Estudo aponta aumento de 114% nas mortes e colapso na saúde em presídios do RJ
Foto: Divulgação

Após a morte de três detentos por meningite, um levantamento realizado pelo Mecanismo para Prevenção e Combate à Tortura, órgão vinculado à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), colocou em foco a realidade caótica do sistema prisional no estado. O estudo revela que as mortes nas unidades subiram 114% em sete anos, passando de 125 em 2010 para 268 em 2017.


A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) garante que os casos de meningite já estão controlados, mas o levantamento revela ainda outras preocupações para a saúde dos presos. O estudo cita que há “um colapso” no controle da tuberculose, tendo inclusive um registro de um detento que foi reinfectado sete vezes. O levantamento relata ainda casos de violência obstétrica antes e durante partos e também a ausência de audiências de custódia para presos hospitalizados. Segundo o órgão, existe "uma cadeia de decisões institucionais" que acabam não garantindo o atendimento à saúde aos presos.


"Estamos falando só dos que morreram dentro do sistema prisional. Tem os que morrem depois porque saíram debilitados. Tem os que saem com pulmões praticamente sem funcionar. E a maioria dessas mortes poderiam ser evitadas. As pessoas não estão morrendo porque estão sendo massacradas umas pelas outras. Não são mortes violentas. Elas estão morrendo em decorrência de problemas de saúde simples, que se complicam", afirma Alexandre Campbell, um dos responsáveis pelo estudo.


Desde 2007, a Defensoria Pública do Rio de Janeiro moveu 18 ações civis públicas relacionadas com a violação do direito à saúde nas unidades prisionais do estado. Em uma dessas ações foi incluído um estudo que investigou as 83 mortes ocorridas entre abril de 2014 e abril de 2015. O levantamento mostrou que 64% delas ocorreu por tuberculose, pneumonia e sepse de foco de pulmonar. De acordo com o estudo, 30 tinham "registros de cachexia e mal estado nutricional em seu laudo cadavérico". 

Ministério da Saúde libera R$ 1,3 bilhão para tratamento de hemofilia no país
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde destinará R$ 1,3 bilhão para compra de medicamentos para tratamento de doenças hemorrágicas hereditárias, entre elas, as hemofilias A e B, no Sistema Único de Saúde (SUS) para o ano de 2019. No Brasil, 26,7 mil pacientes foram cadastrados em 2018 no Hemovida Web Coagulopatias, sistema que reúne informações de todos os centros de tratamentos no país. Desse total, 39,52% tem diagnóstico de hemofilia A e 7,84% de hemofilia B.

 

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a rede de atendimento será ampliada no país. A pasta já adquiriu 720 milhões de unidade internacional do insumo. A hemofilia é uma doença genético-hereditária que atinge em sua maioria pessoas do sexo masculino. Caracteriza-se pela deficiência de fatores de coagulação VIII (hemofilia A) e IX (hemofilia B) no sangue dos indivíduos. Os efeitos clínicos da doença incluem episódios hemorrágicos, que podem evoluir para complicações diversas, como o comprometimento de articulações e membros. 

 

O tratamento da hemofilia é feito por meio da reposição do fator de coagulação deficiente (fator VIII ou fator IX) e evoluiu muito nos últimos 40 anos, desde os procedimentos de transfusão de sangue, na década de 1940, até a utilização dos concentrados de fator de coagulação purificados do plasma humano e, mais recentemente, dos medicamentos pró-coagulantes recombinantes. Os concentrados dos fatores são distribuídos pelo Ministério da Saúde aos centros de tratamento de hemofilias estaduais.

 

 

O SUS oferece uma linha de cuidados para tratar a hemofilia e prevenir complicações. Uma rede de 32 hemocentros em todas as regiões do país conta com o sistema Hemovida, que dispõe de uma base nacional para o cadastro de pacientes, inserção de dados clínicos, informações sobre o tratamento, registro de infusões de medicamentos, além do controle de estoque de medicamentos. O sistema também permite os centros controlarem o estoque de medicamentos. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, concentram o maior número de pacientes.

 

Campanha de Vacinação contra Gripe tem nova etapa a partir de segunda-feira
Foto: Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe terá uma nova etapa a partir desta segunda-feira (22), em todo o país. A primeira fase foi iniciada no dia 10 de abril, com vacinação de crianças, gestantes e mulheres em pós-parto. Na nova etapa, serão vacinados trabalhadores da saúde, indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

 

Mais de 41 mil postos de vacinação estão à disposição da população no país para vacinação, com envolvimento de mais de 196 mil profissionais, bem como a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais. A gripe é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes. Até o final de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 óbitos. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados, com 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.

Comissão de Saúde aprova proposta de Alex da Piatã e visitará Policlínica de Feira
Foto: Reprodução / Política ao Vivo

Membro titular da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Alex da Piatã (PSD) propôs e seus colegas membros do colegiado aprovaram, uma visita, no próximo dia 30 de abril, às 8h, na Policlínica de Saúde localizada na cidade de Feira de Santana. 

 

O intuito, de acordo com o parlamentar estadual, é buscar conhecer o funcionamento da unidade. “O governo do Estado tem investido nas Policlícinas, um trabalho louvável do governador Rui Costa e do secretário Fábio Villas Bôas. A escolha de Feira de Santana se deu pelo fato de ser a segunda maior cidade do Estado e temos informações preliminares que tem dado certo o trabalho desenvolvido por lá”, destacou. 

 

Alex ressaltou ainda que a média e alta complexidade da saúde da Bahia tem tido uma revolução com consultas com especialista da maneira regionalizando irradiando o serviço para todo o território baiano.

Ilhéus: Moradora denuncia descarte irregular de lixo hospitalar
Foto: Divulgação

Um descarte irregular de lixo hospitalar em frente à unidade de saúde Hernani de Sá, em Ilhéus, no sul da Bahia, foi denunciada por uma moradora. A mulher, que não quis se identificar, fez o registro nesta quinta-feira (18). Ela informou que o lixo estava no local há mais de duas semanas. O lixo foi deixado em um canto da área externa da unidade, ao alcance de qualquer pessoa.

 

O hospital, ao G1, confirmou que era lixo hospitalar e que o recolhimento é de responsabilidade da Secretaria de Saúde. "Entrei em contato com a chefe do setor, e eles já estão cientes do problema e já acionaram a empresa prestadora do serviço de coleta, transporte, tratamento e destinação final do lixo hospitalar", afirmou. Até a manhã desta sexta-feira (19), o lixo permanecia no local.

Sesab realiza mutirão de câncer de mama em Paulo Afonso e Jeremoabo
Foto: EBC

Os municípios de Paulo Afonso e Jeremoabo, da região de saúde de Paulo Afonso recebem a partir de segunda-feira (22), a Estratégia Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama. Unidades móveis estarão nas localidades, para atender as mulheres entre 50 a 69 anos, realizando exames de mamografia.

 

Em Paulo Afonso, o atendimento será feito até o dia 9 de maio, com a unidade móvel estacionada no Ginásio de Esporte Luís Eduardo Magalhães, tendo como meta atender a 2.100 mulheres. Já em Jeremoabo, a meta também é atender 2.100 mulheres até o próximo dia 9 de maio. O atendimento será na Praça do Forró, próximo ao Centro Médico Dr. Fausto de Aguiar Cardoso. É preciso levar um documento de identidade, Cartão do SUS e comprovante de endereço no município.

 

Em caso de diagnóstico positivo, tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. O Saúde sem Fronteiras, programa da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento.

Juazeiro e Petrolina sediará congresso de pediatria do nordeste
Foto: Divulgação

Juazeiro e Petrolina sediarão o 1º Congresso Integrado de Pediatria do Nordeste (Nordesteped), promovido pela Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) de 30 de abril a 3 maio. O congresso vai reunir pediatras, residentes e estudantes de medicina. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do Nordesteped, com valores promocionais até 23 de abril.

 

A pediatra Dolores Fernandez fará uma palestra sobre “Dor na mama ao amamentar: como manejar” durante o 1° Simpósio de Aleitamento Materno do Nordeste, que acontecerá concomitantemente ao Nordesteped. Na mesma sessão, a vice-presidente da Sobape, pediatra Ana Paz, falará sobre “Intercorrências/Dificuldades em amamentação: como manejar”.

 

A programação será aberta na terça-feira (30) com curso pré-congresso voltado a Reanimação Neonatal. Também estão previstas abordagens sobre mortalidade de adolescentes, prevenção da doença Meningococcica, cuidados paliativos em neonatologia e pediatria, transtornos do espectro autista, coqueluche, reposição de vacinas, entre outros temas atuais.

Sexta, 19 de Abril de 2019 - 00:00

Infectologista alerta para risco de confundir sintomas de leptospirose e virose

por Jade Coelho

Infectologista alerta para risco de confundir sintomas de leptospirose e virose
Foto: Reprodução / OPAS

Com sintomas iniciais como febre, dor no corpo, de cabeça e cansaço, a leptospirose pode ser confundida com uma virose ou dengue. A confusão arriscada foi um alerta feito pelo infectologista Claudilson Bastos. Com 47 notificações na Bahia somente em 2019, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a doença infecciosa é causada pela bactéria Leptospira, e, se não tratada, pode ter consequências graves. Nesta semana, a morte do instrutor do FitDance Cleidson Salustiano dos Santos, após contrair a doença, acabou alertando a população (leia aqui). Ele tinha apenas 37 anos.

 

A transmissão da doença ocorre pelo contato de pessoas com a urina dos animais infectados ou pela exposição a água contaminada pela bactéria. A Leptospira pode se hospedar em animais de diferentes espécies, como ratos, porcos e até cães, segundo o infectologista. O médico pontou ainda que, quando agravada, “a leptospirose pode comprometer a vida do paciente, pois pode afetar os rins, fígado e até o cérebro”. O diagnóstico da doença é feito através de um exame de sangue e de sorologia. E o tratamento, feito através de antibióticos, dura no mínimo sete dias. Nos casos mais graves, há necessidade de internação.

 

Desde 2015 a Bahia contabilizou 1.062 notificações relacionadas a leptospirose, entre casos confirmados, descartados e inconclusivos, segundo dados da Sesab. O total de casos confirmados neste período foi de 333. Mas o número de casos da doença pode ser reduzido de uma forma relativamente simples. Bastos destacou a necessidade de colaboração da população, e não só do poder público, para evitar a contaminaçao. Segundo ele, a falta de educação das pessoas, ao descartarem lixo de modo irregular, contribui para a disseminação da leptospirose.

 

Nesse período do ano, em que o volume de chuva aumenta, a atenção das pessoas também deve aumentar. O infectologista ressaltou a importância de evitar contato com água contaminada. Bastos disse ainda que apesar de mais comum em localidades saneamento básico precário, o correto é que, em casos de chuva, as pessoas evitem contato com áreas alagadas.  

Fundação José Silveira lança campanha de doações 'Adote um Paciente'
Foto: Reprodução / Google Street View

Uma campanha chamada “Adote um Paciente”, com objetivo de mobilizar o apoio da sociedade e estimular a prática da responsabilidade social, foi lançada pela Fundação José Silveira (FJS) nesta semana.

