Sinta-se leve: Aproxime-se da natureza e valorize o processo de produção dos alimentos
Foto: Divulgação

Nada como viver o que pregamos, concordam? A onda sustentável que tomou conta do planeta muitas vezes fica apenas no campo virtual ou verbal. Já pensou que bom seria se todos que gritam aos quatro cantos "preserve a natureza" tivessem atitudes simples como: carregarem compras de supermercado em sacolas ecológicas, consumirem alimentos orgânicos ou não admitirem desperdícios?


Aprendemos desde cedo na escola que os recursos naturais são finitos e que estamos fazendo mau uso deles. Mas o que fazemos com essa informação? Muitos de nós vivemos longe da tão falada natureza. Ignoramos seus ciclos e funcionamento. Quando estamos próximos a natureza, compreendemos, por exemplo, que ervas daninhas e pragas não existem. O que existem são sistemas desequilibrados.


Vivemos numa época em que todos buscam o alimento mais barato possível, mesmo que esteja repleto de agrotóxicos, tenha causado uma devastação ambiental e contaminado o agricultor. Ignoramos que aquele capital foi economizado na base da exploração do outro e da natureza. E quem paga a conta? Nós mesmos, haja vista que o desmatamento provoca mudanças climáticas. E quando ingerimos alimentos ultraprocessados e industrializados, a nossa saúde é atingida. O dinheiro que você economiza ao não comprar um alimento orgânico será gasto em remédios.


As pessoas que residem em grandes cidades, na maioria das vezes, não conseguem enxergar a natureza. Daí vem o acúmulo de tensões e ansiedades. E um belo dia resolvem que para encontrar a natureza, precisam ir para o interior ou para a praia (já viram essa cena?).


Vamos trazer o verde mais pra perto de nós? Consuma orgânicos, plante árvores, transforme o jardim de casa em uma pequena floresta urbana em vez de ter um jardim artificial que não recebe a visita de abelhas ou passarinhos. Viva a natureza além do discurso, sua saúde agradece.

Histórico de Conteúdo