Quinta, 21 de Maio de 2020 - 10:30

Viver Bem: Como está sua postura durante o isolamento?

Viver Bem: Como está sua postura durante o isolamento?
Foto: Pixabay

As dores nas costas estão entre as maiores causas de problemas de saúde no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80% da população sofrerá desta condição em algum momento da vida. Por surgirem em consequência ao estilo de vida e pelas rotinas diárias que as pessoas desempenham, é importante estar atento às posturas, sobretudo em tempos de pandemia quando tudo tem sido feito dentro de casa.

 

Marcela Mattos, fisioterapeuta do Sistema Hapvida, explica que as causas mais comuns para as dores no corpo são as posturas inadequadas, movimentos, rotações e posições incorretas ao realizar atividades físicas e domésticas, podendo englobar também, fatores genéticos ou doenças graves. "Alguns fatores bastante comuns estão relacionados à maneira como nos sentamos para trabalhar, estudar e a falta de alongamentos e exercícios durante a rotina", alerta a especialista.

 

Ao realizar atividades diárias durante o isolamento social que o mundo está vivenciando, é normal que se perceba o ambiente domiciliar enquanto espaço de descanso, o que confunde a percepção da pessoa sobre a forma correta de trabalhar ou estudar em casa. A especialista aponta que esse relaxamento afeta diretamente a condição física das pessoas, pois elas não fazem as adaptações corretas em casa para as atividades profissionais e acadêmicas.

 

Idosos x movimento

Para as pessoas da terceira idade, este momento também tem sido de grande mudança. Aqueles que tinham vidas mais ativas e agora precisam ficar em casa, se veem, em muitos casos, sem fazer algum tipo de movimentação. Neste cenário, Marcela explica que o principal risco associado à falta de atividades físicas é o aumento da fraqueza e diminuição da força muscular e óssea.

 

"É importante que, para evitar o surgimento dessas insuficiências, se estabeleça uma rotina praticada em família, visando a proporcionar atividades lúdicas ao idoso. Alongamentos para braços, tronco, coluna, como inclinação do pescoço, movimentos de sentar e levantar, mini agachamentos, elevação dos joelhos e atividades que promovam uma qualidade de vida para essas pessoas estão entre as opções que podem ser adotadas", detalha.

 

Para a população em geral, adaptação é a palavra de ordem, e isso vai além do físico. Durante as atividades, a fisioterapeuta orienta que o indivíduo foque em trabalhar a respiração corretamente, corrigir a postura ao se sentar e levantar e tomar cuidado com a inclinação do ombro. Nas rotinas de trabalho e estudos, lembrar sempre de apoiar bem as costas, manter os pés bem apoiados no chão, apoios nos punhos e alinhar a tela do computador na altura dos olhos. Outra dica importante é a realização de pequenas pausas que permita a movimentação dos braços e alongamento de membros inferiores.

Histórico de Conteúdo