Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 10:00

OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019

OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
Foto: Divulgação / OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, esta semana, uma lista com as 10 principais ameaças à saúde global no ano de 2019, dentre elas, surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, poluição, mudanças climáticas e crises humanitárias. De acordo com informações da Agência Brasil, o levantamento servirá para colocar em prática um novo plano estratégico de cinco anos, com o objetivo de garantir que um bilhão de pessoas a mais se beneficiem do acesso à saúde e da cobertura universal de saúde, estejam protegidas de emergências e desfrutem de melhor saúde e bem-estar.

 

Confira a lista de principais problemas a serem enfrentados em 2019, segundo a OMS:

Poluição do ar e mudanças climáticas
A estimativa da Organização Mundial da Saúde é que nove em cada 10 pessoas respiram ar poluído todos os dias. Poluentes microscópicos podem penetrar nos sistemas respiratório e circulatório, danificando pulmões, coração e cérebro, o que resulta na morte prematura de 7 milhões de pessoas todos os anos por enfermidades como câncer, acidente vascular cerebral e doenças cardiovasculares e pulmonares.

 

Doenças crônicas não transmissíveis
Dados da entidade mostram que doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, são responsáveis por mais de 70% de todas as mortes no mundo – o equivalente a 41 milhões de pessoas. Isso inclui 15 milhões de pessoas que morrem prematuramente (entre 30 e 69 anos), sendo que mais de 85% dessas mortes prematuras ocorrem em países de baixa e média renda.

 

Pandemia de influenza
O mundo enfrentará outra pandemia de influenza – a única coisa que ainda não se sabe é quando chegará e o quão grave será. O alerta é da própria OMS, que diz monitorar constantemente a circulação dos vírus para detectar possíveis cepas pandêmicas.

 

Cenários de fragilidade e vulnerabilidade
A entidade destacou que mais de 1,6 bilhão de pessoas – 22% da população mundial – vivem em locais com crises prolongadas (uma combinação de fatores como seca, fome, conflitos e deslocamento populacional) e serviços de saúde mais frágeis. Nesses cenários, metade das principais metas de desenvolvimento sustentável, incluindo saúde infantil e materna, permanece não atendida.

 

Resistência antimicrobiana
A resistência antimicrobiana – capacidade de bactérias, parasitos, vírus e fungos resistirem a medicamentos como antibióticos e antivirais – ameaça, segundo a OMS, mandar a humanidade de volta a uma época em que não conseguia tratar facilmente infecções como pneumonia, tuberculose, gonorreia e salmonelose. “A incapacidade de prevenir infecções pode comprometer seriamente cirurgias e procedimentos como a quimioterapia”, alertou.

 

Ebola
No ano passado, a República Democrática do Congo passou por dois surtos de ebola, que se espalharam para cidades com mais de 1 milhão de pessoas. Uma das províncias afetadas também está em zona de conflito ativo. Em dezembro, representantes dos setores de saúde pública, saúde animal, transporte e turismo pediram à OMS e seus parceiros que considerem 2019 um "ano de ação sobre a preparação para emergências de saúde".

 

Atenção primária
Sistemas de saúde com atenção primária forte são classificados pela entidade como necessários para se alcançar a cobertura universal de saúde. No entanto, muitos países não têm instalações de atenção primária de saúde adequadas. Em outubro de 2018, todos os países-membro se comprometeram a renovar seu compromisso com a atenção primária de saúde, oficializado na declaração de Alma-Ata em 1978.

 

Vacinação
Segundo a OMS, a relutância ou a recusa para vacinar, apesar da disponibilidade da dose, ameaça reverter o progresso feito no combate a doenças evitáveis por imunização. O sarampo, por exemplo, teve aumento de 30% nos casos em todo o mundo. “[A vacina] é uma das formas mais custo-efetivas para evitar doenças – atualmente, previnem-se cerca de 2 milhões a 3 milhões de mortes por ano", diz a OMS. Além disso, 1,5 milhão de mortes poderiam ser evitadas se a cobertura global de vacinação tivesse maior alcance.

 

Dengue
Um grande número de casos de dengue é comumente registrado durante estações chuvosas de países como Bangladesh e Índia. Dados da OMS mostram que, atualmente, os casos vêm aumentando significativamente e que a doença já se espalha para países menos tropicais e mais temperados, como o Nepal. A estimativa é que 40% de todo o mundo esteja em risco de contrair o vírus – cerca de 390 milhões de infecções por ano.

 

HIV
De acordo com a entidade, apesar dos progressos, a epidemia de Aids continua a se alastrar pelo mundo, com quase 1 milhão de pessoas morrendo por HIV/aids a cada ano. Desde o início, mais de 70 milhões de pessoas adquiriram a infecção e cerca de 35 milhões morreram. Atualmente, cerca de 37 milhões vivem com HIV no mundo. Um grupo cada vez mais afetado são as adolescentes e as mulheres jovens (entre 15 e 24 anos), que representam uma em cada quatro infecções por HIV na África Subsaariana.

São Paulo já possui três mortes por febre amarela em 2019
Foto: Divulgação

A cidade de Eldorado, em São Paulo, registrou as três primeiras mortes por febre amarela do estado. Situado no Vale do Ribeira, região sul, o local já possui outros nove casos confirmados e mais três suspeitos. 

 

De acordo com informações do G1, Eldorado possui três moradores internados no Hospital das Clínicas, em São Paulo, com estado de saúde considerado grave. 

 

O Departamento Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária Epidemiológica da cidade fez apelo para que aqueles que ainda não estão imunizados procurem o posto de saúde mais próximo para tomar a vacina contra febre amarela. As áreas mais afetadas são as zonas rurais. 

 

Em 2018, São Paulo registrou 503 casos de febre amarela, com 176 mortes provocadas pela doença. 

Cardiologista acusado de abuso sexual é preso em São Paulo
Foto: Reprodução / Google Street View

O cardiologista Augusto César Barretto Filho, 74, foi preso após ser acusado de abusar sexualmente de suas pacientes em seu consultório em Presidente Prudente. A justiça decretou sua prisão preventiva após denúncia feita pelo Ministério Público Estadual. 

 

Segundo o reportagem feita pelo G1, médico se entregou à Polícia Civil na sede da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Presidente Prudente. Mais de 30 relatos de abuso sexual de mulheres contra Barretto Filho foram registrados na delegacia. 

 

O caso tramita em sigilo no Fórum da Comarca de Presidente Prudente. O promotor de Justiça Filipe Teixeira Antunes acusa o cardiologista de crime de violação sexual mediante fraude. O Ministério Público Estadual decretou a prisão preventiva por acreditar que existe risco de Augusto voltar a praticar delitos contra pacientes. 

 

Os relatos das vítimas indicam que o médico abusava de sua posição para tocar partes sexuais de suas pacientes. Ainda segundo a reportagem, o médico negou os fatos à polícia Civil, e disse que vai se manifestar em juízo. 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 16:40

Após susto, Instituto do Coração tem incêndio controlado

por Folhapress

Após susto, Instituto do Coração tem incêndio controlado
Foto: Reprodução / Twitter

Um incêndio atingiu o Instituto do Coração de São Paulo (Incor), ligado ao Hospital das Clínicas, na manhã desta sexta-feira (18). O ocorrido levou à retirada de todos os funcionários e pacientes de dois andares da unidade, localizada na região da avenida Paulista.

 

O fogo foi controlado após dez minutos e não deixou vítimas, segundo o Incor. O Corpo de Bombeiros diz que o incêndio começou em um motor de ar-condicionado. O prédio atingido, na área externa do hospital, é onde ficam torres de refrigeramento.



Os bombeiros dizem que foram avisados por volta das 10h47 e que 18 viaturas foram mobilizadas. Por volta das 11h30, a ocorrência foi finalizada.



O primeiro e o segundo andar do prédio, onde o cheio de fumaça era mais forte, foram totalmente evacuados. Do terceiro ao nono, apenas parcialmente, segundo Diego Leite, da brigada de incêndio do Incor.



Em nota oficial, o Instituto do Coração diz que cerca de 25 pacientes que estavam próximos a janelas foram deslocados internamente em razão da fumaça e já estão retornando aos seus leitos.



O médico Roberto Kalil Filho, presidente do Incor, disse que a ala atingida é nova, que a fumaça se espalhou pelo ar-condicionado e agradeceu ao trabalho dos brigadistas, que evitaram eventual tragédia. Segundo ele, ninguém inalou fumaça tóxica.



A supervisora de UTI Filomena Galas contou que estava na sala de broncoscopia do hospital quando avistou as caldeiras em chamas. “A sala ficou muito quente e tiramos os pacientes rapidamente. Só um deles teve que ser retirada de maca porque não conseguia descer a escada”, contou.



Segundo o major Magalhães, que comandou a operação no local, apenas a perícia poderá informar as causas do fogo, que se deu no aparelho de ar condicionado que fica na parte externa do prédio chamado chiller. “O atendimento no hospital já foi retomado”, disse.



Funcionários disseram que alguns bombeiros tiveram dificuldade de chegar ao foco do incêndio porque os brigadistas do edifício não sabiam indicar os acessos ao local. Magalhães, porém, negou dificuldades na ocorrência. “Foi tumulto normal de ocorrência, os bombeiros indo na contramão dos pacientes que saíam do prédio”, disse.



O INCOR

 

O Incor, um dos braços de atendimentos e pesquisa do Hospital das Clínicas da faculdade de medicina da USP, completou 40 anos em 2017. O hospital é especializado em atendimentos nas áreas de cardiologia, pneumologia e cirurgias cardíaca e torácica.



O instituto está ligado a mais de 9.000 publicações científicas em revistas internacionais e nacionais, auxiliou em mais de 125 mil cirurgias, 1.200 transplantes e 1,1 milhão atendimentos de emergência. Além disso, capacitou mais de 25 mil alunos, considerando graduação e pós-graduação.



Por ano, o Incor faz cerca de 5.000 cirurgias, realiza 260 mil consultas médicas e responde por 13 mil internações.

Ministério da Saúde oferece mil bolsas para programas de residência
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde vai disponibilizar cerca de mil bolsas para programas de residência médica. O edital, lançado nesta quinta-feira (17), cobre as 35 especialidades em residência médica em áreas de atuação, além de 13 em residência multiprofissional de áreas de concentração. 

 

A seleção tem o objetivo de incentivar a formação em especialidades e áreas de atuação e regiões prioritárias. O período de inscrições vai de 21 à 31 de janeiro. 

 

Cerca de mil bolsas de residência médica e multiprofissional serão financiadas no valor de R$3.330,43. O período do programa pode ser de um a cinco anos, de acordo com a duração de cada especialidade ou área de atuação. 

 

Os interessados podem concorrer a instituições públicas municipais, estaduais e do Distrito Federal, bemcomo instituições privadas sem fim lucrativos e instituições federais vinculadas ao Ministério da Educação (MEC). 

 

As inscrições podem ser feitas através do site Sigresidências (acesse aqui), e o resultado será publicado no Diário Oficial da União a partir do dia 6 de fevereiro. 

Santa Casa de Valença suspende realização de cirurgias eletivas por falta de recursos
Foto: Reprodução / Baixo Sul News

Diante da crise financeira enfrentada pela Santa Casa de Valença, a realização de cirurgias eletivas foi suspensa a partir deste mês de janeiro. Por meio de uma postagem no Facebook, a gestão da entidade disse que foi informada sobre a suspensão pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Procurada pelo Bahia Notícias, a Sesab explicou que mantinha um contrato de R$ 3,362 milhões para que a unidade de saúde realizasse os procedimentos, mas o repasse era feito pelo governo federal, que encerrou o contrato.

 

"Em 31 de dezembro de 2018, o Ministério da Saúde extinguiu esta linha de financiamento e tão logo seja reativada esta estratégia e haja liberação orçamentária para o exercício 2019, serão autorizados novos procedimentos", esclareceu a assessoria de comunicação da pasta. Além disso, a secretaria ressalta que a prefeitura da cidade atualmente não aporta recursos financeiros para a Santa Casa de Valença.

 

No comunicado divulgado pelo hospital, eles afirmam que o custo operacional da Santa Casa é de R$ 24 milhões por ano, com receita de cerca de R$ 25 milhões, sendo o Sistema Único de Saúde (SUS) responsável por R$ 20 milhões desse montante.

 

"Embora as atividades operacionais já apontem um superávit em média de R$ 1 milhão/ano, isso não é suficiente para cobrir o passivo financeiro da instituição. Logo, toda redução ou não realização de repasse de recursos é significativa. Subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS), práticas históricas, falta de repasse de municípios e a redução contratual com o estado de R$ 4 milhões/ano, cerca de R$ 333 mil/mês, desde o mês de fevereiro de 2018 já haviam tornado as dívidas da instituição cada vez maiores: cerca de R$ 170 mil/mês", relata a instituição no texto.

 

Já a Sesab disse que mantém um contrato superior a R$ 18 milhões com a unidade, a fim de contemplar diversos serviços, com destaque para o Centro de Parto Normal (CPN), Unidade de Cuidado Intermediário (UCI) Neonatal, leitos do tipo Canguru, além de atendimentos ambulatoriais de média e alta complexidade, além de internamentos e "incentivos à gestão hospitalar".

 

Ainda assim, a gestão da unidade aponta que, desde agosto, foi obrigada a reduzir a quantidade de plantonistas no Pronto-Socorro por não ter condições de pagá-los. Em dezembro, não houve saldo suficiente para o pagamento do 13º salário dos 368 colaboradores e a dívida com fornecedores e prestadores de serviço se aproxima dos R$ 2 milhões. Com bancos, o débito supera essa taxa.

 

Em entrevista à imprensa durante a Lavagem do Senhor do Bonfim, em Salvador, nessa quinta-feira (17), o deputado federal Antonio Brito (PSD) disse que há "uma possibilidade muito grande" de fazer a renegociação das dívidas das Santas Casas do país no Congresso Nacional. De acordo com ele, seu foco enquanto parlamentar neste momento é garantir essa renegociação e "o alongamento das dívidas tributárias".

Região de Santa Maria da Vitória recebe Saúde sem Fronteiras
Foto: Divulgação

O projeto Saúde sem Fronteiras Rastramento do Câncer de Mama chegou aos municípios de Cocos e Santana, na região de Santa Maria da Vitória. A iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) tem o objetivo de atender mulheres com idade entre 50 e 69 anos para realização de exames de mamografia. 

 

No município de Cocos, a unidade móvel do Saúde sem Fronteiras estará estacionada na Praça da juventude até o próximo dia 24. Em Santana, o atendimento prossegue até o dia 29, na Praça de Eventos Aurelino da Silva Braga Filho. Para serem atendidas, as mulheres devem levar um documento de identidade, o Cartão SUS e um comprovante de endereço no seu respectivo município. 

 

A Diretoria de Projetos Estratégicos (Dipro), da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) espera que 1.076 mulheres sejam atendidas em Cocos, e 1.642 em Santana. A maioria se encontra dentro da faixa etária determinada pelo Ministério da Saúde como a mais propensa ao aparecimento do câncer de mama. 

 

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. 

Em reunião com Amab, Sul América reduz reajuste de plano de saúde de juízes
Foto: PUC-Rio

A Associação dos Magistrados da Bahia (Amab) quer reduzir o impacto do reajuste do plano de saúde Sul América para seus associados. A apólice do plano está atrelada diretamente ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Em uma reunião com representantes da empresa, foi informado pelo plano que não havia mais como impedir o reajuste referente a dezembro de 2017 e dezembro de 2018. No encontro, ficou acordado o reajuste de 10,8% referente aos anos de 2016/2017 e 2017/2018, representando uma média de 5,4% por biênio.

 

Inicialmente, a Sul América havia anunciado um reajuste de 59%, que não foi aceito pela Amab e pelo TJ. O plano, após estudos, fez uma contraproposta de 25% e posteriormente de 15%, o que também foi descartado. Na reunião desta quarta-feira (16), a empresa informou que o reajuste mínimo seria de 11,9%. Mas, a Amab fez uma contrapartida de 10,8%, o que foi acatado pelos representantes da Sul América. “Estivemos firmes na negociação para minimizar o máximo possível o impacto do reajuste, e conseguimos reduzir bastante, frente ao que foi apresentado pelo plano de saúde”, destacou a presidente da entidade Elbia Araújo.

Paciente recebe 'transfusão' de cerveja no estômago no Vietnã
Foto: Reprodução

Um homem chamado Nguyen Van Nhat recebeu, no Vietnã, uma transfusão de cerveja diretamente no estômago para combater uma grave intoxicação por álcool. Nhat chegou inconsciente à uma unidade hospitalar, com o nível de metanol no sangue 1.119 vezes acima do aceitável. 

 

Segundo o Jornal Extra, foram injetados 5 litros de cerveja para que o paciente retomasse a consciência. O chefe do CTI do hospital que atendeu Nhat explicou que a inconsciência foi gerada após o metanol se oxidar no sistema sanguíneo do homem, e se transformar em formaldeído, e em seguida em ácido fórmico. 

 

As cervejas foram utilizadas para que houvesse tempo de realizar a diálise que salvaria Nguyen. Hans-Jörg Busch, médico da emergência do Hospital Universitário de Freiburg, na Alemanha, classificou a técnica como incomum. 

Acidentes por animais peçonhentos são mais comuns no verão, alerta Ciave
Foto: Divulgação / Ministério da Saúde

O Centro de Informações Antiveneno (Ciave) registrou 127 casos de escorpianismo nessa primeira quinzena de 2019, uma média de 9 ocorrências por dia. O número representa um aumento de 10% em relação ao mesmo período no ano passado, e levou o Ciave a fazer um alerta em relação aos ataques por animais peçonhentos. 

 

Os escorpiões costumam se abrigar em esgotos e entulhos. No verão, o aparecimento do animal peçonhento torna-se mais comum. Além disso, o crescimento desordenado das áreas urbanas, a falta de saneamento básico, o desmatamento e o acúmulo de lixo, entulhos e restos de material de construção fazem com que os escorpiões procurem abrigo e alimento próximo ou dentro das residências, aumentando o risco de acidentes. 

 

No caso de picada por escorpião, deve-se acalmar a vítima, lavar a região atingida com água e sabão, colocá-la em posição de repouso e levá-la à unidade de saúde mais próxima do local de ocorrência. Quando contatado pela unidade, o Ciave orientará quanto ao diagnóstico e tratamento desses pacientes.

 

O Ciave também tem alertado sobre uma Fake News que está circulando atualmente nas redes sociais, na qual está sendo recomendada a aplicação de gelo no local da picada de escorpião para atrasar a circulação de sangue. Jucelino Nery, diretor do Ciave e coordenador estadual do Programa de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos, diz que essa medida não traz nenhum benefício para o paciente. 

 

Os casos de acidentes por animais peçonhentos na Bahia foram 24.714 em 2018, com 188 ocorrências em Salvador, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Desses, 18.985 (76,8%) foram acidentes escorpiônicos. 

Os usos da fonoaudiologia para os pacientes da terceira idade
Foto: Pixabay

Os idosos fazem parte de um público que requer uma maior atenção em relação aos cuidados com a saúde. Consultas periódicas e com diferentes especialidades propiciam um melhor tratamento das doenças. No caso do fonoaudiólogo, alguns problemas específicos podem ser detectados e prevenidos.

 

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) trazem uma realidade: a população brasileira está envelhecendo. O número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões de pessoas até 2050. Essa perspectiva alerta para necessidade das mais variadas áreas médicas se voltarem para o atendimento desse público. Por causa da idade, algumas perdas no organismo do idoso são naturais e podem desencadear problemas que afetam o sistema neurológico. É nesse processo que a figura do fonoaudiólogo pode colaborar.

 

A fonoaudióloga do Hapvida Saúde, Daiane Figueiredo, explica que é muito comum nos idosos os casos de demências e eles precisam ser trabalhados. A demência afeta a memória e algumas funções do idoso, sobretudo aquelas relacionadas à deglutição.

 

Envelhecimento da voz e do sistema auditivo

O uso excessivo da voz ao longo da vida e a exposição dos ouvidos a ruídos externos desencadeiam alguns problemas nas pessoas da terceira idade. A presbifonia é resultado do envelhecimento da voz e a presbiacusia é o envelhecimento da audição. “O quanto antes o idoso chegar ao fonoaudiólogo melhor para o tratamento. Será dada a devida orientação relacionada aos exercícios vocais e os cuidados com a audição. A depender do caso, a freqüência da visita ao profissional pode variar de acordo com os sintomas que ele apresente”, explicou Daiane.

 

Riscos do engasgo

Um sintoma que acomete grande parcela dos idosos é a disfagia, que diz respeito a uma dificuldade em engolir. “O engasgo é reflexo de alguma doença que age diretamente na função de deglutição. Isso gera riscos para o paciente e deixar a alimentação mais pastosa é uma das medidas preventivas a serem tomadas”, finalizou a especialista.

Procuradoria acusa ex-ministro da Saúde de irregularidades que causaram 14 mortes
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Procuradoria da República no Distrito Federal apresentou nesta quarta-feira (16) uma ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Saúde Ricardo Barros. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), irregularidades na compra de medicamentos provocaram a morte de 14 pacientes.

 

De acordo com o blog do jornalista Fausto Macedo, o MPF cita suposto "favorecimento de empresas, inobservância da legislação administrativa, de licitações e sanitária, prejuízo ao patrimônio público, descumprimento de centenas de decisões judiciais, além de, pelo menos, 14 pacientes mortos".

 

A procuradoria apontou que "atrasos injustificados" na entrega de remédios provocaram o desabastecimento de medicamentos destinados a doenças raras. Segundo o documento, os atrasos provocaram as mortes e aconteceram por motivos "não republicanos até então inconfessáveis, que perpassam a imoralidade e o descumprimento de normas da administração pública".

 

O ex-ministro da Saúde nega as acusações e alega que "a legislação foi cumprida rigorosamente para aquisições por judicialização da Saúde". "Agimos sempre dentro da lei, e nesses casos com decisões judiciais favoráveis ao Ministério da Saúde", diz nota divulgada pela assessoria de Ricardo Barros.

Ministério Público denuncia Mayra Cardi por exercício ilegal de profissão
Foto: Reprodução / Instagram

A ex-BBB Mayra Cardi foi denunciada pelo Ministério Público que acusa a influencer de exercer ilegalmente a função de nutricionista. A esposa do ator Arthur Aguiar é sócia e proprietária de uma empresa chamada “Seca Você Renove”, que oferece atendimento para quem busca ter uma alimentação saudável. 

 

De acordo com jornalista Leo Dias, Mayra não possui formação em Nutrição, sendo apenas formada como coach. O processo criado contra a ex-BBB foi conduzido primeiramente pela Justiça do Rio de Janeiro, mas foi encaminhado para a Justiça de São Paulo, estado onde a empresa de Cardi funciona. A ação se encontra suspensa até que um novo juiz assuma o caso. 

 

Segundo consta o documento "a prática ilegal da profissão se deu por meio virtual, embora não haja certeza de onde a autora (Mayra) prestava suas consultas, mas que é certo que o WhatsApp com prefixo de São Paulo é utilizado". 

 

A denúncia contra Mayra Cardi sobre exercício ilegal de profissão não foi a primeira. No ano de 2017, segundo a Revista Capricho, ela foi processada por profissionais de Educação Física. Em relação as atuais acusações a ex-BBB disse que não considera sua atuação como ilegal e que atua apenas como coach. 

Mutirão de exames de mamografia gratuitos será realizado em São Desidério
Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de São Desidério (Sesasd), no oeste da Bahia, realizará entre os dias 4 a 13 de fevereiro, um mutirão de exames gratuitos de mamografia no município. A iniciativa, destinada para mulheres com idade de 50 a 69 anos, faz parte do Programa Estadual do Rastreamento de Câncer de Mama.

 

As interessadas devem procurar uma unidade de saúde próxima para agendar uma marcação. A coordenadora municipal da Atenção Básica, Tatiane Rodrigues alerta sobre a importância dos cuidados com a saúde da mulher. “Este é um trabalho muito importante, todas as mulheres que estão dentro dessa faixa etária devem fazer o agendamento e realizar o exame”, destacou.

Governo vai implantar 200 salas para tratamento de pé diabético nos municípios
Foto: Divulgação

Entre 2010 e 2018, a falta de controle do diabetes ocasionou mais de seis mil amputações de pés. Diante desse quadro, o Governo da Bahia vai implantar 200 salas para o tratamento do pé diabético e feridas complexas em todo o estado. Uma portaria que define os critérios para isso foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (16).

 

Segundo informações do secretário da Saúde da Bahia, essas amputações são um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, considerando as elevadas taxas de internação hospitalar. Mas, por outro lado, dados do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) apontam que um bom programa de prevenção é capaz de reduzir as amputações em até 85% e que ações preventivas devem ser difundidas entre a população no nível assistencial mais próximo, que é a Atenção Básica.

 

"Além do impacto social na vida do usuário e da alta mortalidade associada, as amputações estão relacionadas a altos custos diretos e indiretos para o sistema de saúde. Dados do Sistema de Pactuação dos Indicadores (Sispacto) apontam que 245% das internações de pacientes de Salvador, por exemplo, poderiam ser prevenidas por serem condições sensíveis à Atenção Básica. Sem o adequado acompanhamento, o paciente diabético não realiza exames, não toma os medicamentos e acaba por ir a uma emergência de um hospital com o pé infectado que levará, possivelmente, à amputação de um dos membros", explica o secretário.

 

A portaria publicada hoje prevê que cada município poderá implantar uma Sala de Pé Diabético de referência municipal, cuja atribuição será a de realizar a gestão do leito de feridas; fazer a inspeção sistemática dos pés; orientar os métodos de descarga e uso de palmilha; realizar o desbastamento de calosidades; e realizar pesquisa de pulso periférico.

 

Já a Sesab terá a função de disponibilizar equipamento específico para diagnóstico; qualificar os técnicos de enfermagem em podologia; capacitar a equipe que atuará nas policlínicas como referência para as Salas de Pé Diabéticos; realizar teleconsultoria, com inclusão de imagens e exames, para auxiliar a conduta dos profissionais; realizar webpalestras relacionadas ao tema; articular com as Secretarias Municipais de Saúde para implantar pontos de atenção e fluxos de referenciamentos; e a coordenação do processo regulatório inter-regional.


Os municípios habilitados a implantar a Sala de Pé Diabético serão os 200 primeiros a enviarem o Termo de Adesão, contido na portaria e devidamente preenchido com os dados solicitados. As gestões municipais devem encaminhar a documentação para o endereço eletrônico dab.assessoria@saude.ba.gov.br até 60 dias após a data da publicação. A lista de municípios contemplados será publicada no site da Sesab no prazo de cinco dias após o término do prazo de adesão das cidades. Além disso, serão priorizados os municípios com população superior a 20 mil habitantes.

Secretaria alerta sobre atenção a vacinação durante período de férias
Foto: Jefferson Peixoto / Secom

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fez um alerta sobre a importância de se manter atento ao calendário de vacinação durante o período de férias. "A população precisa entender que todo mundo deve ter o calendário vacinal atualizado, independente do grupo de risco ou época do ano", afirma a técnica de imunização da SMS, Ana Cláudia Pinto.

 

Entre as vacinas que devem ser prioridade para quem deseja viajar na alta estação, a especialista alerta para a proteção contra a febre amarela, que acometeu centenas de pessoas em 2018. "Ela é um agravo que ainda ocorre no Brasil. As pessoas devem manter seus calendários vacinais atualizados", ressalta. Ela lembra ainda que alguns países exigem, para a entrada do viajante, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP).

 

PERIGO DE NOTÍCIAS FALSAS
No ano passado, aumentaram as discussões sobre o compartilhamento desenfreado das fake news, como ficaram conhecidos os conteúdos mentirosos divulgados nas redes sociais. Ana Cláudia faz um apelo para que a população não acredite nesse tipo de material enganoso, principalmente quando se trata de imunização.

 

"Nosso sistema de vacinação é seguro. Existe um processo de identificação e investigação do paciente, caso ocorra algum problema inesperado. Antigamente, tínhamos um número muito alto de doenças e que, hoje, foi reduzido com a vacinação", orientou.

 

Qualquer pessoa pode procurar uma das mais de 126 unidades de saúde do município para completarem o calendário vacinal; não precisa aguardar pelo início de uma campanha oficial. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Prefeitura de Feira de Santana diz que contratação de empresa era emergencial
Zé Ronaldo é réu em caso | Foto: Bahia Notícias

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Feira de Santana divulgou nota nesta terça-feira (15) apontando que o contrato de mais de R$ 6,3 milhões com a Coopersade, feito em 2013 e investigado pela Justiça (veja mais), precisava ser feito de forma emergencial. Segundo a pasta, a cidade poderia ficar sem serviços médicos caso a medida não fosse tomada.

 

A Secretaria de Saúde relata que lançou uma licitação no início de fevereiro de 2013 para contratar uma empresa para a prestação de serviços na área de saúde, já que o acordo em vigor na época estava perto de terminar. No entanto, após a apresentação de pedidos de impugnação, foram notados erros técnicos e a concorrência foi revogada.

 

"Neste momento, a Secretaria de Saúde, diante da necessidade da revogação do processo, e ao mesmo tempo da manutenção dos serviços essenciais à comunidade, cumpriu a única alternativa razoável para o momento: a abertura de uma dispensa de licitação para contratação imediata e temporária", diz a nota divulgada nesta terça.

 

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde de Feira de Santana, a pasta realizou a contratação emergencial da Coopersade, que cumpriu o serviço de abril a outubro de 2013 por valor igual ao praticado em 2012.

 

"Tão logo iniciou-se o período emergencial, a Secretaria de Saúde iniciou processo licitatório para contratação regular do serviço. Em cláusula, a administração determinou que o contrato de emergência seria interrompido automaticamente, mediante a conclusão da licitação e definida nova empresa prestadora", acrescenta a nota. No entanto, o contrato emergencial com a Coopersade precisou ser prorrogado por dois meses porque a empresa selecionada na licitação estava envolvida em denúncias.

Terça, 15 de Janeiro de 2019 - 18:20

Bombeiro diz que corre risco de perder a visão e não é atendido pelo Planserv

por Guilherme Ferreira

Bombeiro diz que corre risco de perder a visão e não é atendido pelo Planserv
Foto: Mateus Pereira / GOVBA

Um soldado do 10º Grupamento de Bombeiros Militar diz que corre risco de perder a visão após sofrer um acidente durante o horário de trabalho, mas não consegue atendimento para fazer uma cirurgia de urgência pelo Planserv. Segundo ele, anestesistas só aceitam participar do procedimento caso o paciente pague por ele.

 

Em entrevista ao Bahia Notícias, Fabiano Reis afirmou que se feriu ao abrir uma garrafa de vidro com refrigerante durante o plantão no último dia 25 de dezembro. "A tampa estourou e ela bateu em cheio no meu olho esquerdo", disse.

 

De acordo com o bombeiro, o Planserv diz que a operação no olho está autorizada, mas quando ele chega ao hospital os anestesistas se recusam a realizar a anestesia pelo plano de saúde. "Essa espera pode comprometer a minha visão. Quanto mais demorar pra fazer a chance de recuperação da visão é menor", comentou. Segundo Fabrício, o médico dele gostaria de fazer a operação já nesta quarta-feira (16).

 

Os anestesistas que atendiam beneficiários do Planserv suspenderam o atendimento no último dia 7. A Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas da Bahia (Coopanest-Ba) rescindiu o contrato com o plano de saúde que atende servidores públicos baianos por causa de um impasse sobre o reajuste do valor pago (veja mais).

 

Segundo Fabrício, os anestesistas só participariam da cirurgia depois de uma reunião com o Planserv que está marcada para o dia 30 deste mês. O bombeiro estima que, caso precise pagar pelo procedimento, ele precisaria desembolsar cerca de R$ 1,5 mil.

Hemóvel atende população em Salvador, Lauro de Freitas e Feira nesta semana
Foto: Divulgação

Com o intuito de aumentar o número de doadores, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) estará de terça-feira (15) a sexta-feira (18), em três pontos extras das 8h às 17h. Em Salvador, o Hemóvel irá atender na entrada do Shopping Ponto Alto, na Avenida São Rafael; na cidade de Feira de Santana, o atendimento será realizado na sede do Núcleo Regional de Saúde. Já em Lauro de Freitas, a unidade vai ficar no estacionamento do Restaurante D’Meg, na Rua Chile.

 

Neste mês, com uma baixa de aproximadamente 20% nas doações, o banco de sangue da Hemoba está operando com a classificação de crítica e alerta, com uma redução mais acentuada entre os tipos sanguíneos de Rh negativo.

 

Os interessados em doar sangue, devem ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que os menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. Pessoas com mais de 60 anos só poderão doar caso já tenham realizado alguma doação antes dos 60 anos. Além disso, é obrigatório estar em boas condições de saúde, ter mais de 50 quilos e a apresentar documento oficial com foto.

 

Ainda dentro das recomendações básicas, o candidato deve estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação), sem ingerir bebida alcoólica nas 12 horas antecedentes à doação e sem fumar por pelo menos 2 horas.

Terça, 15 de Janeiro de 2019 - 17:10

Sistema Hapvida Saúde completa 40 anos

Sistema Hapvida Saúde completa 40 anos
Foto: Divulgação

Uma trajetória traçada pela busca constante do melhor para seus pacientes. Esta é a premissa da atuação do Sistema Hapvida Saúde, que completa 40 anos no dia 15 de janeiro. A história de uma das maiores operadoras do País teve início em 1979, na cidade de Fortaleza (CE), quando o médico oncologista Candido Pinheiro de Lima inaugurou o Hospital Antonio Prudente, um dos mais modernos da cidade. A projeção veio quando Candido criou, em 1993, o Hapvida Saúde. A partir de então, a operadora seguiu passos importantes, expandindo sua rede por todo o Brasil.

 

Após esse trajeto de muito trabalho, hoje com mais de 3,8 milhões de clientes, o Sistema Hapvida se posiciona como uma das maiores operadoras de saúde do Brasil. Os números são resultado de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos. O Hapvida conta atualmente com 20 mil colaboradores diretos envolvidos na operação de 26 hospitais, 75 clínicas médicas, 19 prontos atendimentos, 84 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial (Vida&Imagem) distribuídos em 11 estados onde a operadora atua com rede própria. Para garantir um sorriso com mais saúde, a Operadora criou, em 2009, o Hapvida+Odonto.

 

Para o fundador do sistema Hapvida, Candido Pinheiro, o Hospital Antonio Prudente, que impulsionou a criação do Hapvida, nasceu com a vontade de servir à população. “Quando se faz alguma coisa e pensa nisso para as pessoas que vão usar, vai dá certo. Sempre buscamos entender esse desejo e necessidade das pessoas que nos cercavam, primeiro em Fortaleza, e depois no resto do Brasil. Quando conseguimos descobrir, deu certo”, ressalta.

 

DIFERENCIAIS
A aposta em uma estrutura vertical para crescer, com a rede própria, permite viabilizar a estratégia de custo baixo e qualidade aos beneficiários, dois dos pilares trabalhados pelo Sistema. E o acolhimento, outro pilar importante para o Hapvida, acontece pelo primor no atendimento eficiente aos pacientes, com os diferenciais tecnológicos e assistenciais, como:

 

Monitoramento da operação em tempo real – O investimento na área de Tecnologia de Informação (TI) é destaque. A empresa criou uma plataforma tecnológica que envolve a integração por sistema de todas as suas unidades em tempo real. Por meio dessa ferramenta e com o auxílio de câmeras de vídeo, o atendimento e o tempo de espera em todas as urgências e emergências são monitorados pelo Núcleo de Controle e Qualidade da empresa. Se a espera ultrapassa 15 minutos, um alarme é acionado e a sala de controle comunica-se com a unidade para agilizar a operação.

 

BIOMETRIA

O Hapvida é a primeira operadora do setor a utilizar a identificação biométrica de médicos e pacientes. Cada procedimento médico adotado em um paciente é registrado no sistema. Durante a consulta, o médico tem acesso ao prontuário médico, com todo o histórico do associado, como imagens de exames, resultados laboratoriais, conclusão de diagnósticos e outras informações médicas de relevância. Além do diagnóstico mais preciso, essa inovação dá agilidade ao atendimento, gerando mais conforto e segurança aos associados da operadora. Para os planos corporativos, o sistema evita ainda o absenteísmo dos colaboradores, oferecendo rapidez no atendimento e mais qualidade de vida.

 

PRONTUÁRIO ELETRÔNICO

Ainda na área de tecnologia do Hapvida, o prontuário eletrônico é um grande diferencial. Com o sistema, obtemos as informações dos clientes da rede própria e sabemos o histórico do paciente. Esse mecanismo contribui para a redução de desperdícios e ajuda para o diagnostico correto e tratamento dos clientes.

 

Medicina Preventiva – O Hapvida cuida da saúde de seus clientes desde a infância até a terceira idade. Nos núcleos de Medicina Preventiva são realizados projetos e ações que promovem a qualidade de vida de grupos especiais, como gestantes e da melhor idade, além de grupos de risco e portadores de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e obesidade. 

 

PROGRAMAS
Duas iniciativas merecem destaque: o programa Viver Bem, em Fortaleza, identifica, cuida, orienta e incentiva pacientes que possuem diabetes tipo 2 a ter uma vida melhor e com mais saúde, inclusive com a prática regular de atividade física. Outro programa é o Nascer Bem, que orienta e cuida as gestantes a terem uma gestação acompanhada, com pré-natal realizado por uma equipe exclusiva e um parto adequado para a mãe e para o bebê, nas cidades de Fortaleza (CE), Recife (PE), Belém (PA) e Salvador (BA).

 

Além disso, o Hapvida consolidou projetos que trazem mais qualidade de vida para a população, como o Hapvida +1k, assessoria de corrida e caminhada presente nas cidades de Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Maceió (AL) e Belém (PA); o VAMO, que são os carros elétricos compartilhados em Fortaleza, e o Bike Belém e ManôBike, projeto de bicicletas compartilhadas.

 

CRESCIMENTO
Como consequência desse processo de crescimento, em abril de 2018, o Sistema Hapvida chegou à B3 com a oferta pública inicial de ações (IPO) e o início da negociação de suas ações no segmento Novo Mercado com o ticker HAPV3. Esse movimento foi reflexo da solidez que a empresa adquiriu nessa história de 40 anos.


De acordo com Jorge Pinheiro, diretor-presidente do Hapvida, é uma consequência da expansão da operadora pelo Brasil. “É um tema de relevância no mundo inteiro. Sabemos que a empresa precisa dar um passo em suas operações. Ser consolidadora em um mercado em concentração. Foi uma decisão acertada, não só do ponto de vista de instituirmos uma melhor governança, mas também pela possibilidade de expandir com mais responsabilidade”.


Candido Pinheiro, fundador do Hapvida, destaca que o Hapvida nasceu com a proposta de levar mais saúde para as pessoas, e fez até hoje. Por isso, continuará contribuindo para a qualidade de vida da população. “Não se pode desistir de buscar fazer aquilo que é correto. Não para si mesmo, mas para aquilo a que você se presta”.

Terça, 15 de Janeiro de 2019 - 15:10

Anvisa libera venda de cereal indicado para controle de peso

Anvisa libera venda de cereal indicado para controle de peso
Foto: Divulgação

A Gerência de Produtos Especiais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a comercialização do produto Farinha de Teff, da marca Giroil. A agência havia proibido a venda do cereal em junho de 2017, por considerá-lo "um novo ingrediente sem histórico de consumo no Brasil e, portanto, se enquadra na categoria de novos alimentos e novos ingredientes, que possui obrigatoriedade de registro sanitário, mediante comprovação de segurança" (veja aqui).

 

O produto é indicado, em publicidade da empresa, para o controle de peso, por conter "alto poder de saciedade". A marca também indica que a farinha pode ser utilizada em receitas para substituir produtos que contenham gluten.

 

A farinha de teff é obtida a partir de um grão muito pequeno, semelhante ao da semente de papoila, originário da Etiópia e Eriteia.

 

No parecer de deferimento do produto, a Anvisa conclui que "a informação fornecida sobre o processo de fabricação, composição e especificação do ingrediente, bem como histórico de uso da farinha de Teff (Eragrostis tef Zuccagni Trotter), não implica em preocupações de segurança".

Com sede em São Francisco do Conde, 20º Consórcio Público de Saúde é instituído
Foto: GOV/BA

O Governo do Estado e seis prefeituras baianas assinaram um protocolo de intenções, nessa segunda-feira (14), no Salão de Atos da Governadoria. O documento institui o 20º Consórcio Público Interfederativo de Saúde, que será sediado no município de São Francisco do Conde. Com a assinatura, o grupo formaliza também a instalação de uma Policlínica Regional de Saúde na cidade.

 

No caso deste consórcio, os integrantes são os municípios de Candeias, São Francisco do Conde, Saubara, São Sebastião do Passé, Madre de Deus e Santo Amaro. Juntos, eles somam quase 300 mil habitantes.

 

Para o governador Rui Costa (PT), isso representa “mais um momento simbólico de um novo formato de gestão, que é o modelo de consórcio interfederativo envolvendo estado e municípios”. “É um exemplo que mostra união para fazer mais, melhor e mais barato para a população, no cuidado com a saúde pública. Quero agradecer aos prefeitos que assinaram esse documento, apostando na prevenção e diminuindo essa prática de demanda por hospitais”, declarou Rui.

 

Assim como em outras unidades, o Consórcio da Região de Salvador prevê a manutenção do equipamento custeada 60% pelo Estado e 40% pelos municípios partícipes.

 

Agora, o coordenador dos Consórcios Públicos de Saúde, Nelson Portela, explica que o próximo passo "é reunir os seis prefeitos que integram este protocolo para a aprovação do estatuto e eleição do presidente e vice-presidente" do grupo.

 

Quanto à policlínica, o secretário de Saúde do estado, Fábio Villas-Boas, contou que o governador sugeriu que a policlínica a ser construída apenas para atender ao município de São Francisco do Conde integrasse um consórcio. O objetivo era ampliar sua cobertura para a Região Metropolitana de Salvador (RMS).

 

Com isso, a unidade vai ficar em um prédio doado pela prefeitura da cidade-sede. "A obra está em estágio avançado e deve ser entregue em 2019", estima o secretário.

 

A policlínica vai ofertar procedimentos de mamografia, ultrassonografia, ergometria, ecocardiograma, eletrocardiograma, eletroencefalograma, endoscopia digestiva, colonoscopia, raio-x, biópsia e tomografia.

Terça, 15 de Janeiro de 2019 - 00:00

Prefeitura deve lançar programa de mutirão da saúde no aniversário da cidade

por Rodrigo Daniel Silva

Prefeitura deve lançar programa de mutirão da saúde no aniversário da cidade
Foto: Divulgação

O projeto ainda está mantido a sete chaves, mas a prefeitura de Salvador deve lançar um programa de mutirão da saúde. A expectativa é que o prefeito ACM Neto (DEM) anuncie no dia 29 de março, data de aniversário da cidade.

Segundo apurou o Bahia Notícias, o programa, que está sendo conduzido pelo secretário municipal da Saúde, Luiz Galvão, visa zerar as filas de pessoas que procuram atendimentos nas unidades de saúde da capital baiana.

O projeto, conforme a apurou a reportagem, atenderá diversas especialidades. Nos últimos anos, o prefeito tem reservado anúncios de obras para o aniversário de Salvador. No ano passado, decretou o início das obras do BRT.

Segunda, 14 de Janeiro de 2019 - 14:40

ACM Neto inaugura USF em Mata Escura nesta segunda-feira

ACM Neto inaugura USF em Mata Escura nesta segunda-feira
Foto: Divulgação

O prefeito de Salvador, ACM Neto, inaugurou nesta segunda-feira (14), às 9h30, a nova Unidade de Saúde da Família (USF) Mata Escura, localizada na Avenida Cardeal Avelar Brandão Vilela (mais conhecida como Rua Direta da Mata Escura, em frente ao Condomínio Recanto Verde).

Serão ofertados serviços de atenção integral, considerando as áreas prioritárias nos programas de hipertensão, diabetes, controle da tuberculose, hanseníase e doença falciforme, além de saúde bucal.

A unidade de saúde também ofertará os serviços de curativo; coleta de material para exames laboratoriais; vacinação; realização de visita domiciliar; marcação de consulta para outras especialidades e outros exames ofertados no Distrito Sanitário; dispensação de medicamentos básicos; e confecção do Cartão SUS (2ª via).

Falsos dentistas são presos em Xique-Xique e Piritiba; criminosos atuavam há 15 anos
Foto: Divulgação / CRO-BA

Com apoio do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), a Polícia Militar (PM) prendeu dois falsos dentistas neste fim de semana. Eles vão responder pelo exercício ilegal da profissão e podem ficar de seis meses a dois anos na prisão.

 

Marcelino Guimarães da Silva foi detido na manhã deste domingo (13), no município de Piritiba. Ele exercia ilegalmente o posto de cirurgião-dentista. No sábado (12), foi a vez de Nelson Ferraz Santos, que foi preso em Xique-Xique.

 

Segundo informações do CRO-BA, no momento da prisão em flagrante, ambos os criminosos confessaram o delito aos fiscais do conselho e aos policiais. Eles disseram que atuavam na área há mais de 15 anos.

Sanches cita paralisação de anestesistas como resultado de ‘pacote de maldades’ de Rui
Foto: Divulgação / AL-BA

O deputado estadual Alan Sanches (DEM) declarou que a paralisação dos anestesistas credenciados pelo Planserv na capital baiana, desde a última segunda-feira (7), é a primeira consequência do que chamou de “pacote de maldades” do governador Rui Costa (PT). O parlamentar protesta contra o pacote de austeridade enviado pelo petista à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). 

 

Segundo Sanches, com a redução da contribuição do governo ao Planserv de 4% para 2%, que significa menos R$ 200 milhões de repasse por ano para os cofres do plano, fica inviável qualquer tipo de negociação, de elevação e essa foi a primeira prova, onde nem mesmo a intermediação do Ministério Público Estadual (MPE) conseguiu findar o impasse com os anestesistas, frisou. 

 

O deputado, que é médico por formação, destaca, no entanto, que preciso se levar em consideração que trata-se de um serviço fundamental e que não pode esperar por negociação. “E fazer os mais de 500 mil usuários do plano sentir na pele o efeito da má gestão, que tende a piorar”, enfatizou o deputado, clamando por soluções a curto prazo. 

 

Sem acordo, um novo encontro entre representantes do plano e médicos anestesistas foi marcado somente para o dia 30 de janeiro.  A categoria alega não haver atualização da tabela do Planserv desde 2015.

