Reposição de testosterona não deve ser tabu e devolve qualidade de vida aos homens
Foto: Reprodução/Pixabay

Comum em tratamentos entre as mulheres, a reposição hormonal também é indicada para devolver a qualidade de vida aos homens com deficiência androgênica (diminuição gradual da produção do hormônio masculino). No entanto, o médico Juarez Andrade, coordenador do Serviço de Urologia do Hospital da Bahia, alerta para casos específicos para o uso da terapia.

 

O profissional chamou a atenção para que clínicas antienvelhecimento indicam a reposição de testosterona para fins estéticos. “Não é recomendado. Primeiro, porque você usa algo absolutamente desnecessário e que, depois, pode causar problemas de infertilidade. Segundo, existe uma possibilidade sempre muito discutida da correlação da reposição hormonal com doenças cardiovasculares”.

 

Apesar da consideração com relação a doenças cardiovasculares, bastante discutida no meio médico, há a garantia, para pacientes idosos, de se garantir a segurança cardiovascular. “Não deve existir nenhum receio em repor a testosterona em pacientes que necessitem”, destacou.

 

Outro ponto discutido é com relação ao aumento da possibilidade de câncer de próstata com a reposição hormonal. “O que acontece é que com a diminuição do hormônio diminui a velocidade com que o câncer de próstata cresce. Mas existem claros indícios de que há um ponto de saturação, em torno de 250 nanogramas por decilitros de testosterona, em que o câncer vai aparecer de qualquer maneira, independente do hormônio”.

 

Juarez Andrade diz ainda que não há interferência, na terapia de reposição hormonal, na velocidade de crescimento do câncer de próstata, mas ele reitera que a indicação deve ser feita apenas em casos de necessidade plena, quando você soma dois fatores. “Um fator é a dosagem baixa do hormônio, comprovada em análise laboratorial, e outro são os sintomas de baixa testosterona”, aconselha.

 

Onda de calor forte, sudorese intensa, baixa libido, pouca disposição, falta de concentração estão entre os sintomas de quem apresenta queda do nível hormonal. O tema ainda é um tabu no universo masculino, mas Juarez Andrade reforça que os homens, da mesma forma que as mulheres, apresentam também redução do hormônio sexual. A deficiência androgênica está presente em aproximadamente 15% dos homens entre 50 e 60 anos, chegando a 50% ou mais dos homens com 80 anos, conforme dados da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem).

 

Juarez reforça que, tão logo tenha a indicação e não exista contraindicação formal, o paciente deve se submeter ao tratamento de reposição hormonal. “Entre os benefícios estão a melhora da libido, da agilidade, concentração, cognição, melhora o bom humor e o desejo de realizar atividade física, entre outros”, enumera.

Após decisões judiciais, prefeitura de Salvador garante implantação de pênis a pacientes
Ilustração: Veridiana Scarpelli/SAÚDE é Vital

Após duas decisões judiciais, a prefeitura de Salvador terá que desembolsar R$ 205 mil para implantar pênis semi-rígidos em pacientes.

De acordo com o Diário do Município desta terça-feira (22), em uma delas, o Executivo municipal vai pagar R$ 163 mil ao Hospital Santa Izabel para, além de implantar o pênis, colocar a esfíncter artificial.

Já no caso do segundo paciente, a prefeitura vai pagar ao mesmo hospital a quantia de R$ 42 mil. Os nomes dos pacientes foram mantidos em sigilo.

Ministério da Saúde terá que devolver 400 mil litros de inseticida usado no combate à dengue
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde vai devolver ao fabricante mais de 400 mil litros de inseticida vencido. O produto seria usado para fazer o fumacê, método de combate ao mosquito da dengue. Ao G1, a pasta informou que o produto ficou armazenado por ser de "má qualidade" e por esse motivo deverá ser substituído.

 

O secretário de vigilância da pasta, Wanderson Kléber, afirmou nesta segunda (21) que entre os seis lotes adquiridos, quatro apresentaram problemas e ficaram armazenados em um depósito.

 

"Nós acionamos a Organização Pan-americana da Saúde e a empresa Bayer para resolver este problema e substituir o produto. Eles já estão realizando o procedimento para a substituição", disse Kléber.

 

A reportagem do G1 ainda traz dados de que entre janeiro e outubro deste ano foram registradas 591 mortes por dengue no Brasil. No mesmo período do ano passado este número foi de 141.

Após acordo com MPT-BA, clínica Seta realizará 600 consultas e exames gratuitos
Foto: Divulgação

O Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA) garantiu 50 atendimentos gratuitos de mamografia, em homenagem ao outubro rosa, que serão ofertados pela clínica Seta, localizada no 4º piso do Shopping Piedade. Os atendimentos acontecerão até sexta-feira (25), de 9h às 13h e de 13h às 16h. Os atendimentos foram garantidos após a Seta firmar um termo de ajuste de conduta (TAC) com o MPT, que investigou a empresa e constatou que havia irregularidades na contratação de profissionais médicos.

