Centro de Zooneses promove ação no subúrbio de Salvador contra aedes aegypti
Foto: Pinterest

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) leva serviços de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, zika e chikugunya, no bairro de Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, neste sábado (24). O local apresenta um alto índice de infestação predial, de acordo com dados do último Levantamento de Índice de Infestação (LIRAa), divulgado nesta semana.

 

Durante a mobilização, das 09h às 12h, os agentes vão passar pelas ruas Marques de Leão, do Barro, Cristovão Barreto e Almeida Júnior para realizar visitação de casa a casa, identificar e eliminar os criadouros do vetor, além do tratamento de focos em térreos baldios e busca ativa de indivíduos com sintomas dos agravos. Os moradores das ruas citadas deverão colaborar com a iniciativa descartando materiais inservíveis.

A estratégia de bloqueio seguirá no Subúrbio na próxima semana, os bairros a serem contemplados com serão Rio Sena, Ilha Amarela e Periperi. No período de 19 a 23 de agosto, última semana, o CCZ realizou inspeção em mais de 80 mil imóveis nos bairros prioritários da capital.

 

O Secretário Municipal da Saúde, Leo Prates, ressalta que o trabalho de combate da gestão contra o mosquito Aedes só é eficaz com a parceria da comunidade. “Nós fazemos um apelo a toda população da cidade para que nos ajudem a combater este mosquito, que, embora pequeno, oferece grandes riscos às pessoas. Ações simples podem fazer a diferença, assim como disseminar para a comunidade e pessoas próximas a importância de agir dentro de casa, e de ser um tipo de multiplicador onde mora. O Centro de Controle de Zoonoses está fazendo tudo que é possível para amenizar os focos, e podem ter certeza que estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para vencermos essa batalha, investindo pesado, porém, a ajuda da população, é imprescindível para vencermos essa guerra. Todos contra o mosquito”, declarou.

Mandetta convoca conselho para discutir redução de valores de planos de saúde
Foto: Divulgação

O Conselho de Saúde Suplementar será convocado para tratar da desburocratização para reduzir os preços de planos de saúde. O órgão colegiado discutirá medidas que não precisem de aprovação do Congresso Nacional.

 

O anúncio da reunião foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante o discurso na abertura do 24º Congresso da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) e 15º Congresso do Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo (SINOG), nesta quinta-feira (22), em São Paulo. Para o ministro, a saúde suplementar precisa rever o sistema de reajuste dos planos. “Atualmente, a lógica não permite que o indivíduo como pessoa física possa adquirir um plano de saúde, basicamente, por uma questão de metodologia. Não é possível que essa metodologia aritmética, econômica e social não apresente uma fórmula que dê conforto para que o indivíduo possa contratar, bem como para o contratante”, assinalou Mandetta.

 

No evento, destacou, ainda, o desafio do setor privado se unir à lógica do SUS, de investir na prevenção às doenças para melhoria da qualidade de vida da população e redução de custos dos tratamentos. “Quando falamos de prevenção, o setor de saúde suplementar terá que fazer uma discussão muito séria: ser um plano com o qual o indivíduo tenha o seu contrato e caso fique doente exija seus direitos. Ou outro sistema que vai lutar de maneira muito intensa pela prevenção”.

 

Ao abordar a questão, Luiz Henrique Mandetta ressaltou que o SUS caminha de forma muito sólida para ampliar a promoção à saúde e o acesso à prevenção na Atenção Primária. Nesse sentido, o ministro citou o exemplo do Programa Médicos pelo Brasil, que contratará médicos especialistas (em regime CLT) em medicina de família e comunidade para as áreas mais carentes. Outra ação em andamento é o Programa Saúde na Hora, que já conta com a habilitação de mais de 900 Unidades de Saúde da Família, que passam a ampliar o horário de atendimento, funcionando no horário do almoço até o período noturno, além dos fins de semana. A ideia é reforçar a assistência na porta de entrada do SUS, capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde da população.

Mães se unem para incentivo à amamentação no Parque da Cidade neste domingo
Foto: Reprodução/Getty Images

Mães de Salvador vão se reunir no Parque da Cidade neo próximo domingo (25) em mais uma edição do projeto Mamando no Parque, que tem o objetivo de reforçar a mensagem de que o aleitamento materno pode ser a chave para prevenir todas as formas de desnutrição e garantir a segurança alimentar do bebê. A ação é promovida pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e terá início às 9h e segue até às 12h.

 

A pasta destaca que a mobilização faz parte das estratégias do Agosto Dourado, mês de incentivo ao aleitamento. A expectativa é de que centenas de mamães se reúnam no Parque da Cidade para um grande 'Mamaço' coletivo.

 

A ação contará ainda com aulas gratuitas de yoga, shantala e dança circular, oficinas de música, pintura e poesia, além de rodas de conversa sobre amamentação.

 

“O leite materno é o alimento mais completo que existe para o recém-nascido. Protege de doenças respiratórias e imunológicas, além de prevenir alergias. O leite, ainda, é um forte aliado no combate à mortalidade infantil”, explicou Michele Sacramento, Técnica de Saúde da Criança de Salvador.

Fortalecimento de iniciativas com foco em HIV/Aids é tema de discussões em Salvador
Foto: Reprodução/Getty Images

A discussão e fortalecimento de iniciativas promovidas por Organizações da Sociedade Civil (OSC) de todo o Brasil relacionadas ao HIV/Aids e as Hepatites Virais, serão o foco de um evento que acontecerá em Salvador entre os dias 27 e 29 de agosto. O 2º Encontro Nacional de Projetos Apoiados pelo Fundo Positivo vai reunir mais de quinze representantes de projetos aprovados em editais públicos do Fundo Positivo, publicados em 2018 e 2019.

 

O Fundo Positivo é uma organização criada em 2014 com a missão de mobilizar recursos para financiar projetos sociais das OSCs que trabalham no campo do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Atualmente 70 OSCs vêm sendo beneficiadas em todas as regiões do Brasil, trabalhando informações sobre prevenção do HIV/aids, diversidade e inclusão social, promoção da defesa dos direitos e saúde sexual e reprodutiva e redução das desigualdades em saúde.

 

O encontro pretende, nesta edição, consolidar e ampliar ações de base comunitária no campo da comunicação, para que estas iniciativas permitam a utilização das mídias digitais e as rádios comunitárias na divulgação dos materiais educativos de prevenção das infecções sexualmente transmissíveis.

Salvador reduz número de bairros com risco de dengue, mas segue em alerta para epidemia
Foto: Divulgação

Salvador reduziu o número de bairros que possuem alto risco de dengue. De acordo com o Levantamento de Índice Rápido para o Aedes Aegypti, o município passou de 28 para 14 localidades com o Indicador de Infestação Predial (IIP) acima de 4%. A comparação é feita entre o levantamento de abril e esse mais recente, feito em julho.

 

Mesmo com a diminuição de bairros, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alega que Salvador segue em estado de alerta para uma possível epidemia de dengue, zika e chikungunya. “É um resultado muito tímido levando em conta todos os esforços da gestão em manter a cidade livre das doenças que são causadas pelo mosquito. É importante que a população também faça o seu papel e nos ajude nesse trabalho ininterrupto limpando seus respectivos quintais, ficando atentos aos vasos de plantas e mudando hábitos como deixar de jogar lixo nas ruas. Se todos não fizerem a sua parte, fragiliza o nosso trabalho” pontuou Isolina Miguez, subcoordenadora de Controle das Arboviroes.

 

No geral, o índice na cidade permaneceu o mesmo (2,7%). Ou seja, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente três apresentaram focos de mosquito. Os bairros que apresentaram maior índice de infestação são Lagoa da Paixão e Valéria (9,9%). Além deles, Coutos e Vista Alegre (7,3%), Lobato, Plataforma e São João (7%) também estão em alerta. A Boca do Rio foi o bairro que apresentou o indicador mais baixo da cidade, com 0,2%.

 

Nesta sexta-feira (23), a Prefeitura realizou um mutirões simultâneos em quatro bairros da cidade (Vila Canária, Vale dos Lagos, Pituba e Amaralina). Segundo a SMS, mais uma linha de atuação para o enfrentamento ao Aedes aegypit na cidade foi implantada pela gestão nesta semana. Os agentes de combate às endemias iniciaram a instalação de armadilhas contra o mosquito em localidade do Distrito Sanitário São Caetano/Valéria. Durante a iniciativa que visa expandir os modos de controle do índice de infestação predial na capital baiana, cerca de 120 produtos do modelo Loc ovitramp foram colocados em pontos estratégicos da região.

Especialista prevê que transplante de coração de porcos em humanos será possível em 3 anos
Foto: Reprodução/Getty Images

As semelhanças entre órgãos humanos e de certos animais, a exemplo dos porcos, têm animado especialistas em transplantes. Estes profissionais veem cada vez mais próximas as possibilidade dos "xenotransplantes", nome técnico dado ao transplante de órgãos entre espécies diferentes.

 

Um relatório produzido por um cirurgião Terence English, que é pioneiro em transplantes de coração no Reino Unido, um transplante de coração entre suínos e humanos poderá acontecer em 2022.

 

Uma procedimento de transplante de um rim de porco para um humano está programado para ser realizado pela equipe de Terence ainda neste ano, segundo reportagem da Super Interessante.

 

“Se o resultado do xenotransplante for satisfatório com os rins suínos em seres humanos, é provável que os corações sejam usados ??com bons efeitos em humanos dentro de alguns anos”, afirmou o cirurgião ao jornal The Sunday Telegraph. “Se funcionar com rim, certamente funcionará com um coração – e vai transformar a questão [dos transplantes]”.

MPF faz recomendação de combate à violência obstétrica na Maternidade Climério de Oliveira
Foto: Reprodução/Google Maps

Uma recomendação do Ministério Público Federal (MPF) ao superintendente da Maternidade Climério de Oliveira requer a adoção, de modo imediato, de medidas de combate à violência obstétrica na unidade de saúde da capital baiana. O documento foi publicado em 6 de agosto, e nele consta o prazo de 30 dias para que o gestor informe sobre o acatamento das medidas.

 

Segundo o MPF, a partir da instauração de inquérito em 2017, o órgão ouviu depoimentos de pacientes sobre condutas de violência obstétrica em atendimentos, consideradas ilegais e rejeitadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), entre elas a realização de manobra de Kristeller, quando membros da equipe pressionaram a barriga de uma paciente enquanto ela fazia força; violência verbal; e até proibição de acompanhante.

 

De acordo com o procurador da República Edson Abdon Peixoto Filho, a situação na Maternidade Climério de Oliveira não é um fato isolado. Ele apontou que  casos de violência obstétrica encontram reforço no senso comum de que ao dar à luz em uma maternidade pública brasileira, a parturiente já deve estar preparada para se submeter a diversas formas de violência física e verbal.

Profissionais do SUS-BA terão curso em Língua Brasileira de Sinais; ação terá 30 vagas
Foto: Divulgação

Os profissionais de gestão do Sistema Único de Saúde na Bahia (SUS-BA) terão um Curso Básico da Língua Brasileira de Sinais. A iniciativa é da Escola de Saúde Pública da Bahia Professor Jorge Novis (ESPBA), e disponibilizará 30 vagas.

 

O objetivo do curso é capacitar os trabalhadores da saúde no conhecimento de libras aplicado ao SUS-BA. Os conteúdos serão organizados em momentos teóricos-práticos. Os temas serão sobre a política de humanização, aspectos sócio-históricos e gramática de libras. Além disso, haverá um treinamento para o preenchimento do protocolo para o atendimento em saúde.

 

As inscrições para o processo seletivo serão disponibilizadas no site, e estarão abertas entre 21 de agosto e 9 de setembro.

Quinta, 22 de Agosto de 2019 - 19:00

FTC inicia inscrições para vestibular de medicina 2020.1

FTC inicia inscrições para vestibular de medicina 2020.1
Foto: Carla Ornelas / GOVBA

A Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC) iniciou o processo de inscrições para o vestibular do curso de medicina. Ao todo, o semestre 2020.1 vai disponibilizar 150 vagas. As inscrições vão até o dia 12 de setembro, e devem ser feitas por meio do site da instituição.

 

A prova será feita no dia 15 de setembro, no campus FTC paralela. Serão 65 questões objetivas sobre Língua Portuguesa, Lingua Estrangeira, Matemática, Ciências Humanas e da Natureza, além de uma redação.

 

O curso de medicina da FTC é um dos mais bem avaliados pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com a faculdade, "a Rede FTC investe em tecnologia e infraestrutura para proporcionar as melhores experiências aos alunos. Os médicos em formação contam com laboratórios, simulação de UTI, cadáveres sintéticos realísticos e equipamentos modernos para que coloquem em prática tudo que aprendem em sala de aula". 

Policial do Bope do Rio sofre mal estar durante treino de crossfit e morre
Foto: Reprodução/Facebook

Um policial militar do Batalhão de Operações Especiais (Bope) identificado como Leonardo Garcês passou mal e morreu nesta quarta-feira (20) após um treino de crossfit em uma academia do Rio de Janeiro.

 

Informações do portal Uol afirmam que ele chegou a ser encaminhado para o hospital Albert Schwartz pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu. Ao site, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o policial militar chegou à unidade de saúde com uma parada cardiorrespiratória e morreu no hospital.

 

Conforme apurado pelo portal, o preparador físico de Leonardo, Cristiano Santos, afirmou que o PM concluiu o treino e passou mal após conversar com amigos no local.

Histórico de Conteúdo