Levantamento aponta dor lombar como campeã no ranking de atestados médicos em 2013
Problema afeta quase o dobro de mulheres na comparação com os homens
Um ranking nacional apontou a dor lombar como a líder de afastamentos por atestados médicos. Em um universo de 500 pessoas pesquisadas pela Gesto Saúde & Tecno logia (GST), o problema afeta quase o dobro de mulheres (319) em comparação com os homens (181). Entende-se por afastamentos por atestado médico, os casos que não são previdenciários, ou seja, de até 15 dias e pagos pela empresa. O mesmo relatório ainda informa que a média de dias perdidos no trabalho é de um dia e meio. Para chegar ao resultado, a GST consultou (através da ferramenta GI) 90 empresas brasileiras, o que soma mais de meio milhão de vidas administradas. A ferramenta aplicada pela GST reúne conceitos de bigdata e business intelligence, o que integra informações de planos de saúde, atestados médicos, afastamentos, dados da medicina ocupacional e ROI (Return Of Investment) das ações de promoção de saúde e, dessas diferentes fontes, extrai oportunidades de redução de custo e incremento de saúde.

Histórico de Conteúdo