 

As pacientes que quiserem realizar os exames precisam ter mais de 40 anos e pré-agendar o atendimento pelo telefone (71) 2107-1288. Devem levar RG e CPF e a solicitação médica da mamografia no dia da realização do exame. Também serão oferecidos, nos próximos 12 meses, 600 atendimentos em outras especialidades médicas à população. No decorrer de um ano, a clínica terá que disponibilizar consultas nas áreas de mastologia, ginecologia e ortopedia, além de exames de eletrocardiograma e densitometria óssea. Serão 50 atendimentos por mês, que deverão ser previamente agendados pelo telefone da clínica.

 

A clínica se comprometeu a corrigir as irregularidades e contratar os médicos em regime de CLT e não mais como pessoa jurídica. Em função do tempo em que a Seta contratou os profissionais de forma irregular, a procuradora do MPT Larissa Amorim, responsável pelo inquérito, concluiu que a clínica teria de pagar indenização por danos morais coletivos. A indenização foi convertida na prestação de serviços: durante um ano, 600 atendimentos gratuitos à sociedade. “Pensamos não só em garantir que a clínica corrigisse sua conduta, como também beneficiar a população com o TAC. Dessa forma, preferimos que a clínica disponibilize os atendimentos médicos gratuitos aos soteropolitanos que, muitas vezes, ficam meses esperando para realizar um exame ou consulta”, pontou a procuradora do trabalho Larissa Amorim.

Profissionais da saúde serão qualificados para prestar atendimentos às vítimas de violência
Foto: Reprodução/Fasubra

Profissionais de urgência e emergência passarão por qualificação sobre como proceder diante do atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e intrafamiliar. A ação é promovida pelo Projeto de Acolhimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Intrafamiliar, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e acontece nesta terça-feira (22), no auditório do Complexo Municipal de Saúde Professor Clementino Fraga, das 8h às 12h.

 

A palestra será ministrada pela Major Denice Santiago, criadora da Ronda Maria da Penha. A expectativa da SMS é que 80 profissionais participem no treinamento.

 

A secretaria destacou que a atividade visa proporcionar um olhar sensível aos profissionais, gerando o conceito de empatia e acolhimento, para pessoas que já carregam traumas dessa natureza.

 

A ação está ancorada ao projeto de intervenção, uma iniciativa do Serviço Social do Pronto Atendimento Rodrigo Argôllo, que, após análises do crescente número de atendimentos realizados a estas mulheres em pronto-atendimento, observou a necessidade de alinhamento das condutas entre as equipes de saúde e administrativa, frente a este problema social.

 

A abertura do encontro ficará por conta de Leila Kíssia, especialista em Direitos Humanos e Cidadania, e mediadora na área da violência contra a mulher. Leila faz parte do Teatro dos Oprimidos, que busca investigar e compreender as relações de opressão através de caminhos como a expressividade não verbal, a sensibilidade, a criatividade e a empatia, mas sem simplificar a realidade.

'SamUber': Prefeitura de Salvador vai criar aplicativo para atendimento móvel de urgência
Foto: Montagem / BN

A prefeitura de Salvador vai criar um aplicativo para que os usuários possam acompanhar em tempo real o percurso das unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), quando solicitarem. O app vai funcionar como uma espécie de Uber e aplicativos similares.

Segundo apurou o Bahia Notícias, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) irá lançar no início do mês de novembro, um processo licitatório para contratação de um sistema integrado de gestão que será incorporado ao Samu e assim um aplicativo ficará disponível ininterruptamente aos usuários.

A tecnologia será possível através do sistema de GPS instalado nas ambulâncias, onde as localizações serão georreferenciadas permitindo a inteligência que envie as equipes mais próximas para o local da ocorrência e calcule automaticamente o tempo médio de chegada.

As ambulâncias também serão equipadas com tablets e o serviço vai ganhar atendimento por WhatsApp. O aplicativo de mensagens vai facilitar o envio de documentos, relatórios médicos e resultados de exame. Na central de atendimentos serão instalados painéis dinâmicos que sinalizarão em tempo real para onde os pacientes foram regulados – gerando uma divisão que desafogue as unidades hospitalares.

IDENTIFICAÇÃO DE USUÁRIOS
A população poderá ainda se cadastrar previamente no aplicativo incluindo informações sobre patologias crônicas, alergias e tipo sanguíneo. As informações serão cruzadas com os prontuários das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital Municipal de Salvador (HMS). Os atendentes terão acesso às informações de outros atendimentos prestados ao usuário, podendo articular previamente quais procedimentos deverão ser adotados.

“Quando um atendimento for realizado o sistema vai identificar se a pessoa já é cadastrada. Através disso vamos ter acesso ao prontuário, o que vai facilitar a identificação se a pessoa tem um problema de coração ou se é alérgica a alguma medicação. Com isso os profissionais poderão tomar providências e saber qual procedimento será adotado com essa pessoa”, disse Ivan Paiva, coordenador de urgência e emergência do Samu.

Segunda, 21 de Outubro de 2019 - 21:30

Campanha vacinal na Bahia 'ainda é muito ruim', diz Vilas-Boas ao prometer esforços

por Jade Coelho / Mauricio Leiro

Campanha vacinal na Bahia 'ainda é muito ruim', diz Vilas-Boas ao prometer esforços
Foto: Jade Coelho / Bahia Notícias

O secretário de Saúde da Bahia Fábio Vilas-Boas ainda vê a campanha vacinal do estado como "muito ruim", porém promete agir para melhorar o panorama. Vilas-Boas esteve presente no evento da CasaCor em comemoração aos 107 anos do A Tarde.

 

"Estamos muito longe da meta que é de mais de 95%, temos mais de metade do estado com 80% de cobertura vacinal, precisamos fazer um esforço dobrado para garantir que avance nas cidades", comentou ao Bahia Notícias.

 

Os dias D da campanha de vacinação do Ministério da Saúde dependem da pasta federal para serem feitos nos estados. "São programados pelo ministério, pois depende da quantidade de vacina que eles têm para oferecer. Nós montamos uma estratégia para fazer um bloqueio vacinal nas cidades turísticas e estamos trabalhando nas cidades que tiveram surtos, como Santo Amaro", disse.

Salvador sedia 9ª Semana de Mobilização da Doença Falciforme
Foto: Reprodução/Getty Images

Com uma incidência de um caso a cada 455 pessoas em Salvador, a doença falciforme será tema de discussões e palestras na IX Semana de Mobilização da Doença Falciforme, inicida nesta segunda-feira (21), na Faculdade Bahiana de Medicina, no Cabula.

 

A doença hereditária atinge, principalmente, pessoas negras. A ação é promovida pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com foco em profissionais, estudantes, residentes, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), pacientes e demais interessados na temática estiveram presentes na ocasião.

 

O tema central da abertura da semana foi a importância do autocuidado nos aspectos da saúde mental e bucal dos pacientes com a doença.

 

Ao longo da semana, 31 unidades de saúde vão realizar atividades voltadas a alertar os usuários sobre os principais sinais da doença, através de palestras, ações educativas, acolhimento e consultas, além de busca ativa de pacientes com a patologia. Segundo Marivone Monteiro, que é técnica do Campo Temático do Programa de Atenção às Pessoas com Doença Falciforme, o diagnóstico e o tratamento pode ser feito ainda no início da vida, com o teste do pezinho e o acompanhamento médico.

Conquista: Municípios do Consórcio de Saúde estão com dificuldade para pagamento
Foto: Reprodução / Sesab

Além das prefeituras de Conquista e Itapetinga (veja aqui), outros municípios do Consórcio Público Interfederativo de Saúde da região estão enfrentando dificuldades para o pagamento dos valores devidos. Conforme noticiou o Blog do Anderson, o prefeito de Belo Campo José Henrique Silva Tigre, o Quinho, que é presidente do Consórcio, disse que, apesar da questão, a unidade de saúde funciona normalmente e que "está trabalhando junto aos prefeitos e aos parceiros para manter o pagamento em dia".

 

Segundo Quinho, "o momento mais difícil é agora com as prefeituras". "A maioria das prefeituras estão com dificuldade e nós sabemos entender isso, o governador Rui Costa é uma pessoa sensível a essas questões e nós estamos aqui para ajudar na medida do possível os municípios que por ventura tiverem que tiverem com dificuldades em manter os serviços para atender nossa comunidade que é o mais importante", comentou, afirmando ainda que são "só oito dias" e que a situação vai ser regularizada.

TJ-BA promove ação de prevenção ao câncer de mama nesta terça-feira
Foto: TJ-BA

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) promove nesta terça-feira (22), em parceria com a Fundação José Silveira (FJS), atendimento médico gratuito para o público feminino. A ação, em prol do Outubro Rosa, acontece na sede do Judiciário baiano, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), das 8h às 17h. Serão realizados exames de ultrassonografia e mamografia, raio-X, além de consultas odontológicas e ginecológicas.

 

O TJ-BA também fará orientações à população e os devidos encaminhamentos jurídicos, por meio do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc) e da Ouvidoria Judicial. No dia do atendimento, é preciso levar: documento de identificação com foto, comprovante de residência e cartão do SUS. Para os exames de ultrassonografia, mamografia e Raio-X, é necessário também apresentar a requisição médica.

MPF recomenda que prefeitura de Feira notifique responsáveis por lixo no Contorno
Foto: Reprodução / Google Maps

O Ministério Público Federal (MPF) expediu uma recomendação para que a prefeitura de Feira de Santana identifique e notifique os donos de áreas não edificadas, subutilizadas ou não utilizadas no entorno da Avenida Eduardo Fróes da Mota (o Anel de Contorno) para que seja realizada a limpeza, a manutenção e a conservação dos imóveis. A recomendação estipula um prazo de 30 a 60 dias para cada fase - a contar da assinatura, em 11 de outubro - e prevê também a determinação da construção ou a reparação de muros e passeios.

 

Os proprietários que não cumprirem as notificações da gestão municipal poderão ter seus imóveis desapropriados, terem um Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana(IPTU) progressivo no tempo.

 

O procurador da República Marcos André Carneiro Silva afirmou que “em diligência realizada (pelo MPF) no local, constatou-se a existência de diversos imóveis urbanos não-edificados, subutilizados ou não-utilizados, aparentando destinar-se apenas à especulação imobiliária”. 

