Sexta, 25 de Setembro de 2020 - 11:10

Doutor, eu quero engravidar. O que devo comer?

por Wendy Delmondes

Doutor, eu quero engravidar. O que devo comer?
Foto: Divulgação

Estima-se que a infertilidade afete 15% das mulheres em idade reprodutiva. Diante deste cenário, há um grande esforço científico na identificação de fatores modificáveis que possam melhorar a fertilidade, a exemplo da dieta e do estilo de vida. No caso da alimentação, a maneira como é montado o prato pode trazer resultados benéficos para quem deseja engravidar.

 

As evidências atuais na Medicina, no que tange a relação entre alimentos e gestação, são derivadas, em sua maioria, de estudos observacionais, o que não nos permite conclusões definitivas. Entretanto, de acordo com os dados existentes, as mulheres que tentam engravidar devem ser incentivadas a fazerem uma dieta contendo maior quantidade de grãos integrais, frutas, verduras, peixes, laticínios, derivados de soja, ácido graxos poli e monosaturados (azeite de oliva, castanhas, abacate, etc). Além da alimentação, a suplementação com ácido fólico e as vitaminas D e B12 também costumam trazer benefícios para quem segue na busca pela maternidade. Por outro lado, é necessário ter cautela com a cafeína.

 

Presente no café, em alguns tipos de chás, refrigerantes e bebidas energéticas, a substância é cada vez mais encontrada como um aditivo em salgadinhos, suplementos de desempenho esportivo e dietéticos. No caso do café, estudos prospectivos associaram o alto consumo da bebida a baixo peso ao nascer e maior risco de perda fetal, além de que o metabolismo da café é reduzido durante a gravidez.

 

Um artigo de revisão, publicado recentemente em uma importante revista científica, orientou às mulheres grávidas, que estão pretendendo engravidar ou amamentando, limitar o consumo de cafeína a 200mg / dia (01 xícara padrão de 235ml de café coado). Vale destacar que a quantidade da substância é variável de acordo com a fonte (café, chá, chocolate, refrigerante), tamanho da porção, método de preparação (para café e chá) e marca.

 

Entretanto, é importante destacar que o melhor conselho e prescrição para quem anseia pela maternidade é iniciar a gestação com a melhor saúde possível e a pré-gravidez pode ser o momento ideal para melhorar o estilo de vida e a adição de uma dieta mais saudável.

 

*Wendy Delmondes é especialista em reprodução humana e faz parte da Clínica Elsimar Coutinho

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo