Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia é 2º lugar no NE em número de mulheres que pediram novos registro de armas em 2021
Foto: Reprodução / Clube Cavig

As mulheres baianas estão em segundo lugar no Nordeste em pedidos feitos à Polícia Federal para novos registros de armas em 2021. No ano, a Bahia registrou 118 pedidos feitos por mulheres no estado. A Bahia só perde para o estado de Pernambuco que computou no mesmo ano 123 pedidos feitos por mulheres civis. 

 

Os dados foram obtidos pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas, através da lei de acesso à informação (LAI). Foi registrado um aumento desde 2019, saltando de 32 para 69 em 2020. Em 2022, até março, já foram computados 18 pedidos de novos registros pela PF. 

 

A Bahia também registrou aumento no número de pedidos feitos para a obtenção do porte de arma vinculados à atividade funcional. Em 2019 o estado computou 16 emissões, em 2020 foram 43 e em 2021 foram 60 portes emitidos. Em 2022, apenas um porte de arma foi concedido a mulheres baianas por conta da atividade. Para defesa pessoal desde 2019 as mulheres só tiveram 5 portes de arma concedidos pela PF, um em 2019 e mais 4 em 2021.

Histórico de Conteúdo