Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro lamenta morte de Olavo de Carvalho: 'Um dos maiores pensadores de nossa história'
Foto: Alan Santos / PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais para lamentar a morte do escritor Olavo de Carvalho. O autointitulado filósofo de 74 anos morreu nos Estados Unidos, onde estava hospitalizado, segundo nota divulgada nas redes sociais (veja aqui).

 

“Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o Filósofo e Professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre’, escreveu o presidente em sua conta no Twitter.

 

A relação de Carvalho com o presidente começou, principalmente, por causa da relação do escritor com os filhos de Bolsonaro, que se referem a ele como “professor Olavo”. A lista de seguidores incluiu ainda figuras já rompidas com Bolsonaro, como o blogueiro de direita Felipe Moura Brasil e a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP).

 

Após manter ascendência sobre o bolsonarismo, especialmente no chamado núcleo ideológico, Carvalho rompeu com o grupo do presidente Jair Bolsonaro, de quem passou a ser crítico, em meio à aproximação do chefe do Executivo com a chamada "velha política". No governo federal, teria sido avalista de indicações como Ernesto Araújo e Abraham Weintraub, ex-ministros das Relações Exteriores e da Educação, respectivamente.

Histórico de Conteúdo