Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Rui 'está agindo com máxima responsabilidade e prudência', afirma Curvello sobre Carnaval
Foto: Secom / Divulgação

O secretário estadual de Comunicação da Bahia, André Curvello, se posicionou sobre as recorrentes cobranças, de diferentes setores da sociedade civil, direcionadas ao Governo do Estado e ao governador Rui Costa quanto à realização do Carnaval 2022 na Bahia. 

 

"O governador está agindo com máxima responsabilidade e prudência. Todos nós sabemos da importância do carnaval para Salvador e para a Bahia. Não só estou ciente como sou sensível à preocupação dos empresários do trade quem têm compromissos a cumprir. A cautela que Rui Costa tem demonstrado é a de quem lidera o estado com a responsabilidade de salvar vidas, como tem feito desde o início da pandemia, e que faz a Bahia ser um dos estados do país que mais se destacam positivamente no combate à Covid-19", frisou Curvello.

 

Desde o princípio até as fases mais críticas da pandemia foram empregados reforços expressivos na estrutura da saúde na capital e no interior, com abertura de leitos que evitaram o colapso do sistema no estado. Outro destaque é a celeridade na distribuição das vacinas que garante o avanço na imunização da população baiana. O secretário lembra também da criação de uma série de ações e auxílios criados pelo Governo do Estado e que formam o programa Estado Solidário, responsável por injetar mais de R$ 1 bilhão na economia do estado e ajudar a minimizar os efeitos sociais e econômicos da pandemia.

 

Ainda segundo André Curvello, todos estão atentos às dificuldades enfrentadas pelo ramo do entretenimento e representantes de diferentes áreas do governo têm mantido conversas com o setor. "Brevemente o governador irá se manifestar a esse respeito e com certeza a decisão sobre a realização da festa será tomada com máximo cuidado e com base em critérios científicos", finalizou o secretário.

Histórico de Conteúdo