Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 01 de Outubro de 2021 - 15:50

Reforma Administrativa: Maia diz que lobby contra vem de categorias que 'estão no topo'

por Gabriel Lopes / Mauricio Leiro

Reforma Administrativa: Maia diz que lobby contra vem de categorias que 'estão no topo'
Foto: Gabriel Lopes / Bahia Notícias

Relator da reforma administrativa, o deputado federal Arthur Maia (DEM) apontou que o lobby feito pela retirada de categorias nas mudanças propostas sempre é feito por categorias que "estão no topo". Maia participou de almoço do Lide-Bahia, nesta sexta-feira (1). 

 

"Não tem nenhuma profissão que exista na Bahia e não exista em outros locais. As categorias mais pobres não participam. São os que estão no topo. Todos eles para tirar quem ganha mais", comentou ao Bahia Notícias. 

 

Com a fusão de seu partido com o PSL, Maia revelou que três partidos na Bahia levaram vantagem com o fim das coligações: DEM, PSL e o PT. "Quem tem candidato ao governo e na chapa proporcional. Outros partidos que fizeram carreira baseado no voto dos outros se deram mal", disse.

 

Com a fusão, Maia aposta em uma campanha presidencial feita de forma localizada. "A campanha presidencial tem se mostrado muito focada na realidade local. Acontece de fato que algumas pessoas apoiam ou não apoiam. Eu sempre procuro estar com meu partido, com o candidato. Na eleição passada eu não gostei de apoiar Alckmin, queria Alvaro Dias, mas fiz. Cada um tem sua posição, em alguns estados as coisas são complicadas. Mas para nós é de festejar essas unidades", finalizou.  

Histórico de Conteúdo