Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Home office sem dor: práticas alternativas que ajudam no alívio do desconforto lombar
Foto: Divulgação

A pandemia do novo coronavírus provocou diversas mudanças na vida das pessoas, tanto no aspecto pessoal como profissional. As empresas precisaram se adaptar a essa realidade e adotar medidas para garantir a segurança, uma delas foi a migração dos seus colaboradores para o sistema de home office. Mesmo nesse momento de retomada gradual das atividades, muitas organizações pretendem manter essa modalidade de trabalho.


Além de todos os aspectos que envolveram a adaptação do trabalho remoto de forma repentina, como conciliar a rotina pessoal com as atividades profissionais, outro importante desafio surgiu: transformar uma parte do ambiente doméstico em um local de trabalho. Sem a estrutura adequada, com mesa e cadeira apropriados para o trabalho, muitos se depararam com um sério problema de saúde, a dor lombar.


Uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), por exemplo, apontou que 41% das 44 mil pessoas entrevistas entre abril e maio afirmaram que passaram a sentir dores nas costas. Entre os que já sofriam de dores crônicas, mais de 50% disseram que o desconforto aumentou durante a quarentena.


A postura inadequada pelo uso do computador na mesa de jantar, no sofá ou até na cama, aliado ao sedentarismo e imobilidade durante muitas horas podem ser os responsáveis pelo aumento no número de casos de dor lombar durante a quarentena.


Diante da possibilidade de permanência do home office, os profissionais precisam não apenas estruturar adequadamente o espaço de trabalho, com a aquisição de móveis e equipamentos de escritório, como buscar métodos para o tratamento da dor lombar, evitando assim que o problema se agrave, e uma das melhores opções é aliar o tratamento médico tradicional a práticas como fisioterapia, técnicas de relaxamento, orientação alimentar e acupuntura. 


No Itaigara Memorial Clínica da Dor é oferecido um serviço integrado e multidisciplinar para o alívio da dor. Entre os diversos tratamentos alternativos oferecidos na instituição, os mais recomendados para quem está sofrendo com dor lombar são: a acupuntura, que consiste no uso de agulhas para estimular diferentes pontos, promovendo alívio das dores; o pilates, que são movimentos executados de forma lenta para proteção e estabilização da coluna; e a ventosaterapia, que é um tratamento feito com copos “cups” que produzem vácuos quando contraídos na pele são e são muito benéficos para o tratamento da dor. Além destes, são realizados também tratamentos de bloqueio da dor periféricos e venosos, laserterapia, infiltrações analgésicas, técnicas de radiofrequência e neuroestimulação. Todos os atendimentos seguem um rígido controle de triagem e protocolos de higiene e saúde para pacientes, colaboradores e médicos, de modo a garantir a segurança de todos.


*Anita Rocha é coordenadora do Itaigara Memorial Clínica da Dor

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo