Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 02 de Maio de 2022 - 16:10

Bumbum Care: A saúde do bumbum nunca esteve tão em alta

por Carolina Dias

Bumbum Care: A saúde do bumbum nunca esteve tão em alta
Foto: Arquivo Pessoal

Os cuidados com a pele viveram um boom nos últimos anos, intensificaram-se durante a pandemia e seguem firmes e fortes em 2022. Os rituais de beleza também foram se diversificando, e no Brasil, uma outra região do corpo acabou se tornando queridinha e ganhando diversos tratamentos específicos. O bumbum care vem ganhando cada vez mais espaço com tratamentos que cuidam de diversas necessidades, que vão desde foliculite e peeling à firmeza da região. A saúde do bumbum nunca esteve tão em alta.
 

Após os 20 anos de idade, a mulher perde cerca de 1% de colágeno por ano. Se, aos 20, a maior preocupação é manter a pele tonificada e lisinha, a partir dos 30, o foco muda para volume e elasticidade. Em ambos os casos, o ideal é focar na hidratação, pois ela ajuda em tudo. Massagens, drenagens, esfoliação e até escovação a seco – ritual baseado na medicina ayurvédica que ajuda a estimular a circulação – são sempre bem-vindos.
 

A verdade é que existem algumas diferenças entre a pele da região e a do restante do corpo. O bumbum é uma região com acúmulo de suor e exposta à maior quantidade de impurezas e, ainda, sujeita ao atrito de roupas justas, o que pode apresentar foliculite, alergias e, em alguns casos, a hiperpigmentação (que são as manchas escuras). Essas condições influenciam na aparência e geralmente deixam as pessoas incomodadas, gerando muitas queixas.
 

As nádegas passam a maior parte do tempo abafadas. Mesmo as pessoas que dormem sem calcinha ou cueca, cuidado recomendado por médicos, acabam passando quase o dia todo com o bumbum coberto e o uso de pelo menos duas camadas de roupa — a íntima e a calça, short ou saia — acaba causando um atrito maior do que em outras partes do corpo. O fato de passarmos bastante tempo sentados também interfere. Colocamos todo o peso em cima dessa região e, pelo atrito e peso, o bumbum acaba sendo mais propenso à formação de foliculites e as mudanças de formato.
 

A alimentação é extremamente importante para o tratamento e também para manter o resultado com o uso de alimentos antiinflamatórios. Toda alimentação influencia na pele, uma vez que ela é o maior órgão do nosso corpo. E quando comemos muitos alimentos gordurosos, acabamos produzindo mais sebo nas glândulas sebáceas, então acabamos desenvolvendo acne, foliculite. Os tratamentos estéticos, aliados a uma dieta balanceada, além de potencializar os resultados, trazem saúde e bem-estar, resultado de um cuidado que se inicia de dentro para fora e mantém o corpo em equilíbrio e em forma.
 

Entre os principais tratamentos para o bumbum indicados para tratar o bumbum estão o Peeling, que  trabalha a remoção de manchas de foliculite e imperfeições, melhorando o aspecto da pele. Tem também a Eletroestimulação, para melhorar o tônus muscular (melhorar contorno e rigidez), que facilita e acelera ainda mais o fortalecimento muscular. Ideal para aqueles pacientes que têm dificuldade de melhorar seu desempenho apenas com os exercícios físicos. A Massagem Modeladora, que utiliza uma técnica de massagem exclusiva da clínica - a Drenoslim - onde é feito a execução de movimentos mais vigorosos e específicos, visando não só a drenagem de líquidos e toxinas, mas também a melhora do contorno do bumbum. O produto utilizado no procedimento contém ativos específicos e é finalizado com uma massagem relaxante. E por fim e não menos importante, a Alimentação saudável, afinal, os tratamentos estéticos trabalhados juntamente com a nutrição promovem benefícios ao indivíduo que vão além da aparência.
 

A Clínica Carolina Dias oferece o programa Mereço+, que oferece um acompanhamento nutricional personalizado e integrado feito por uma equipe multidisciplinar. O programa exclusivo tem tempo médio de 12 semanas e oferece resultados já nos primeiros sete dias de tratamento.

 

*Carolina Dias é nutricionista e fisioterapeuta dermatofuncional, fundadora da Clínica Carolina Dias

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo