Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 28 de Outubro de 2010 - 11:13

BAHIA TEM 899 CASOS DE EXPLORAÇÃO SEXUAL

Surgem na Bahia, diariamente, cinco novos casos de exploração sexual infanto-juvenil. Os dados constam nos registros do Disque 100, serviço de denúncia, que ainda revela que crianças e adolescentes do sexo feminino são mais violentadas. O agressor, na maioria dos casos, é pessoa próxima à família, muitas vezes até um parente. O quadro de registros do Disque 100 concedido pelo Cedeca revela que até julho deste ano ocorreram 806 casos, desses mais de 80% são de meninas com idade entre 12 e 17 anos. Ainda nos registros do serviço de denúncia é revelado também um grande índice de maus-tratos sofrida pelos menores. Até o dia 12 de agosto, um total de 899 denúncias, sendo 304 de Salvador e 595 do interior. Para o coordenador do Cedeca, Waldemar Oliveira, os casos aumentam no período de alta estação, quando a Bahia recebe milhares de turistas. Informações da Tribuna da Bahia.



Histórico de Conteúdo