Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro respeita quarentena em live e diz que voltou a dar entrevistas a mídia tradicional
Foto: Reprodução / Youtube

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) respeitou a recomendação da Anvisa de realizar quarentena após contato com o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, que testou positivo para Covid-19. Bolsonaro comentou que também voltou a dar entrevista a mídia tradicional, durante sua live, nesta quinta-feira (23).

 

"Como estou em quarentena não pode ficar ninguém do meu lado. Vou voltar a conversar com alguns órgãos de imprensa. Acabei de falar com a revista Veja. A pauta foi feita, concordei, e a Veja vai fazer uma matéria para sábado e domingo. Esperamos que não haja distorções. A Globo quiser uma entrevista ao vivo, estou à disposição. Até para relembrar as eleições de 2018", revelou. 

 

Bolsonaro comentou que questionou a Queiroga sobre como seria seu tratamento. "Você vai adotar o protocolo Mandetta? Ele respondeu para mim. Eu fui infectado no ano passado. Se eu me sentir mal vou tomar de novo. Quando tenho problema de estômago tomo Coca-Cola, é problema meu. É um direito dele o tratamento 'off label'. Tem que respeitar", disse. 

 

Bolsonaro revelou também que não irá visitar o Paraná e respeitar a Anvisa. "Eu até questionei. Mas a Anvisa já disse que estou de quarentena. Eu tive um fato com o Boris Johnson. Ele perguntou sobre facilitar a entrada de whisky. Até lá Queiroga não tinha sido detectado. Falei que meu igg estava mais alto que o dele, que estava vacinado. Pedi para apostar numa caixa de whisky. Ele não quis", finalizou. 

Histórico de Conteúdo