Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 04 de Fevereiro de 2022 - 14:40

Líder do PSDB na Câmara minimiza convite de Kassab e do PSD a Eduardo Leite

por Felipe Dourado, de Brasília

Líder do PSDB na Câmara minimiza convite de Kassab e do PSD a Eduardo Leite
Foto: Câmara dos Deputados

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Adolfo Viana (BA), respondeu à notícia de que o ex-ministro e presidente nacional do PSD Gilberto Kassab pensa no nome de Eduardo Leite como segunda opção do partido para a corrida eleitoral à Presidência. Ao Bahia Notícias, Viana disse que o nome de Leite “é sempre cortejado por diversas siglas” e que acredita na permanência do governador do Rio Grande do Sul no partido.

 

Em 2021, Leite travou disputa acirrada com João Dória, governador de São Paulo, pelas prévias do PSDB, em busca da pré-candidatura à Presidência da República e, depois da derrota interna, acabou despistando com relação à sua participação política em 2022. Adolfo foi um dos principais apoiadores do gaúcho e acredita que o assédio de outros partidos sobre ele se devem por seu “quadro qualificadíssimo”.

 

KASSAB VAI À CAÇA DE PLANO B

Com a incerteza acerca da pré-candidatura do presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD-MG) à corrida pelo Executivo, Kassab passou a correr atrás de alternativas para o partido. O nome da vez é o de Eduardo Leite, que amargou a derrota para João Dória e ganhou projeção nacional durante as prévias, em novembro do ano passado.

 

No entanto, o gaúcho tem se colocado fora da corrida eleitoral, e chegou a afirmar que não concorreria a nenhum cargo em 2022. Apesar disso, acredita-se que Leite esteja inerte, apenas esperando que “movimentos externos” de forças de centro o apoiem numa possível “terceira via”.

 

Questionado sobre a possibilidade de federação para cargos do Executivo estaduais, Adolfo Viana disse não saber sobre conversas. “É a primeira vez que ouço falar nisso. Não temos nenhuma conversa sobre essa possibilidade”, comentou o deputado e líder tucano.

Histórico de Conteúdo