Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Terceiro Turno': Eleição da AL-BA e a aliança para 2022 em perigo
Foto: Carlos Augusto / Jornal Grande Bahia

A menos de um mês das eleições para presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o governador Rui Costa (PT) tenta resolver uma disputa entre os dois maiores partidos da base aliada: PP e PSD. Sem disponibilidade de ceder, as siglas mantêm as candidaturas dos deputados estaduais Adolfo Menezes (PSD) e Niltinho (PP) para o cargo, o que preocupa pela possibilidade de um racha entre as legendas, com potenciais prejuízos à aliança do grupo para as eleições de 2022, quando o sucessor de Rui para o governo estadual será escolhido.

 

O PSD reivindica o cumprimento de um acordo feito por Rui com Adolfo e o atual presidente da Casa, Nelson Leal (PP), pelo qual seria a vez do primeiro de assumir o posto. Já o PP argumenta que o trato não foi feito com a sigla, e, sim, com os candidatos. Por isso, não haveria o que cumprir. Correndo contra o tempo, o governador tenta chegar a um denominador comum, mas vê se avizinhar, de forma cada vez mais iminente, um confronto nas urnas.

 

A disputa entre PP e PSD na AL-BA e os possíveis reflexos deste bate-chapa na sucessão estadual de 2022 são o tema do episódio 59 do "Terceiro Turno", o primeiro de 2021. Os apresentadores Jade Coelho, Ailma Teixeira e Bruno Luiz analisam os motivos deste "duelo de titãs" e trazem informações sobre como as negociações avançam nos bastidores.

 

Com edição de Paulo Victor Nadal, o podcast está disponível no nosso site todas as sextas-feiras, sempre às 8h, e nas principais plataformas de streaming: SpotifyDeezerApple PodcastsGoogle PodcastsCastbox e TuneIn.

Histórico de Conteúdo