 

Segundo a instituição, a ação visa contribuir para melhoria das condições de vida de mulheres na luta contra o câncer, pacientes em tratamento de tuberculose, pessoas com deficiência em reabilitação, e parturientes e recém-nascidos em condição de desafio social atendidos pelas unidades de saúde da FJS.

 

Os interessados em fazer doações para a campanha e “adotar um paciente” devem acessar o site (veja aqui), preencher o formulário e optar pelo valor que quer doar, que pode ser acima de R$ 10. 

 

A Fundação José Silveira realiza mais de 1,3 milhão de atendimentos por ano, com foco principal na parcela da população em condição mais vulnerável.

Médico cubano faz vaquinha para conseguir pegar diploma e ficar no Brasil
Foto: Arquivo Pessoal

Médico há 20 anos, o cubano Ariel Sanchez, 45 anos, um dos primeiros especialistas a integrar o programa Mais Médicos, está em uma campanha para levantar o dinheiro necessário para viajar para Brasília e pegar o diploma para atuar como médico no Brasil.

 

Desde novembro de 2018, com o rompimento entre Brasil e Cuba que fez com que os médicos cubanos deixassem seus postos de trabalho e retornassem para o país natal, Ariel está sem emprego e se empenhando para conseguir passar no Revalida, prova que regulariza o diploma de profissionais formados em Medicina em universidades estrangeiras.

 

Ariel foi um dos 600 aprovados na prova do Revalida entre oito mil candidatos, mas não tem o dinheiro para ir até a capital federal para receber o registro. "Não tenho dinheiro e preciso viajar até o fim do mês a Brasília para pegar o meu diploma. A passagem custa até R$ 1.300", disse o cubano ao portal Uol.

Unidades de saúde da Bahia terão software para gestão hospitalar
Foto: Divulgação

Cinco unidades de saúde na Bahia vão implementar um software de gestão hospitalar, que inclui prontuário eletrônico e módulos administrativos. O Centro Estadual de Oncologia (Cican), os hospitais Geral do Estado (HGE), Geral Roberto Santos (HGRS), Ernesto Simões (HGESF) e Geral de Camaçari (HGC) esperam ter o projeto funcionando completamente a partir de junho.

 

O projeto piloto pretende possibilitar que a Central Estadual de Regulação (CER) tenha acesso, em tempo real, ao número exato de leitos disponíveis em cada unidade no momento da alta hospitalar. O acordo foi firmado com o Hospital das Clínicas de Porto Alegre gratuitamente. O preço no mercado, de acordo com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, seria de R$ 30 milhões.

 

Ainda segundo Vilas-Boas, até aqui, o investimento feito no projeto, que acontece desde 2015, já foi de R$ 52 milhões. O valor se converteu em obras de infraestrutura de cabeamento de rede e aquisição de computadores, impressoras e conectividade.

 

O software vai contemplar o paciente desde sua entrada na unidade, podendo criar ou não um prontuário eletrônico. Assim, vai especificar as informações clínicas do paciente, englobando todos os atendimentos realizados no hospital, classificados por diversos tipos de informação, como internações, cirurgias, diagnósticos, etc. 

Quinta, 18 de Abril de 2019 - 15:40

Vilas-Boas nega perseguição de ministério e diz que Aleluia na pasta pode ajudar

por João Brandão

Vilas-Boas nega perseguição de ministério e diz que Aleluia na pasta pode ajudar
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Após a coluna Radar Online, da revista Veja, apontar que auxiliares do governador da Bahia, Rui Costa, criticaram a possível ida do ex-deputado José Carlos Aleluia (DEM) para assessoria especial do Ministério da Saúde (veja aqui), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, em contato com o Bahia Notícias, negou qualquer tipo de perseguição e ainda elogiou a possível nomeação do democrata.

“A relação com o ministério tem se mantido muito boa. Acredito que a presença de Aleluia no gabinete vai ajudar a conquistar espaço maior para a Bahia”, afirmou.

Saúde pede prazo maior para se adaptar à Lei de Proteção de Dados
Foto: Divulgação

O setor de saúde quer mais tempo para implementar a Lei de Proteção de Dados. De acordo com informações da Agência Brasil, a área ainda se sente insegura para a implementação da medida.

 

A lei, que altera o regulamento para o uso de dados pessoais públicos ou privados em todo o país, foi sancionada em agosto do ano passado pelo ex-presidente Michel Temer. No entanto, ela prevê um tempo de transição para entrar em vigor, que deve acontecer em fevereiro ou em agosto do ano que vem.

 

Segundo a coordenadora do grupo de trabalho de Proteção de Dados da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), Rogéria Cruz, o setor ainda não sabe o que fazer. "Nossa realidade é muito maior do que a lei contempla. Então, vejo o setor inseguro sobre quando [a lei] entra em vigor, inseguro se vai ter dinheiro para fazer os investimentos de que precisa, se vai ser penalizado, inseguro sobre como treinar os seus funcionários de forma adequada. O tempo é curto”, afirmou Rogéria. 

 

A lei proíbe o tratamento de dados pessoais para discriminação ilícita ou abusiva, como o cruzamento de uma pessoa específica ou de um grupo para subsidiar decisões comerciais. Para aqueles que infrigirem a lei, estão previstas desde advertências até multas diárias de R$ 50 milhões. 

Juazeiro: MP-BA pede fechamento de dois centros terapêuticos por irregularidades
Foto: Divulgação

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) pediu à Justiça, em uma ação civil pública, que feche as comunidades terapêuticas para dependentes de substâncias psicoativas Centro de Desafio Jovem do Sertão e Centro de Restauração Filadélfia, localizadas em Juazeiro. A promotora de Justiça Rita de Cássia Rodrigues pede que a Justiça obrigue o Município a coletar dados sobre os pacientes e os encaminhe para comunidades terapêuticas regulares e cadastradas, onde eles possam receber adequado tratamento custeado pelo Poder Público. 

 

Segundo a ação, foram encontradas diversas irregularidades nos dois Centros. Entre elas, instalações físicas de ambientes externos e internos “em péssimas condições de conservação, segurança, organização, conforto e limpeza”; banheiros sujos, sem porta, papel toalha e sabonete líquido; ausência de procedimento operacional padrão para a lavandeira e higienização e limpeza da estrutura física do estabelecimento; inexistência de sala de acolhimento de residentes, familiares e visitantes; ausência de piso derrapante e lavável, além da falta de técnico responsável de nível superior e pessoas capacitadas em número suficiente para período integral. As irregularidades foram constatadas em inspeções realizadas pelo Núcleo de Vigilância Sanitária. 

Atividade cerebral em porcos mortos é restaurada em pesquisa americana
Foto: Divulgação

Cientistas conseguiram reestabelecer atividade no cérebro de porcos que haviam sido mortos horas antes. Esse fato aumenta as esperanças quanto a avanços médico na área, além de levantarem questionamentos sobre a definição de morte.

 

A restauração aconteceu de modo inicial, os cérebros não eram capazes de pensar ou sentir nada, conforme apontado pelos pesquisadores. Segundo o G1, pelos padrões médicos, "esse não é um cérebro vivo".

 

A pesquisa foi feita na Escola de Medicina da Universidade de Yale, no Estados Unidos, e os resultados foram publicados nesta quarta-feira (17), na revista "Nature".

 

Conforme o G1, os cientistas constataram um grau considerado impressionante de resiliência nas células dentro de um cérebro que perdeu o fornecimento de sangue e oxigênio.

 

"A morte da célula no cérebro ocorre durante uma janela de tempo mais longa do que pensávamos anteriormente", disse Nenad Sestan, que participou do estudo.

 

Para a pesquisa foram utilizados 32 cérebros de porcos que haviam sido mortos em um matadouro para servirem de alimento. Os cérebros foram levados ao laboratório e colocados dentro de um aparelho.

 

Passadas quatro horas da morte, os cientistas injetaram um produto substituto de sangue nos cérebros, enquanto outros não receberam o mesmo tratamento.

 

Os cérebros não mostraram nenhuma atividade elétrica de larga escala, o que indiciaria que estariam conscientes. Mas restaurar a consciência não era o objetivo do estudo, que visava explorar se funções específicas poderiam ser restauradas horas após a morte.

 

Depois de seis horas de injeção do sangue artificial, os cientistas perceberam  que algumas células individuais do cérebro haviam mantido detalhes considerados chave para sua estrutura. No entanto outras células de cérebros que não foram tratados já tinham se degradado de forma severa.

Viver Bem: Cardápio para a semana santa e a saúde nutricional - evitar excessos é prioridade
Foto: Pixabay

Fé e gastronomia de mãos dadas. A Semana Santa é marcada por símbolos da fé cristã que revive, neste período do ano, todo sofrimento de Cristo durante o calvário e sua morte. Em respeito a estes dias, muitas pessoas evitam o consumo de carne, e os frutos do mar tomam conta dos pratos, ficando até com valores mais altos. Mas, além deles, os chocolates são mais que esperados para a ceia do domingo de Páscoa.

 

Toda esta “fartura” alimentar traz consigo alguns riscos. O excesso pode acontecer e a culpa no pós-feriado também. No caso do chocolate, por exemplo, o censo comum atribui a ele o surgimento de acnes e outras questões relacionadas à saúde da derme, mas o grande vilão é o açúcar. E, para as crianças, público majoritário do alimento, os problemas podem ser variados. “A recomendação diária da Sociedade Brasileira de Pediatria é de no máximo seis colheres de sopa de açúcar por dia e esse valor costuma ser ultrapassado com a ingestão dos chocolates. O consumo do produto deve ser moderado devido aos riscos de cáries, diarréias ou infecções gastrointestinais”, pontua a nutricionista do Hapvida Saúde, Cíntia Menezes.

 

No caso das pessoas diabéticas, a especialista explica que a melhor opção deve ser pelos chocolates amargos ou com alto teor de cacau, em porções pequenas, e, caso a glicemia esteja alta, é melhor evitar o consumo.

 

Mancha de dendê não sai

Parafraseando Moraes Moreira na música “mancha de dendê não sai”, nos pratos, ele dá um gosto inconfundível e fica marcado na mente. A típica comida baiana, como é chamada, não existe sem este ingrediente que, quando consumido cru, é excelente para a saúde e beneficia várias funções do corpo. Mas, quando cozido, ele se torna gordura saturada. A dica é que o produto seja colocado na comida após o seu cozimento, para que as propriedades originais dele não sejam perdidas.

 

Prato ideal

Entre os alimentos previstos para esta época, o peixe é, sem sombra de dúvidas, o mais nutritivo. De acordo com Cíntia, incluí-los regularmente na dieta traz benefícios como melhora da memória e concentração, além da prevenção de doenças cardiovasculares e redução da inflamação. E, para quem está precisando reduzir medidas, a nutricionista destaca outro benefício, “consumir peixes ajuda na perda de peso, pois eles normalmente são fontes de proteínas com menos calorias do que as carnes vermelhas e o frango, favorecendo dietas de emagrecimento”, explica.

 

Para a ceia da Páscoa, a sugestão da nutricionista é o bacalhau dissalgado. Rico nas vitaminas B1 e D, sódio, magnésio, proteínas e ácido graxo ômega-3 e ômega-6, tais substâncias auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares. Para acompanhá-lo, basta equilibrar a quantidade de carboidratos das refeições, como arroz e batatas e salada verde.

Quinta, 18 de Abril de 2019 - 10:40

Ex-deputado Aleluia deve assumir assessoria especial do Ministério da Saúde

por João Brandão

Ex-deputado Aleluia deve assumir assessoria especial do Ministério da Saúde
Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O ex-deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) deve ser nomeado nos próximos dias assessor especial no Ministério da Saúde, comandado por Luiz Mandetta (DEM).

Em entrevista ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (18), o ex-presidente estadual do DEM disse que as negociações ainda estão em andamento. A coluna Radar Online, da revista Veja, disse que a indicação causou revolta aos auxiliares do governador Rui Costa (PT). Alegam que, desde então, repasses do ministério foram suspensos.

“Isso é bobagem. Pode perguntar ao secretário de Saúde. Se for nomeado é ajudar a Bahia”, disse.

Quinta, 18 de Abril de 2019 - 09:00

Adesivo criado por estudante traduz comandos por pensamento

por Fernanda Ezabella | Folhapress

Adesivo criado por estudante traduz comandos por pensamento
Foto: Reprodução / Shutterstock

Os computadores estão ficando cada vez mais poderosos e cada vez menores, tanto que hoje os levamos no bolso da calça, na forma de celulares. Mas, para o jovem engenheiro Arnav Kapur, as máquinas vão ficar tão pequenas que vão sumir em nossos próprios corpos.

Kapur, 24 anos, é o engenheiro-chefe do AlterEgo, um dispositivo de inteligência artificial que funciona atrás da orelha, como um adesivo transparente. O aparelho é capaz de traduzir para comandos de computador os sinais de fala interna do usuário, sem a necessidade de usar a voz.

O estudante do Media Lab do Massachusetts Institute of Technology (MIT) fez uma demonstração da novidade no TED, evento de tecnologia, entretenimento e design que acontece nesta semana em Vancouver. "Queria fazer com que computação, inteligência artificial e internet fizessem parte de nós, parte da cognição humana", disse Kapur.

Pela primeira vez, o engenheiro apresentou o mais recente protótipo do AlterEgo, bastante discreto no pescoço de um assistente de palco. A versão anterior era um aparelho maior acoplado no rosto do usuário, quase como um telefone.

O dispositivo parece ler os pensamentos do usuário, mas Kapur explica que não é bem assim. O AlterEgo consegue ler os sinais neurais dos músculos do rosto e das cordas vocais que ativamos quando estamos deliberadamente falando sozinhos, ainda que sem abrir a boca ou mesmo mexer o rosto.

"Os sensores do dispositivo pegam esses sinais internos da cavidade profunda da boca, e o programa de inteligência artificial os traduz e alimenta de volta a resposta via condução óssea para o ouvido do usuário", explicou Kapur.

Na demonstração ao vivo, ele fez uma pergunta ao seu assistente de palco que, sem se mexer, repetiu a pergunta internamente. Uma tela mostrava como o dispositivo estava traduzindo a pergunta palavra por palavra. "Como está o tempo em Vancouver?"

Em alguns segundos, o assistente respondeu: "Está 15 graus aqui em Vancouver." 

Kapur vislumbra inúmeras utilidades para o AlterEgo, como capacidade de decorar textos, procurar informações, fazer cálculos que só computadores conseguem, realizar traduções simultâneas, trocar mensagens em silêncio e, claro, ajudar milhares de pessoas que sofrem com problemas de fala.

Ao final da demonstração, até a apresentadora do TED se mostrou desconfortável com a nova tecnologia: "É incrível, inovadora, e assustadora [...] Daqui a cinco anos, isso não poderia ser transformado numa arma?"

Kapur respondeu: "Queríamos pensar em design. E mudamos o design. Em vez de ler diretamente do cérebro, o dispositivo lê do sistema neural voluntário, o qual você precisa deliberadamente ativar para se comunicar", disse. "Ele não grava ou lê pensamentos." 

"O objetivo é que a tecnologia suma completamente. Se você está usando, eu não deveria ser capaz de vê-la", continuou o engenheiro, que começou a trabalhar na tecnologia em 2017. "Você não quer um aparelho na sua cara. No momento, é um adesivo cor de pele, mas queremos fazer uma versão menor ainda."

Ausência de profissionais preparados na saúde básica dificulta identificação de hemofílicos
Foto: Reprodução / Instatuto Adolescente

A falta de especialistas hematologistas e pediatras capacitados nas unidades básicas de saúde é apontada pelo médico e professor universitário Hugo Carvalho como um dos grandes obstáculos na identificação de pacientes hemofílicos na Bahia.

 

Com incidência de um a cada cinco mil nascidos vivos em um dos tipos da doença, especialistas chamam atenção para a Hemofilia no Dia Internacional da doença (17 de abril). Os pacientes hemofílicos possuem o sangue mais fino e tem problemas na coagulação, com isso estão sujeitos a hemorragias de maneira mais recorrente. 

 

A doença impacta diretamente na qualidade de vida dos pacientes, principalmente na infância. Segundo explicação da diretora de Hematologia da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), Anelisa Streva, o atrito e impacto causados por algumas brincadeiras podem causar complicações ao hemofílico, que podem ir de dificuldade de locomoção, devido a sangramento nas articulações, até acidente vascular encefálico.

 

Na Bahia, o centro de saúde especializado no atendimento de pacientes da doença é o Hemoba, com cerca de 1,5 mil atendimentos por mês na unidade de Salvador. A atenção a estes pacientes também é feita na unidade de Juazeiro, norte do estado. Aquelas pessoas de outras cidades do interior da Bahia tem que procurar essas duas unidades para ter acesso ao acompanhamento e a medicação necessária.

 

"Os pacientes do interior vem a unidade a cada três meses, realizam os exames e leva a medicação relativa ao tempo de retorno", disse Anelisa.  

 

No Hemoba, os hemofílicos são submetidos a reposição de proteína no sangue, através do "Fator 8", esse procedimento é chamado de "profilaxia". Com ele, os pacientes conseguem aumentar a qualidade de vida.

 

O hematologista Hugo Carvalho destacou a importância de diagnóstico na infância e afirmou que é o que geralmente acontece. Mas o médico também sinalizou que existem casos pontuais em que a pessoa convive com a doença sem saber. Anelisa Streva explicou que a Hemofilia existe em três "níveis" de gravidade, e nos casos mais leves isso é possível de acontecer.

 

Carvalho apontou ainda os sintomas com que os pais devem estar atentos. "Quando a criança começa a engatinhar e começa a ter hematomas. Sangramentos nas gengivas também são um sinal que deve ser observado". O diagnóstico é feito a partir de um teste de coagulação, realizado apenas após o aparecimento dos primeiros sintomas, e não de modo corriqueiro.

Organização Mundial da Saúde aponta aumento de 300% de casos de sarampo no mundo
Foto: Reprodução / Shutterstock

Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) indicaram um aumento no número de casos de sarampo no mundo em  cerca de 300% no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2018.

 

A OMS apontou que foram registrados mais de 112 mil casos de sarampo em 170 países nos três primeiros meses de 2019. Segundo a Organização, os recentes surtos da doença causaram muitas mortes, principalmente de crianças.

 

Na África o índice de crescimento de registro de casos de sarampo foi de aproximadamente 700% no período em questão. Na Europa, o crescimento foi de 300%, apesar do uso de vacinas na região ser mais difundido.

 

Segundo a OMS, o sarampo é quase totalmente evitável por meio de duas doses de uma vacina segura e eficaz. Mas a organização afirmou que somente 67% da população mundial tomaram a segunda dose.

 

A OMS aconselha que as pessoas tomem as duas doses da vacina. A organização também pede que os países garantam que todas as crianças sejam vacinadas, uma vez que o sarampo pode afetá-las mais duramente.

Após três casos de meningite, presos no Rio de Janeiro foram colocados em quarentena
Foto: Reprodução / Google Street View

Detentos que dividiam a cela onde houve duas mortes em decorrência de meningite meningocócica foram colocados em quarentena no Rio de Janeiro.

 

A quarentena foi uma medida adotada de forma preventiva pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). O órgão indicou que a situação está controlada e que exames laboratoriais realizados em alguns presos já eliminaram suspeitas de infecção.

 

Conforme a Agência Brasil, três presos morreram de meningite na semana passada no estado do Rio. Dois eram internos da Cadeia Pública Paulo Roberto Rocha, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da capital.

 

Um deles teria se infectado na tentativa de socorrer um outro fazendo respiração boca a boca, vindo a falecer menos de 24 horas depois, no dia 8 de abril.

 

Dois dias depois, mais um detento foi a óbito na Cadeia Pública Patrícia Acioli, em São Gonçalo. Antes de ter dado entrada na prisão, ele havia tido contato com uma dos outras duas vítimas de meningite.

Em reunião com Bolsonaro e Mandetta, CFM faz pedidos para classe médica
Foto: Reprodução / Twitter

A diretoria do Conselho Federal de Medicina (CFM) apresentou ao presidente da República Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde Luís Henrique Mandetta o novo Código de Ética Médica (CEM), em reunião nesta terça-feira (16), no Palácio do Planalto.

 

Segundo o CFM, as mudanças foram detalhadas na Resolução nº 2.217/2018 e entram em vigor no dia 30 de abril.

 

Durante a reunião, os representantes do CFM apresentaram uma pauta com quatro itens de reivindicações da categoria. Na lista constam a criação da carreira de Estado para médicos na rede pública (SUS) e a definição do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), por meio de lei federal, como única forma de acesso dos portadores de diplomas de Medicina obtidos no exterior ao mercado brasileiro.

 

Entre os pedidos dos médicos está ainda o de reconhecimento do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), do CFM, como plataforma oficial de avaliação de cursos de medicina no País, e a atualização do Decreto Presidencial nº 44.054/1958, que regulamenta a Lei nº 3.268/1957, em função de legislações e práticas vigentes.

 

“Foi uma reunião produtiva e com sinalização positiva por parte do presidente para os pleitos apresentados pelos médicos, por meio do CFM. Entendemos que foi dado um importante passo para a implementação desses projetos que serão fundamentais para manter a qualidade da assistência e do ensino da medicina no Brasil”, disse o presidente do CFM, Carlos Vital, depois da reunião.

Coração é impresso em uma impressora 3D a partir de tecidos humanos
Foto: Reprodução / Getty Images

Um coração vivo que palpita a partir de tecido humano foi produzido com uma impressora 3D por cientistas da Universidade de Tel-Aviv, em Israel. Este marco da ciência pode possibilitar grandes mudanças na realização de transplantes no futuro. O estudo foi publicado nesta segunda-feira (15), na revista especializada Advanced Science.

 

O coração "está completo, vivo e palpita" e foi feito com "células e biomateriais do próprio paciente, conforme explicou o diretor da investigação, professor Tal Dvir. "É a primeira vez que se produz um coração com uma impressora 3D com o tecido humano de um paciente", disse. 

 

"Fizemos uma pequena biópsia do tecido adiposo dele, removemos todas as células e as separamos do colágeno e outros biomateriais, as reprogramamos para que sejam células-mãe e logo as diferenciamos para que sejam células cardíacas e células de vasos sanguíneos", explicou o cientista.

 

Segundo o Estadão, o passo seguinte foi processar os biomateriais para serem convertidos em biotinta. isto permitiu a impressão com as células. O produto final foi um coração de cerca de 3 centímetros, equivalente ao tamanho do de um rato ou de um coelho.

 

O pesquisador já traçou os próximos passos do estudo: "amadurecer este coração de modo que possa bombear". "No momento, "as células podem se contrair, mas o coração completo não bombeia. Precisamos desenvolvê-lo mais", esclareceu.

Sinta-se leve: Aproxime-se da natureza e valorize o processo de produção dos alimentos
Foto: Divulgação

Nada como viver o que pregamos, concordam? A onda sustentável que tomou conta do planeta muitas vezes fica apenas no campo virtual ou verbal. Já pensou que bom seria se todos que gritam aos quatro cantos "preserve a natureza" tivessem atitudes simples como: carregarem compras de supermercado em sacolas ecológicas, consumirem alimentos orgânicos ou não admitirem desperdícios?


Aprendemos desde cedo na escola que os recursos naturais são finitos e que estamos fazendo mau uso deles. Mas o que fazemos com essa informação? Muitos de nós vivemos longe da tão falada natureza. Ignoramos seus ciclos e funcionamento. Quando estamos próximos a natureza, compreendemos, por exemplo, que ervas daninhas e pragas não existem. O que existem são sistemas desequilibrados.


Vivemos numa época em que todos buscam o alimento mais barato possível, mesmo que esteja repleto de agrotóxicos, tenha causado uma devastação ambiental e contaminado o agricultor. Ignoramos que aquele capital foi economizado na base da exploração do outro e da natureza. E quem paga a conta? Nós mesmos, haja vista que o desmatamento provoca mudanças climáticas. E quando ingerimos alimentos ultraprocessados e industrializados, a nossa saúde é atingida. O dinheiro que você economiza ao não comprar um alimento orgânico será gasto em remédios.


As pessoas que residem em grandes cidades, na maioria das vezes, não conseguem enxergar a natureza. Daí vem o acúmulo de tensões e ansiedades. E um belo dia resolvem que para encontrar a natureza, precisam ir para o interior ou para a praia (já viram essa cena?).


Vamos trazer o verde mais pra perto de nós? Consuma orgânicos, plante árvores, transforme o jardim de casa em uma pequena floresta urbana em vez de ter um jardim artificial que não recebe a visita de abelhas ou passarinhos. Viva a natureza além do discurso, sua saúde agradece.

Quarta, 17 de Abril de 2019 - 11:00

Coren-SP escreve carta a Ingrid e Ewbank contra sexualização das enfermeiras

por Ailma Teixeira

Coren-SP escreve carta a Ingrid e Ewbank contra sexualização das enfermeiras
Imagem: Youtube @gioh

Com mais de 600 mil visualizações, os vídeos de Giovanna Ewbank com Ingrid Guimarães incomodaram o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP). O órgão divulgou uma carta aberta às atrizes para discutir a forma como a profissão é sexualizada nas imagens, as duas aparecem fantasiadas de "enfermeiras-sexy" para o quadro "Na Cama com Gio". Para o Coren-SP, abordagens do tipo funcionam como empecilho na luta ca categoria por reconhecimento.

 

"No vídeo de vocês, o uso de termos como “vestida desse jeito” e “ela não só veio vestida de enfermeira como também trouxe brinquedos” reduz a profissão a uma mera fantasia sexual. A enfermagem é uma profissão que depreende anos de estudo e aperfeiçoamento. Sua classificação fantasiosa é apenas mais um exemplo de um machismo estrutural que reduz o trabalho feminino a questões sexuais", defende Renata Pietro, que assina o texto.

 

Presidente do Coren-SP, ela ressalta que possui mais de 20 anos de profissão e que, desde que começou a estudar, percebeu como a área é estigmatizada. A fim de combater isso, a enfermeira cita iniciativas nacionais e internacionais, como a campanha "Nursing Now" da Organização Mundial da Saúde (OMS), que visa chamar a atenção dos governos para a valorização desses profissionais.

 

Com isso, Renata convoca Ingrid e Giovanna a apoiar as enfermeiras na luta "pelo empoderamento feminino e pela sororidade". "Precisamos mudar a visão de que mulheres profissionais de enfermagem (que também são auxiliares e técnicas, além de enfermeiras), assim como secretárias, professoras e outras, sempre sejam lembradas com uma carga erótica que não condiz com o seu real trabalho", ressalta.

 

Até o momento, as atrizes não responderam à carta, publicada nas redes sociais da entidade na tarde dessa terça-feira (16).

 

 

Em geral, os vídeos têm repercutido mais pela revelação de Ingrid de que perdeu trabalhos por ser considerada “feia” e também de que o papel da protagonista no primeiro “De Pernas pra o Ar” foi oferecido a Gloria Pires. Agora uma trilogia, o terceiro longa-metragem da franquia estreou nos cinemas na última semana e já lidera a bilheteria de filmes nacionais. Ingrid é a terceira atriz brasileira mais vista na telona.

Quarta, 17 de Abril de 2019 - 09:02

Secretário Luiz Galvão deve receber alta nesta quinta-feira, diz assessoria 

por Rodrigo Daniel Silva

Secretário Luiz Galvão deve receber alta nesta quinta-feira, diz assessoria 
Foto: Bahia Notícias

O secretário municipal de Saúde (SMS), Luiz Galvão, deve receber alta, nesta quinta-feira (18), segundo informou a assessoria de comunicação da pasta ao Bahia Notícias (veja aqui).

De acordo com a assessoria, o titular da SMS foi internado com "fortes dores abdominais e foi constatado apendicite". Luiz Galvão foi submetido a uma cirurgia para a extração do apêndice.

"Apesar do susto, tudo correu bem. Agora é recuperar. Previsão de alta amanhã", diz, em nota, a secretaria. 

Estudo constata que crianças em contato com violência podem ter alterações no cérebro
Foto: Reprodução / EBC

As capacidades de empatia e a memória nos cérebros de jovens de 9 a 13 anos, podem ser prejudicadas por abuso sexual, agressões físicas de familiares ou colegas de escola, ao testemunhar violência contra terceiros e até mesmo ser ofendido, segundo pesquisa do Instituto do Cérebro (InsCer).

 

Os estudos mostraram, segundo a Folha de S. Paulo, que a pessoas entre essas idades e expostas violência tinham maior chance de não distinguir emoções alheias e falhar em testes de atenção.

 

Essas observações foram feitas em uma pesquisa do InsCer (Instituto do Cérebro), da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul),

 

Alunos de escolas estaduais de Porto Alegre foram estudados durante a pesquisa feita pelo InsCer na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O estudo teve apoio do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

 

A capital gaúcha foi escolhida porque foi considerada, em 2015, uma das 50 cidades mais violentas do mundo em um trabalho da organização Seguridad, Justicia y Paz. Em 2016, Porto Alegre registrou 55,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

 

Durante a pesquisa os estudantes responderam um questionário sobre experiências com violência.

 

Fios de cabelo dos jovens foram recolhidos pelos cientistas para verificar a presença de cortisol, substância ligada ao estresse. A presença do hormônio já era esperada naqueles mais próximos à violência, mas o teste era necessário para confirmar os resultados dos relatos.

 

Os testes incluíram ainda reconhecimento de emoções enquanto a atividade cerebral era observada por ressonância magnética.

 

Por fim os cientistas observaram que os estudantes mais próximos à violência falham mais frequentemente no reconhecimento de emoções ao observarem expressões faciais.

Falta de pagamento a funcionários de terceirizada pode interferir em serviços no HGE
Foto: Reprodução / Google Street View

Funcionários da empresa Creta, terceirizada responsável por prestação de serviços em hospitais da rede pública de saúde da Bahia, como o Hospital Geral do Estado (HGE) e Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), alegam falta de pagamento dos vencimentos, se dizem lesados e o serviço nas unidades pode sofrer interferências caso a situação não seja resolvida.

 

Ao Bahia Notícias, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirmou que está “envidando esforços junto à empresa cumpra com as obrigações trabalhistas e contratuais”. A pasta garantiu ainda que os pagamentos foram feitos de maneira “regular e consecutiva” a empresa Creta. Por fim, a Sesab assegurou que a companhia foi notificada e um processo administrativo foi aberto.

 

A empresa Creta está sediada em Lauro de Freitas e presta serviços de jardinagem e limpeza. O Bahia Notícias tentou contato com a companhia, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno. A Secretaria de Saúde da Bahia afirmou que a empresa “está sujeita as penalidades da lei”. 

 

Funcionários da empresa, que pediram para que as identidades fossem mantidas em sigilo, que prestam serviços nos dois hospitais em questão afirmaram que já procuraram a administração da Creta e fizeram cobranças sobre os salários atrasados. Segundo eles, a empresa teria pedido paciência, mas não estabeleceu prazo para a regularização dos pagamentos.

Ultrassom mostra gêmeas brigando dentro do útero da mãe; veja vídeo
Foto: Reprodução / Youtube

Durante um exame comum durante a gestação, a ultrassonografia, pais e médicos foram surpreendidos por irmãs gêmeas brigando dentro do útero. Em um vídeo divulgado pelo pai das gêmeas chinesas 'Cherry' e 'Strawberry' é possível ver o que parece ser luta entre as duas.

 

As imagens foram divulgadas pelo pai, identificado como Tao, no aplicativo Douyin. Segundo o portal Hypeness, pouco tempo depois de publicado o vídeo se tornou viral, com pessoas de todas as partes do mundo compartilhando.

 

A gravidez da mãe de 'Cherry' e 'Strawberry' foi de risco, as gêmeas dividiram o mesmo saco amniótico e a placenta. As pequenas chinesas nasceram no dia 8 de abril. O parto foi realizado em uma cesareana de emergência, mas as duas meninas passam bem. A mais velha delas nasceu com 1,95 kg, enquanto a menor pesava 1,62 kg, segundo o Yangzhou Evening News.

 

O vídeo do pré-natal que mostra as meninas brigando foi compartilhado pelo Daily Mail. Veja:

 

Alan Castro diz que não foi intimado por decisão do Cremeb que o suspendeu por 30 dias
Foto: Reprodução / Agência AL-BA

O deputado estadual Alan Castro (PSD) declarou que vai buscar mais informações sobre a decisão do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) que o suspendeu das atividades de médico por 30 dias (saiba mais aqui). 

 

“Informo que não fui intimado da decisão divulgada, mas já acionei minha defesa para apurar e esclarecer os fatos. Somente assim poderei dar maiores informações”, declarou, por nota, o parlamentar. 

 

O médico teve o direito de exercer a profissão suspenso por ter infringido quatro artigos do Código de Ética Médica.

Histórico de Conteúdo