Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 22 de Junho de 2022 - 18:00

Milton Ribeiro será transferido para Brasília 

Milton Ribeiro será transferido para Brasília 
Foto: Reprodução

Preso nesta quarta-feira (22) em sua casa em Santos, no estado de São Paulo (saiba mais aqui), o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro será transferido para a superintendência da Polícia Federal (PF) em Brasília, onde será realizada a audiência de custódia nesta quinta-feira (23), às 14h. Ribeiro é investigado por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência por suposto envolvimento em um esquema para liberação de verbas do MEC. 

 

A defesa do ex-ministro chegou a pedir que Ribeiro não fosse tranferido de Santos para Brasília, mas o juiz federal Renato Borelli, que decretou a prisão de Milton, rejeitou os pedidos. Para o advogado Daniel Bialski, que representa Milton Ribeiro, não existe "motivo concreto" para a prisão do ex-ministro da Educação.

 

Na operação Acesso Pago, da PF, outras quatro pessoas foram presas, dentre elas: os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura também foram presos pela PF nesta quarta.

 


A investigação em andamento pela Controladoria-Geral da União (CGU) identificou uma movimentação financeira suspeita do ex-ministro da Educação, o que acendeu alertas no time do órgão. O achado veio há cerca de três semanas e mudou os rumos da apuração. Até o momento, os cruzamentos feitos pelos desembolsos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e os municípios beneficiados não tiveram êxito. Mas o achado dos ganhos financeiros atípicos teve impacto decisivo na investigação, que ainda está em curso.

 


 

Histórico de Conteúdo