Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Putin estava errado. Nós estávamos prontos', diz Biden em discurso sobre União
Foto: Reprodução / Youtube Politico

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, defendeu a união do Ocidente em seu primeiro discurso sobre o Estado da União, na noite desta terça-feira (1). Durante a fala, Biden anunciou que as aeronaves russas não poderão mais voar no espaço aéreo americano. As informações são do jornal O Globo.

 

“A guerra de Putin foi premeditada e sem provocação. Ele rejeitou repetidos esforços pela diplomacia. Ele pensou que o Ocidente não responderia. E ele pensou que poderia nos dividir aqui em casa. Putin estava errado. Nós estávamos prontos. Nós estamos unidos e nós permanecemos unidos”, disse Biden.

 

De acordo com a publicação, Biden também mencionou a série de pacotes de sanções aplicadas globalmente contra a Rússia, que inclui o corte de bancos do sistema de pagamentos internacionais Swift, o corte de relações com o BC russo e a inclusão de dezenas de políticos, empresários e jornalistas pró-Moscou em listas de congelamento de bens e bloqueio de viagens. Entre eles, o próprio Putin, o chanceler, Sergei Lavrov, e o secretário de Imprensa, Dmitry Peskov.

 

“Ao longo da História, aprendemos essa lição: quando ditadores não pagam um preço por suas agressões, eles causam mais caos. Eles seguem em frente. E os custos para os EUA e o mundo continuam a aumentar”, afirmou.

 

Segundo Biden, a partir de agora, estarão banidos os sobrevoos de aeronaves russas pelo espaço aéreo americano, com isso, os EUA se juntam a um grupo de mais de 30 países que já baniram os aviões russos. 

 

“Mesmo que tenha ganhos no campo de batalha, ele [Putin] pagará um alto preço a longo prazo”, ressaltou Biden.

Histórico de Conteúdo