 

A recomendação é resultante de um inquérito foi aberto para apurar o descarte e o depósito irregular de resíduos em vários pontos da avenida. Nela o MPF ainda aponta que o acúmulo de resíduos propiciaria o surgimento de criatórios do mosquito Aedes Aegypti e, consequentemente, facilitando o surgimento de doenças como dengue, chikungunya e zika. Em Feira de Santana, apenas este ano, 14.801 casos suspeitos de dengue foram registrados - 12 mortes foram confirmadas em decorrência da virose. 

Cobertura contra sarampo atinge 88% no Brasil e 80% na BA entre crianças de um e dois anos
Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

A Bahia atingiu os 80,82% de cobertura vacinal contra o sarampo entre crianças de 1 ano a 1 ano 11 meses e 29 dias. Em nível nacional, o índice é de 88% entre o público desta faixa etária, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

 

Com recentes casos de sarampo e surto em alguma localidades do país, o Ministério da Saúde iniciou Campanha Nacional de Vacinação em 7 de outubro e realizou no último sábado (19) o Dia D de vacinação com as secretarias estaduais e municipais de saúde.

 

A ação, de acordo com o ministério da Saúde, teve teve como objetivo reforçar a importância da vacinação de crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Para esse público, a mobilização continua até o dia 25 de outubro.

 

Ainda de acordo com o último boletim epidemiológico de sarampo do Ministério da Saúde, o Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 6.192 casos confirmados de sarampo, o que corresponde a aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior. Vinte estados estão na lista de transmissão ativa da doença e 96% dos casos confirmados estão concentrados no estado de São Paulo, em 192 municípios

Pesquisa revela que maioria das adolescentes não usa preservativo
Foto: Reprodução/ShutterStock

A maioria dos adolescentes de São Paulo atendidos por ginecologistas e obstetras não utiliza preservativo na primeira relação sexual e nem rotineiramente, é o que revela um levantamento da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp).

 

O estudo ainda apontou que a maioria dos jovens não sabe que os preservativos podem evitar a transmissão de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

 

Os dados foram coletados pela Sogesp com 849 profissionais. Segundo quase 80% dos especialistas ouvidos, mais da meta­de de suas pacientes entre os 13 e os 19 anos é sexualmente ativa.

 

De acordo com a Folha de S. Paulo, com base nos atendimentos em consultórios, a percepção de 42% dos médicos é a de que apenas uma pequena parte das adolescentes recebe orientações sobre ISTs. Outros 40% acreditam que menos da metade dessas pacientes tenha esclarecimento sobre métodos anticoncepcionais.

 

O levantamento também indicou uma adesão considerável das adolescentes a pílula do dia seguinte. 64% dos profissionais dizem que suas pacientes jovens conhecem o medicamento.

 

“Esses dados são essenciais para alertar os ginecologistas e obstetras sobre a vulnerabilidade da população de adolescentes. Na maioria das vezes, a orientação sobre IST e anticoncepção só ocorre após o início da vida sexual”, destaca Silva­na Maria Quintana, segun­da-secretária da Sogesp.

Domingo, 20 de Outubro de 2019 - 18:00

Governo do estado pode construir 'lar de terceira idade' com administração da Osid

por Jade Coelho, da Arena Fonte Nova / Matheus Caldas

Governo do estado pode construir 'lar de terceira idade' com administração da Osid
Foto: Jade Coelho / Bahia Notícias

Secretário de Saúde do estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas indicou neste domingo (20), na Arena Fonte Nova, que o governo do estado estuda ceder ou construir um imóvel para criar um lar de terceira idade que seria administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce.

“O governo do estado sempre teve uma relação muito próxima com as Obras Sociais Irmã Dulce. sempre apoiamos com recursos financeiros do estado. Eles gerenciam dois hospitais nossos: o Hospital do Oeste e Irecê. Nós temos projetos em negociação com Maria Rita Pontes [superintendente da Osid]. o governador está estudando a possibilidade de construir ou ceder um imóvel para criar um lar de terceira idade”, declarou, em entrevista ao Bahia Notícias.

O titular da Sesab participa neste domingo da celebração pela canonização da agora Santa Dulce dos Pobres.

Domingo, 20 de Outubro de 2019 - 15:40

Em cerimônia para Irmã Dulce, protesto cobra resolução para Hospital Espanhol

por Matheus Caldas

Em cerimônia para Irmã Dulce, protesto cobra resolução para Hospital Espanhol
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

A cerimônia é de comemoração e devoção à Irmã Dulce, mas os protestos não deixam de acontecer neste domingo (20). Nos arredores da Arena Fonte Nova, onde acontece a solenidade de celebração pela canonização da Santa Dulce dos Pobres, há cartazes em protesto contra a situação do Hospital Espanhol.

“Hospital Espanhol onde trabalhou a Santa Irmã Dulce. Hospital de referência fechado! Até quando”, questiona um cartaz.

Em agosto, o prefeito ACM Neto (DEM) cobrou uma solução para a situação do local e indicou que a responsabilidade era do governo do estado (leia mais aqui). Dois dias depois da declaração do gestor municipal, secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que "não depende" da gestão estadual resolver a questão (leia mais aqui).

Bebê nasce sem rosto e parte do crânio e gera escândalo por negligência médica; entenda
Foto: Ilustrativa

O pequeno Rodrigo nasceu sem olhos, nariz e parte do crânio em Portugal e abriu debate para  negligência médica em Portugal após ser noticiado que o obstetra que acompanhou a gravidez - e que não detectou as más-formações - exercia a profissão apesar de ter quatro processos disciplinares abertos.

 

De acordo com o R7, o caso já está sendo investigado pelo Ministério Público português, após uma denúncia apresentada pela mãe da criança. Isso porque os pais foram atendidos durante toda a gravidez por este obstetra em uma clínica particular onde foram realizadas três ultrassonografias, mas em nenhuma delas o especialista percebeu más-formações no feto.

 

Além disso, eles realizaram uma ultrassonografia 5G e foram avisados que algo estava foram do comum. A família argumenta que levou esse diagnóstico ao obstetra anterior, que desmereceu a análise e garantiu que não havia nenhum problema.

Com doença degenerativa, menina de 12 anos sai do hospital e vai para casa pela 1ª vez
Foto: Reprodução / G1

 

Após 12 anos internada, Letícia Kerollen de Souza Oliveira recebeu alta do Hospital e Pronto Socorro da Criança da Zona Oeste, Amazonas. Diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) desde 1 ano e 7 meses de vida, ela contrariou as primeiras expectativas, ganhou alta, e se despediu da “família” de médicos e enfermeiros que a acompanhou durante todo seu crescimento.

 

Segundo informações do G1, ela morava em Coari quando apresentou os primeiros sintomas da doença degenerativa. Primeiro, vieram as convulsões, depois os desmaios e a dificuldade para respirar. Passou oito anos no leito da Unidade de Terapia Itensiva (UTI).

 

Irreversível, a doença exige diversos cuidados especiais – como aparelho de respiração, sugador, sonda alimentar e fraldas – além de profissionais como terapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo e enfermeiro. A continuidade do tratamento será possível com o auxílio do programa Melhor em Casa, que fornece serviços de uma equipe multidisciplinar.

OMS comemora aprovação da primeira vacina contra vírus ebola
Foto: Divulgação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) comemora a recente aprovação da primeira vacina contra o vírus ebola por reguladores europeus de medicamentos. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) liberou, pela primeira vez, uma vacina testada na Guiné-Conacri (África), país que tem a maior epidemia da história causada pelo vírus. Mais de 236 mil pessoas já foram vacinadas. O número inclui mais de 60 mil profissionais de saúde de linha de frente em território congolês e nos países vizinhos Uganda, Sudão do Sul, Ruanda e Burundi.

 

O produto autorizado pela EMA foi inicialmente desenvolvido com a marca pela empresa norte-americana Merck & Co. A nova vacina já é aplicada com as diretrizes de emergência da OMS para proteger as pessoas contra a propagação do vírus ebola, que desde agosto do ano passado já matou mais de 2,1 mil pessoas em território congolês. Para o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, o produto já “salvou muitas vidas no atual surto de ebola, e a decisão do regulador europeu vai, finalmente, ajudar a salvar muitas mais”.

 

O chefe da agência da ONU disse estar orgulhoso do papel que a OMS desempenhou no processo de desenvolvimento da vacina, “desde o apoio dado à pesquisa, até a realização dos testes” na Guiné-Conacri em 2015. O atual surto de ebola é o segundo maior da história, após a epidemia que matou mais de 11,3 mil pessoas na África Ocidental entre 2013 e 2016. A OMS anunciou que atua com a Aliança Global para as Vacinas e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta área, antevendo que nos próximos anos haverá maior demanda de vacinas contra o ebola durante e entre surtos.

 

A meta é criar um Plano Global de Segurança de Vacinas contra a doença, porque “será necessária uma maior capacidade de oferta e vários fabricantes a curto e médio prazos para atender a essa demanda e garantir a segurança do medicamento”, diz a agência da ONU. Atualmente existem oito vacinas contra o ebola em processo de avaliação clínica. A OMS trabalha com parceiros para criar um mecanismo governamental coordenado em nível internacional para garantir o acesso ao produto de acordo com os critérios de risco. A OMS também deverá gerenciar as reservas “porque o fornecimento permanecerá limitado até que seja criada uma maior capacidade de fabricação ou outras vacinas sejam licenciadas”.

Hospital da Mulher promove mutirão de reconstrução de mamas neste sábado
Foto: Divulgação

O Hospital da Mulher promove neste sábado (19) um mutirão de reconstrução de mamas, como ação do Outubro Rosa. Serão atendidas 25 mulheres da capital e do interior. Segundo o coordenador do serviço de cirurgia plástica, Guilherme Queiroz, estão escalados nove cirurgiões plásticos. Atualmente a unidade realiza até 50 cirurgias de reconstrução de mama por mês em pacientes que foram submetidas a mastectomia parcial ou total”, explica Queiroz.

 

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica que o Hospital da Mulher presta assistência nas áreas de ginecologia e mastologia, atendimento específico na área de reprodução humana e é dotado de um centro avançado de oncologia, além de atender também situações relacionadas à violência sexual. “O Hospital da Mulher passou a atender, em todo o estado, uma demanda que antes não era atendida, ou seja, o problema das doenças ginecológicas cirúrgicas das mulheres. Essas pacientes iam para emergências com sangramentos, hemorragias genitais, miomas, com câncer de mama que demorava muito tempo para ser diagnosticado e tratado, além de problemas de infertilidade, queda de bexiga e incontinência urinária. Todas essas situações passaram a ser tratados, adequadamente, nesse hospital, que atualmente realiza mais de 10 mil procedimentos e quase mil cirurgias por mês”, enfatiza Vilas-Boa.

