Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Carballal culpa outorga e diz que prefeitura 'tenta empurrar' problema com rodoviários
Foto: Reprodução / Semob

Após o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), cobrar uma posição do governo do estado sobre a redução do ICMS sobre o Diesel no Estado (reveja aqui), o vereador licenciado Carballal culpou a outorga feita pelo ex-prefeito ACM Neto (União) pelo entrave com os profissionais. "O povo pagou a conta do ônibus mais caro com um sistema falido", sinalizou.

 

O vereador Carballal indicou que existiu uma  irresponsabilidade do ex-prefeito que deixou a questão para o atual gestor, Bruno Reis (União. Para o edil, a crise do transporte público tem razão pela outorga honerosa de R$ 500 milhões. Ele relembra que o objetivo da exigência era arrecadar mais com a licitação das novas linhas de ônibus, mas tudo foi incluído na tarifa do transporte público. 

 

"Ou seja, que fique bem claro: quem pagou a conta para encher os cofres da prefeirura de dinheiro foram os trabalhadores e os usuários do sistema", pontuou.

 

Segundo Carballal, "o pior é que agora a prefeitura tenta empurrar o problema para o Governo do Estado, de uma situação criada pelo próprio executivo municipal, que perdeu o controle e demonstra falta de habilidade administrativa e política para superar a crise".

Histórico de Conteúdo