimo. Era como se eu estivesse sob tortura, porque mal eu pegava no sono, acordava de supetão como se alguém tivesse me dado um soco no peito ou jogado um balde d'água. Eu sentia necessidade de urinar toda hora, tanto de dia quanto à noite, e a urina saía transparente como água. E meus testículos encolheram rapidamente. Eu sentia alguma dor no testículo direito. Após o crash é que eu finalmente desconfiei da finasterida", relatou. Depois que o incômodo reduziu, o jovem descobriu sequelas do uso do medicamento. "Infelizmente [me tornei infértil]. Meus testículos estão encolhidos; o laudo de uma ultrassonografia da bolsa escrotal apontou 'hipotrofia testicular bilateral'. No 'crash', meu pênis parecia quase não receber sangue. Em vez do arroxeado normal, ele estava branco. Ficou menor do que quando eu era criança. Só alguns dias depois é que eu vi uma mancha vermelha se espalhando", lamentou. Apesar de não haver relatos médicos sobre um tratamento para o quadro, o jovem ainda acredita na possibilidade de recuperação.

Histórico de Conteúdo