Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Deputado de oposição critica governo da BA após estado liderar mortes violentas no Brasil
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

O deputado estadual Alan Sanches (União Brasil) fez fortes críticas ao governo do estado, pela Bahia liderar pelo terceiro ano consecutivo o número de mortes violentas no Brasil. Em números absolutos, o estado contabilizou 5.099 mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2021. Destas, 4.931 foram enquadradas como homicídio doloso, 122 como latrocínio e 46 como lesão corporal seguida de morte.

 

“A Bahia ganha até mesmo para o Rio de Janeiro, onde a milícia e o tráfico lideram abertamente e a violência aparenta ser incontrolável. Contudo, infelizmente, nosso estado avança em índices que deveriam ser prioritários e vemos a situação ficar cada vez mais insustentável, como a guerra de facção que ocorreu na Penitenciária Lemos Brito hoje, já com seis mortes e diversos feridos. Não temos mais lugar para a guerra do tráfico que tem controlado o estado e a segurança pública perdeu o controle”, criticou Sanches.

 

“Em 2020 e 2019 os números se repetiram, com o agravante de em 2020 o estado ter somado 5.276 casos, com 177 mortes a mais que em 2021, sendo 5.107 homicídios dolosos, 104 latrocínios e 65 lesões corporais seguidas de morte”, concluiu o parlamentar oposicionista.

Histórico de Conteúdo