Salvador e terá 93 pontos de vacinação em Dia D contra o Sarampo
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A capital baiana oferece 93 pontos de imunização no do Dia D da Vacinação Nacional contra o Sarampo que ocorre neste sábado (19). O período de atendimento começou às 8h e vai até as 17h. O grupo prioritário é formado pelas crianças que ainda não foram vacinadas ou estão com o esquema incompleto, na faixa etária entre seis meses e menores de 5 anos (4 anos 11 meses e 29 dias). Segundo o G1, em caso de dúvidas, pais ou responsáveis devem procurar uma unidade de saúde.

 

Desde a intensificação vacinal contra o sarampo, iniciada em julho passado, 258.947 pessoas foram a postos de saúde da capital para se vacinarem. Dessas, no entanto, 148.049 precisaram apenas atualizar a situação vacinal. Os demais já estavam imunizados, segundo balanço da prefeitura. A imunização faz parte do calendário básico de vacinação e está disponível nos postos municipais de segunda à sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h. É importante a apresentação da documentação de identificação pessoal e cartão de vacinação.

Sexta, 18 de Outubro de 2019 - 19:00

Estudo associa convivência com cachorro a menor risco de morte

por Lívia Marra | Folhapress

Estudo associa convivência com cachorro a menor risco de morte
Foto: Reprodução/Getty Images

Se você não tem cachorro e precisa de um motivo para isso, a ciência dá um bom argumento: viver mais. Pesquisa publicada na última terça-feira (8) mostra que a convivência com um cão está associada a um risco de morte por qualquer causa 24% menor se comparada a realidade de pessoas que não têm um cachorro. Considerando o risco de morte por problemas cardíacos, a redução é de 31%.

Para fazer uma revisão dos benefícios dos animais à saúde, o estudo divulgado na revista Circulation, da American Heart Association, envolveu quase 4 milhões de pessoas nos Estados Unidos, Canadá, Escandinávia, Nova Zelândia, Austrália e Reino Unido.

Na mesma revista científica, outro levantamento mostra que pessoas que convivem com cães têm melhores resultados de saúde após sofrerem um ataque cardíaco ou AVC. O estudo, nesse caso, foi feito com suecos.

O benefício foi maior para tutores que moravam sozinhos.

“Nós sabemos que a solidão e o isolamento social são fortes fatores de risco para morte prematura e nossa hipótese era que a companhia de um animal de estimação pode aliviar isso”, disse à CNN Tove Fall, um dos autores do estudo e professor na Universidade de Uppsala, na Suécia.

Ele lembra que pessoas sozinhas precisam fazer todos os passeios com o animal e que a atividade física é importante para a reabilitação em casos de infarto ou AVC.

Apesar dos benefícios constatados, os dois estudos são observacionais, ou seja, os pesquisadores não podem provar que a guarda dos cães seja a causa direta dos resultados. Mas essas pesquisas podem ser úteis em estudos futuros.

Dia D de vacinação contra sarampo acontece em Salvador neste sábado
Foto: Jefferson Peixoto / Secom

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo acontece em Salvador neste sábado (19). A prefeitura da cidade disponibilizou 93 pontos de imunização, que vão funcionar das 8h às 17h. A intensificação foi iniciada no último dia 7 pelo Ministério da Saúde.

 

O grupo prioritário é formado pelas crianças que ainda não foram vacinadas ou estão com o esquema incompleto, dentro da faixa etária entre seis meses e menores de cinco anos (quatro anos 11 meses e 29 dias), seguindo determinação do Ministério da Saúde.  Em caso de dúvidas, os pais ou responsáveis deverão procurar uma unidade de saúde para esclarecimentos a respeito da necessidade ou não da vacinação.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS), desde a intensificação vacinal contra o sarampo iniciada em julho desse ano, 258.947 pessoas compareceram aos postos de saúde da capital para se vacinarem. No entanto, dessas, 148.049 precisaram apenas atualizar a situação vacinal e os demais já estavam imunizados contra a doença.

 

“Apesar de termos apenas um caso importado confirmado na cidade, é importante que a população se sensibilize quanto à importância da prevenção e ajude o poder público a evitar a circulação do vírus na capital baiana, O sarampo é uma doença infecciosa, extremamente contagiosa, transmitida pela tosse e espirro e pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. A vacinação é a única forma de proteção contra a doença”, pontua a subcoordenadora do Controle de Doenças Imunopreveníveis da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Doiane Lemos.

Biritinga: Prefeitura diz que hospital possui equipamento adequado para reanimação
Foto: Reprodução

A prefeitura de Biritinga justificou, por meio de nota, o uso de copo descartável em substituição a uma máscara de oxigênio para a reanimação de um bebê no Hospital Municipal (veja aqui) afirmando que a unidade possui máscara, "mas o equipamento estava em processo de limpeza, por ter sido usado num procedimento anterior ao parto de emergência".

 

De acordo com a gestão, um vídeo foi divulgado "com informações distorcidas" sobre o caso. A gestão informou que "a paciente teve toda a assistência durante a gestação, inclusive com nove consultas de pré-natal, número superior ao exigido pelo Ministério da Saúde como procedimento padrão e seguro para as mães e para os bebês". O uso do copo não representaria, ainda, risco para a saúde da criança ou para a mãe.

Prefeitura de Salvador reabre chamamento público para contratação de médicos por PJ
Foto: Reprodução/Getty Images

A Prefeitura de Salvador vai reabrir o chamamento público para contratação de médicos por Pessoa Jurídica (PJ) para 20 e 40 horas nesta segunda-feira (21). Os salários serão em torno de R$ 15 mil reais O processo segue até 1º de novembro e a inscrição será realizada pela internet (veja o site aqui)

 

De acordo com a gestão municipal, a inscrição de novos médicos no último chamamento público foi considerada baixa, o que motivou a prefeitura a abrir novamente o processo.

 

Nesta sexta-feira (18), em que se celebra o Dia do Médico, o secretário municipal da saúde de Salvador, Leo Prates, fez um apelo para que os profissionais se inscrevam no chamamento. O titular da SMS apontou que uma das principais dificuldades da prefeitura é fixar médicos na atenção básica, e, por isso, a gestão tem se empenhado para superar este cenário.

 “Estamos unindo todos os esforços para fortalecermos o nosso quadro de médicos e acabarmos com o déficit, mas, dependemos muito do interesse desses profissionais. Por isso, faço um apelo que nos ajudem, divulgando, partilhando com colegas e amigos a reabertura desse edital”, pontuou Prates.

 

Leo Prates ainda informou que a SMS tem focado na qualificação da rede para não só prestar um atendimento qualificado à população, como também proporcionar um ambiente de trabalho seguro e salubre para todos os profissionais. Por esse motivo, a secretaria lançou o programa “Mutirão dos Alvarás”, para adequação dos equipamentos municipais aos mais altos padrões de exigência da Vigilância Sanitária. O objetivo é dotar a rede do mesmo patamar da rede privada, eliminando, diminuindo ou prevenindo quaisquer riscos aos cidadãos e aos colaboradores. Com o mutirão, 100% da rede de atenção primária à saúde do município deverá estar com os alvarás atualizados até o dia 29 de março de 2020, durante as comemorações pelo aniversário de Salvador.

Operadoras querem que clientes montem cobertura de plano de saúde
Foto: Mauricio Leiro / Bahia Notícias

Operadoras de saúde propuseram ao governo e Congresso Nacional mudanças nas regras que regulamentam o setor. Conforme apurado pelo Estadão, se a solicitação for atendida, será possível a oferta de planos para atender apenas determinados tipos de doença - como cardíacas ou renais - ou para procedimentos específicos.

 

O grupo tem a intenção de facilitar a oferta de planos individuais, permitindo a criação de contratos com menor cobertura e mensalidades mais baixas.

 

Reportagem do Estadão compara a ideia a um “pay-per-view” da saúde, em que clientes montam o plano de atendimento conforme seu interesse e pagam de acordo com as opções que incluírem.

 

Se a proposta for aceita, poderá haver no mercado planos que não façam atendimento para câncer ou problemas renais, por exemplo. Pacientes que necessitarem o tratamento e não tiverem previsão de cobertura, terão de recorrer ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Aos 40 anos e com 38 filhos, ugandense passa por procedimento para deixar de engravidar
Foto: Revista Raça

Com um histórico de seis gestações de gêmeos, quatro casos de trigêmeos, três outros de quadrigêmeos, além de gestações "mais simples", com apenas um bebê no ventre, a ugandense Mariam Nabatanzi somou 38 filhos aos 40 anos de idade e recentemente realizou um antigo desejo, de passar pro um procedimento para que deixasse de engravidar.

 

De acordo com o Extra, Mariam se casou cedo, aos 12 anos, com um homem de 28 e teve o primeiro casal de gêmeos logo após a união.

 

A explicação médica sobre o caso da ugandense é de que ela possuía ovários muito grandes, o que fazia com que ovulasse múltiplas vezes a cada ciclo e a deixava mais fértil.

 

A reportagem destaca que aos 23 anos, e já com 25 filhos, Mariam solicitou aos médicos que interviessem para que ela deixasse de engravidar, mas eles teriam dito que tomar pílula anticoncepcional poderia acarretar sérios problemas de saúde, por causa do tamanho dos ovários.

 

Mariam cria sozinha os filhos. A família se divide em quatro casebres, onde as crianças  dividem camas e outros dormem no chão. A mulher faz bicos como cabeleireira e decoradora de eventos, recolhe sucatas, participa da colheita de café, produz o próprio gin e medicamentos à base de ervas.

Biritinga: Hospital usa copo descartável para reanimar bebê que nasceu sem sinais vitais
Foto: Reprodução / TV Bahia

Um copo descartável foi usado como máscara de oxigênio na reanimação de um bebê que tinha nascido sem sinais vitais. O caso ocorreu em um hospital municipal de Biritinga, na região sisaleira. Segundo o G1, a mãe da criança, Maíse Correia, de 20 anos, o fato começou porque ela não tinha dilatação suficiente para ter o bebê por parto normal. No entanto, a bolsa teria estourado o que fez o procedimento ser adiantado.

 

No entanto, o bebê nasceu sem sinais vitais. A mãe disse que o copo foi usado após outras tentativas de reanimação. Conforme a secretária de saúde do município, Lívia Santos, a unidade de saúde tinha uma máscara de oxigênio, mas o material estava sujo por ter sido usado momentos antes.

 

Santos disse que a equipe pegou um copo e fez um furo no recipiente.  Depois, o bebê recobrou os sinais vitais. O caso ocorreu no dia 4 de outubro. 

Método de reconstrução peniana do Hupes será testado em pacientes com câncer de pênis
Foto: Divulgação

Após um procedimento pioneiro e de sucesso de reconstrução de pênis, o responsável pelo serviço de urologia do Hupes, Ubirajara Barroso, vai aplicar o método em pacientes com câncer de pênis, além de testá-lo em pacientes que tiveram perda traumática do membro.

 

O método inédito no foi realizado no mês de agosto em um paciente de 18 anos, que teve o órgão sexual arrancado por meio de uma mordida de cachorro aos oito meses de idade. Com o procedimento, o paciente teve a estrutura peniana totalmente reconstruída, devolvendo todas as suas funções, inclusive, a capacidade sexual do órgão.

 

O médico Ubirajara Barroso explica que o método tem tido grande aceitação na comunidade científica e tem mostrado os resultados em congressos nacionais e internacionais. “Esse caso foi apresentado no congresso brasileiro de urologia e teve grande repercussão. Fizemos este procedimento inédito, que é a reconstrução do pênis com o tecido erétil que estava embutido na região perineal. Como resultado o paciente tem um novo pênis capaz de realizar penetração”, explica.

 

O sucesso da cirurgia, fez com que o médico passasse a estudar outras formas de aplicar o método. No Hupes, já está em andamento estudos para realização de cirurgias em pacientes com câncer de pênis. “Esse procedimento abre espaço para que pacientes com tumores, amputações e problemas congênitos consigam passar pela reconstrução peniana e não só de forma estética, mas devolvendo todas as funções do órgão. O Brasil lidera o ranking de amputação de pênis e estou bastante confiante que essa cirurgia possa ser feita para esses casos.”, explica.

Depressão pode encurtar vida de pessoa em até 15 anos se não for tratada, alerta psiquiatra
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Ainda alvo de muito preconceito, a depressão está na lista das doenças mais incapacitantes do mundo, com reflexos que podem levar ao déficit cognitivo, problemas de memória, de aprendizado, de expressão de emoções e raciocínio, de acordo com presidente da Associação dos Psiquiatras da Bahia e professora da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e FTC, Miriam Elza Gorender.

 

O pensamento de que a doença é uma “dor da alma” e que pode ser superada apenas com pensamentos positivos e força de vontade deve ser abolido, de acordo com a médica, que explica que a depressão “é uma doença do corpo, não é um estado de espírito, um mau humor ou uma questão emocional”. “É uma doença que encurta a vida da pessoa em cerca de 10 a 15 anos se não for tratada”, advertiu ao destacar a importância que se deve dar à saúde mental das pessoas. “A Organização Mundial de Saúde (OMS) há vários anos decreta que não há saúde sem a saúde mental”, frisou.

 

A especialista ainda comenta dados de pesquisas recentes que revelam crescimento no número de casos de depressão. A psiquiatra aponta que esse aumento pode ser relacionado à exposição das pessoas a ambientes cada vez mais estressantes. Então “quando a pessoa vive em um ambiente mais tranquilo, existe menos possibilidade de haver um desencadeamento de um primeiro episódio depressivo”, assegurou a médica.

 

A campanha Setembro Amarelo, que durante todo o mês chama a atenção para a prevenção ao suicídio e cuidado com a mente, foi destacada e elogiada pela psiquiatra. No entanto, um alerta sobre a maneira como se contribui foi feito. Para Miriam, é preciso ter cautela ao oferecer ajuda a alguém em crise, apesar da boa intenção é possível causar mais mal do que bem, porque “não basta dar um ombro para resolver o problema da pessoa”, é preciso orientar para que se procure um profissional adequado e capacitado.

 

Durante a entrevista a psiquiatra ainda trata do Dia Mundial da Saúde Mental, automutilação de jovens, uso de redes sociais e questionamentos sobre o Transtorno de Personalidade Antissocial. Confira a entrevista completa na coluna Saúde.

No Dia do Médico, Cremeb homenageia 90 profissionais baianos com diploma de Mérito
Foto: Reprodução/Google Maps

No dia em que se celebra o Dia do Médico, nesta sexta-feira (18), o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) vai homenagear 90 médicos com o Diploma de Mérito Ético-Profissional.

 

Serão homenageados os profissionais que neste ano completam 50 anos de exercício ininterruptos da profissão, sem ter sofrido sanções éticas. A celebração acontecerá durante sessão plenária solene pública no Salão de Eventos do Cimatec, às 19h.

Histórico de Conteúdo