Quarta, 16 de Setembro de 2020 - 11:00

Hipertensão arterial: cuidado contínuo

por Wagner Bramont

Hipertensão arterial: cuidado contínuo
Foto: Divulgação

Um dos rumores durante a pandemia tem sido em volta da pergunta: devo suspender os medicamentos para hipertensão? A resposta é: absolutamente não! A hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares e pessoas com essa doença de base têm risco aumentado devido ao novo coronavírus. Por isso, mais do que nunca, essa é a hora de manter o uso dos remédios em dia.
As complicações mais graves da COVID-19 estão associadas ao pulmão e ao coração e, quando a pressão arterial e as funções do coração não estão bem controladas, o corpo tem mais dificuldade para combater a doença.


Você conhece alguém que só utiliza o medicamento para pressão alta quando está sentindo alguma coisa? Imagino que sim! A hipertensão é uma doença silenciosa, ou seja, a pressão pode estar no "pico do Everest", e o indivíduo não apresentar sintoma algum. Pacientes com esse comportamento desregrado correm todos os riscos ofertados pela hipertensão, e se forem contaminados pelo novo coronavírus, pode ser fatal.
Apesar do comportamento de algumas pessoas manifestarem o contrário, a pandemia ainda não acabou e os cuidados precisam ser mantidos, sendo o principal deles o isolamento social. Neste caso, o paciente hipertenso pode aproveitar os serviços ofertados pelas drogarias que entregam os remédios em casa, através das modalidades de delivery ou atendimento drive thru.


Muitos fármacos para tratar a hipertensão arterial são disponibilizados gratuitamente pelo Programa da Farmácia Popular do Brasil (PFPB), disponível em grandes redes de drogarias. Para manter o isolamento social, o paciente hipertenso pode, por meio de procuração, solicitar que outra pessoa retire os medicamentos a cada 30 dias. Para aquisição gratuita desses medicamentos, é importante ter em mãos um documento oficial com foto, CPF e a receita médica dentro da validade estabelecida pelo PFPB, que são de 180 dias.


As grandes redes de drogaria também ofertam Serviços Farmacêuticos, onde o paciente hipertenso é acompanhado pelo Farmacêutico, que poderá avaliar seu histórico clínico e a evolução no controle da pressão arterial, sobretudo, como está utilizando os medicamentos. É recomendável que o paciente hipertenso tenha em casa um aparelho para medir a pressão arterial diariamente e deixar marcadas as próximas consultas com o Farmacêutico, que poderá avaliar medidas a serem adotadas.


Para um resultado mais eficaz no tratamento de hipertensão arterial é fundamental ter a adoção de um hábito alimentar saudável, além da realização de atividades físicas, redução do consumo de bebidas alcoólicas e deixar o hábito de fumar. Lembre-se, também, de cuidar da sua saúde mental. Nada de ansiedade e estresse.


*Wagner Bramont é analista da Escola Farmacêutica da Drogaria São Paulo

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo