Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Levantamento do Dieese aponta que salário mínimo ideal deve ser superior a R$ 5.900
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Um levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelou que o  salário mínimo ideal deveria ser R$ 5.997,14 em janeiro, para contemplar as necessidades dos brasileiros. O levantamento considerou os dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos divulgada nesta segunda-feira (7).

 

O valor levantado pelo Dieese corresponde a 4,95 vezes o piso nacional vigente, que subiu para R$ 1.212 em 2022. Conforme divulgou o portal G1, o cálculo do Dieese considerou o valor mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador com uma família de quatro pessoas. Os gastos levaram em conta alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

 

Para chegar ao valor, o departamento considerou  o preço da cesta básica mais cara do país, que em janeiro foi a do estado São Paulo, No mês passado, os insumos custavam  R$ 713,86. No último mês de 2021, quando o salário mínimo ainda estava em R$ 1.100, o Dieese calculou que o ideal deveria ter sido de R$ 5.800,98.

 

"O trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu em média, em janeiro de 2022, mais da metade (55,20%) do rendimento para adquirir os produtos alimentícios básicos, mesmo com o reajuste de 10,18% dado ao salário mínimo", destacou o Dieese.

Histórico de Conteúdo