Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Empresa terá que pagar US$ 39,6 milhões à Petrobras por atos de corrupção
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Uma empresa investigada pela Operação Lava-Jato terá que pagar US$ 39,6 milhões à Petrobras por atos de corrupção envolvendo a estatal. O Ministério Público Federal (MPF) firmou, na terça-feira (24), um acordo de leniência com a Glencore, organização de trading company.

 

A empresa opera a compra e venda de petróleo e derivados no mercado externo e reconheceu os atos ilícitos. De acordo com o MPF, a Gleconre realizava pagamentos, através de intermediários, a funcionários da Petrobras. O objetivo das transações era obter facilidades e vantagens em operações comerciais de compra e venda de combustíveis, realizadas pela estatal no mercado externo. 

 

O valor milionário deve ser efetuado em parcela única, diretamente à Petrobras e em 30 dias após a homologação do acordo pela 5ª Câmara de Combate à Corrupção do MPF (5ª CCR). No acordo, a Glencore reconheceu as irregularidades e se comprometeu com o ressarcimento dos danos, além de contribuir com o avanço da investigação, apresentando informações, provas relevantes e identificando os envolvidos.

 

Do valor total a ser pago, US$ 29,6 milhões são a título de reparação de danos e reversão de vantagens indevidas, US$ 9,8 milhões de multa prevista na Lei de Improbidade Administrativa, além de US$ 145,9 mil, multa prevista na Lei Anticorrupção. A conversão dos valores em reais deverá ser feita de acordo com a taxa de câmbio vigente na data do pagamento.

Histórico de Conteúdo