Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Viver Bem: Como anda a saúde da sua boca? Saiba como manter a higiene bucal em dia
Foto: Unsplash

Você sabia que uma má escovação pode causar ou agravar doenças em outras partes do corpo, comprometendo além da saúde bucal a saúde física como um todo? Com a proposta de lembrar às pessoas sobre a importância de cuidar da saúde bucal, o Sistema Hapvida se uniu ao movimento Julho Neon, campanha que surgiu para que, cada vez mais, as pessoas tenham acesso à saúde bucal de qualidade, com cuidados diários e preventivos, através de consultas frequentes a dentistas em todo Brasil. 

 

De acordo com a dentista do Sistema Hapvida, Bianca Barreto, os problemas causados por hábitos inadequados vão além das cáries, mau hálito, gengivite e tártaro. "A falta da higienização correta favorece a proliferação de bactérias aumentando os riscos desses microorganismos caírem na corrente sanguínea e migrarem para outras áreas do organismo causando patologias e complicações como a endocardite, pneumonia, artrite reumática, no caso das grávidas pode ocorrer parto prematuro, e, em homens, pode levar até à impotência", alerta a médica. 

 

Em tempos da pandemia da Covid-19, os cuidados devem ser redobrados. Segundo o CFO - Conselho Federal de Odontologia -, a boca é uma das portas principais de entrada do coronavírus. Por este motivo, a dentista reforça que manter a saúde bucal em condições favoráveis evita o crescimento de microrganismos na boca e as medidas de prevenção devem ser adotadas durante este período pandêmico: lavar bem as mãos constantemente com água e sabão, pelo menos de 20 a 30 segundos, evitar colocá-las na cavidade bucal, e, na escovação, usar fio dental. "São ações simples que ajudam a conter a transmissão da Covid-19, evitando que microrganismos circulem pelo corpo e venham, por sua vez, baixar a imunidade do indivíduo",  pondera.

 

De olho na escovação

Para alcançar uma proteção adequada é preciso saber escovar corretamente os dentes, a língua, e saber cuidar das gengivas. "O material emborrachado nos cabos acumulam sujeiras e facilitam a proliferação de bactérias", destaca a profissional, que ainda ressalta que a escova deve ser trocada a cada dois ou três meses no máximo, já que as cerdas novas evitam o aumento de força durante a escovação. 

 

Outra dica da dentista, para o momento da higienização, é fazer movimentos circulares com uma inclinação de 45° pelo menos dez vezes. Lembrando que esta técnica não pode, em hipótese alguma, ser realizada com escovas duras e sim, do tipo ultramacias. Caso contrário, pode ocorrer retração gengival e abrasão do esmalte. A atenção ao escolher o creme dental: a pasta não pode ser abrasiva, deve ser utilizada em pequena quantidade e conter flúor. "A limpeza da língua também deve fazer parte de uma higiene bucal perfeita, principalmente para prevenir a halitose", afirma a Dra.

 

Fuja do mau hálito!

A halitose está relacionada pela presença de placa bacteriana formada sobre a língua, chamada de saburra lingual. Portanto, higienizar a língua, se hidratar com frequência e controlar a ingestão de alimentos fortes, como alho, cebola e outros alimentos condimentados são comportamentos essenciais para a prevenção do famoso e indesejado mau hálito, que também pode ser proveniente da cárie, periodontite, gengivite, cáseos (placas bacterianas depositadas nas amígdalas) e Xerostomía (boca seca). 

 

De acordo com a profissional, a escovação diária ajuda a combater diversas doenças, no entanto, as consultas com um dentista também devem fazer parte da manutenção da saúde bucal. De forma geral, a visita deve ser feita uma vez ao ano, mas há casos específicos que precisam de maior regularidade, como, por exemplo,  pessoas que têm doenças periodontais ou crianças com facilidade para terem cárie. "Estes públicos devem ir ao dentista, no mínimo, três vezes ao ano", finaliza.

Histórico de Conteúdo