Consumo regular de couve reduz idade do cérebro em até 11 anos, diz pesquisa; confira
Foto: Reprodução / Instagram

O consumo regular de couve pode trazer diversos benefícios para a saúde. De acordo com um estudo realizado na Universidade Rush, nos Estados Unidos, uma única porção de folhas verdes escuras por dia pode rejuvenescer o cérebro. Os testes realizados como metodologia para o estudo demonstraram que, em média, os participantes que comeram com frequência os vegetais verdes escuros folhosos tiveram declínio mental 11 anos mais tarde que quem dispensava esses alimentos.

 

A couve ajuda também no processo de emagrecimento, pois possui fibras, antioxidantes e baixo teor calórico. Além disso, as vitaminas E, K e C e os minerais cálcio, magnésio, fósforo, selênio e ferro, presentes na couve-manteiga, fazem com que esse vegetal se torne uma importante arma para auxiliar na prevenção de doenças como câncer, crônico-degenerativas, auxiliar no trânsito intestinal e no combate a úlceras gástricas e anemia. As informações são do site Vix.

Defesa de médium que atuava em Barreiras diz que pacientes mortos já chegaram doentes
Foto: Reprodução / TV Anhanguera

Advogados do médium Antônio Miguel Rodrigues, suspeito de quatro homicídios e uma lesão corporal grave na Bahia e em Goiás, disseram nesta sexta-feira (11) que as pessoas morreram em decorrência do precário estado de saúde e não por complicações das cirurgias espirituais.

 

De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, o médium de 53 anos foi denunciado por parentes das supostas vítimas nas delegacias de Aparecida de Goiânia, onde mantém um centro espírita chamado Grupo Espírita Bezerra de Menezes, e de Barreiras, município baiano. As denúncias iniciaram na Bahia e depois em Aparecida de Goiânia. O médium realiza as cirurgias há 35 anos.

 

Segundo o advogado, “as pessoas que morreram já tinham o diagnóstico preexistente e na última hora foram procurar auxílio” com o médium. A defesa negou também que Rodrigues tenha usado objetos perfurantes, como tesouras ou bisturis, muito menos martelo, como relataram à polícia os parentes das vítimas.

 

Sobre o caso de lesão corporal grave do idoso Mário Joaci Pereira Rocha, de 71 anos o advogado disse que o médium relatou que não se recorda do processo. O homem teve os testículos perfurados em Barreiras, onde foram operadas mais de 500 pessoas na chácara de uma vereadora em 10 de novembro de 2018.

 

A reportagem ainda diz que entre as vítimas estão Vanderluce Soares dos Santos, de 42 anos, e Arnaldo Domingos dos Passos, de 78, que morreram de infecção generalizada, respectivamente, nos dias 29 e 31 de dezembro de 2018 no Hospital do Oeste, em Barreiras.

 

O advogado negou também que houvesse cobrança de cirurgias. “Se fosse pra cobrar, seria muito mais, como em hospitais normais”, declarou. “Ele usa agulha de acupuntura, não usa bisturi, tesoura, ele refutou essas alegações, até porque usa a prece. Pega no pulso da pessoa e faz um diagnóstico, como se fosse um raio-x”.

Sesab registra mais de 500 doações de órgãos e córnea em 2018
Foto: Sesab

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) registrou 133 doações de múltiplos órgãos e 518 doações de córneas em 2018. Os dados superam os números de 2017, quando foram registradas 122 doações de múltiplos órgãos e 513 córneas.

 

As doações efetivadas em 2018 possibilitaram que fossem realizados 514 transplantes de córnea, 49 de fígado, 201 de rim, sendo 15 de doador vivo, dois de coração e 102 de medula óssea. Atualmente, 1688 pessoas estão em fila de espera por um transplante no Estado. A coordenadora do Sistema Estadual de Transplante, Rita de Cássia Pedrosa, revela estar muito otimista em relação ao aumento no número de doações esse ano.

 

Rita de Cássia afirma que a negativa familiar e o desconhecimento da sociedade sobre o processo de doação são alguns dos principais obstáculos para o aumento no número de transplantes. “Por não conhecerem como se dá a doação, muitas famílias negam, mas com o trabalho de conscientização que estamos desenvolvendo, conseguimos reduzir o índice de negativa de 70% para 54%”, sinaliza Rita de Cássia, acrescentando que somente no ano passado, foram capacitados mais de 180 médicos no interior do estado, para que atuem no acolhimento às famílias de potenciais doadores e, com isso, reduzir o número de negativas à doação. Até 2006, eram feitos apenas transplante de córnea, fígado e rim. Atualmente, além desses três, a Bahia tem equipes credenciadas para transplante de medula, pulmão e coração.

Feira de Santana: Rui Costa autoriza ampliação do Hospital Geral Clériston Andrade
Foto: Secom-BA

O governador Rui Costa autorizou a construção de um anexo no Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana. A obra, que deve ser realizada em 12 meses, vai ampliar a capacidade do hospital para 400 leitos. A autorização foi assinada nesta sexta-feira (11) e a obra custará R$ 50 milhões. O novo prédio irá oferecer setor de Bioimagem com ressonância magnética, dois tomógrafos, raio-X, ultrassom, Doppler e ecocardiograma. Durante o evento, o governador entregou ainda 21 ambulâncias.

 

“Importante que logo no primeiro mês do novo mandato já estamos em Feira iniciando a obra, vamos voltar aqui em fevereiro ou março pra assinar uma nova ordem de serviço, que é da reforma das instalações existentes pra entregar um novo Clériston Andrade, totalmente reformado, equipado com novos procedimentos, com um volume muito maior de procedimentos a serem realizados, procedimentos mais complexos e instalações mais adequadas para um perfeito funcionamento do hospital. Ele passa a ser o maior hospital no interior do estado, menor apenas que o Roberto Santos, em Salvador, portanto, atendendo com alta complexidade a todo o estado da Bahia e ao povo de Feira de Santana”, afirmou o governador.

 

Com a obra, o hospital terá mais de 5,7 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em três pavimentos e contará com 40 leitos de terapia intensiva (UTI), centro cirúrgico com 11 salas, além de um Centro de Hemorragia Digestiva. No novo hospital haverá um sistema digital de integração, fazendo com que a unidade funcione sem a necessidade de utilização de papel em prontuários, fichas e cadastros. As intervenções ainda contemplam mais de 17 mil metros quadrados de urbanização, paisagismo e praça de alimentação.

 

Presente no evento, o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que o Clériston 2 será um hospital sustentável. “A unidade contará com coleta de água da chuva, aquecimento solar para garantir água aquecida nos banheiros, e estamos trabalhando para viabilizar a utilização de gás natural em toda a infraestrutura de ar-condicionado, em substituição à energia elétrica”, revelou.

Histórico de Conteúdo