Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 29 de Julho de 2021 - 00:00

'Tinta na caneta': Caetano impõe ritmo político ao governo e reduz tensão com deputados

por Mari Leal / Mauricio Leiro

'Tinta na caneta': Caetano impõe ritmo político ao governo e reduz tensão com deputados
Foto: Reprodução/Instagram

Motivação e esperança são palavras que traduzem bem o espírito atual entre as bancadas de sustentação do governo Rui Costa (PT), dois meses após a chegada do ex-deputado Luiz Caetano (PT) ao comando da Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Como apurou o BN, as reclamações quanto à falta de “tônus político” na relação entre governo e deputados são coisas concentradas no passado. O tempo é o de a “experiência política fazer diferença”. 

 

Reuniões com “efetivo encaminhamento de pautas” já tem provocado, inclusive, mudança nos hábitos do próprio governador, que tem admitido a “interlocução” dos deputados na relação com prefeitos e lideranças regionais ou municipais, as chamadas “bases dos deputados”. A pasta permaneceu sem titular desde junho do ano passado, quando Cibele Carvalho (PT) deixou o cargo para disputar as eleições municipais. 

 

Líder do PSD na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Diego Coronel foi enfático ao reconhecer a “capacidade” e o “potencial” de Caetano em “ajudar os deputados”. “O que a gente quer é que ele tenha tinta na caneta para atender a demanda dos deputados, e não seja ali só um balcão para ficar ouvindo e não desempenhar o seu papel”, disse ao mostrar entusiasmo com o tempo de maturação. 

 

A avaliação da deputada Olívia Santana (PCdoB) é de que ele está dando “outra dinâmica” e já tem demonstrado “preocupação em valorizar e atender a base”, além de ser “resolutivo nas demandas apresentadas”. 

 

“A gente precisava que a Serin tivesse essa celeridade da política e o entendimento de que é importante fazer os encaminhamentos da base, ao invés de deixar coisas se acumulando sem respostas. Ele responde, já reuniu todo mundo, já discutiu caso a caso. Ele tem sido muito ágil”, avalia a deputada. 

 

CÂMARA DOS DEPUTADOS 

O otimismo também tem circulado junto aos deputados federais. Apesar de reconhecer o trabalho desenvolvido pela ex-secretária Cibele Carvalho e por Jonival Lucas, que assumiu interinamente até a chegada do novo gestor, o deputado federal Cacá Leão (PP) destaca o know-how de Caetano em um aspecto essencial neste momento: aglutinar a base governista. 

 

O deputado federal e líder da bancada baiana na Câmara, Marcelo Nilo (PSB), reconhece que “deputado precisa de carinho e atenção”. “Não está 100%, mas melhorou. Caetano é político, conhece os problemas. É normal e natural do cargo. O bolo não dá para todo mudo. No geral, as informações são positivas". 

Histórico de Conteúdo